bolo de maçã & alecrim

apple-rosemary cake

O moço que vende azeite no Farmers Market de Woodland apareceu num dos sábados vendendo umas maçãs lindas [e depois ele apareceu com figos]. Você acha que eu vou deixar passar frutas que a pessoa que está vendendo disse ter colhido, ela mesma, no dia anterior? Claro que abocanhei um montão, né? Essas maçãs duram muito tempo, ficam enfeitando a sala, não precisa refrigerar. Com algumas delas fiz esse bolo quer ficou bem levinho, um bocadinho mais doce do que eu esperava, mas mesmo assim gostei da delicadeza da massa. Acho que deixei os ovos e o açúcar baterem em creme um pouco mais do que o necessário, mas não foi problema. Adorei mesmo a ideia de misturar as maçãs com o alecrim, que eu tenho plantado no quintal e naquela semana recebi raminhos extras na cesta orgânica. A combinação é deliciosa!

2 e 1/2 colheres de sopa de manteiga sem sal derretida e esfriada
3/4 xícara de açúcar
4 ovos caipiras grandes em temperatura ambiente
1 xícara de farinha de trigo peneirada
1/2 colher de chá de fermento em pó
1 maçã grande descascada e picada em cubinhos
1 colher de chá de alecrim fresco picado
1/2 colher de chá de extrato de laranja

Preaqueça o forno a 350ºF/176ºC. Untar uma forma de pão bem grande com a 1/2 colher de sopa de manteiga. Polvilhe com 1 colher de sopa de açúcar. Coloque os ovos na tigela da batedeira. Adicione o restante do açúcar, bata para combinar e em seguida bater em velocidade alta com o batedor de arame, até que a mistura fique bem leve e aerada, com consistência de um creme bem fofo.

Enquanto isso, peneire a farinha e o fermento em pó e reserve.

Quando a mistura de ovos estiver bem cremosa desligue a batedeira e adicione a mistura da farinha delicadamente a mão, mexendo com uma espátula. Em seguida coloque os cubos de maçã, o alecrim picado, o extrato de laranja e o restante manteiga derretida.

Despeje a massa na forma já preparada, leve ao forno e asse por 40 a 45 minutos, até que o bolo cresça e fique dourado. Remova do fdorno, deixe esfriar completamente e sirva.

apple rosemary cake august16_07 apple rosemary cake august16_07

filé de frango com salada de milho & tomate

chicken paillards

Nos finais de semana eu nado no meio da manhã e quando chego em casa às 11:30am estou faminta e quero preparar algo rápido pro almoço. Sou péssima planejando cardápios, o máximo que faço é tirar os ingredientes que tenho na geladeira e depois de fazer uma avaliação geral, pensar em algo ou procurar ideias. Nesse sábado dei de cara com essa receita e ela foi o nosso almoço. Adoro receitas assim, que são uma refeição completa. Tive que dar um pulo rápido no supermercado pra comprar o frango, mas conseguimos almoçar antes da 1pm!

1 colher de sopa de mostarda Dijon
1/4 de xícara mais 1 colher de sopa de suco de limão
2 peitos de frango sem pele
3 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1/s xícara de cebola picada
2 espigas de milho
1 pimenta jalapeño sem sementes e picados
1 tomate grande cortado em cubos
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
1/3 xícara de farinha de trigo
2 colheres de sopa de folhas de coentro fresco picadas

Misture a mostarda e 1/4 de xícara de suco de limão em um prato raso. Corte cada peito de frango ao meio (longitudinalmente, então você terá duas filés finos) bata bem com um martelo de carne e coloque na mistura de mostarda. Vire para o molho pegar nos dois lados e reserve.

Aqueça 1 colher de sopa de óleo em uma frigideira grande, adicione a cebola e refogue em fogo baixo de alguns minutos, até elas ficarem macias. Adicione o milho e a pimenta e continue a cozinhar até que os legumes estejam macios, por cerca de 15 minutos. Tempere com sal e pimenta. Retire do fogo, coloque o tomate picado, adicione 1 colher de sopa do suco de limão e reserve.

Retire o frango da marinada, empane com farinha e tempere com sal e pimenta. Aqueça o restante do óleo em uma frigideira grande frite as fatias de frango, virando uma vez, até que doure dos dois lados. Coloque o frango em uma travessa, junte a salada de milho e tomate, decore com o coentro fresco e sirva imediatamente.

bolo de milho fresco [com coco]

Essa receita foi outra garimpagem pra gastar ingredientes que comprei a mais, sem realmente precisar. Foram várias espigas de milho, das quais removi os grãos com a faca e usei para algumas receitas, essa foi uma delas. Quis achar uma receita de bolo de milho brasileiro, mas tinha que ser uma do jeito que eu queria naquele dia. Sou assim, imagino uma coisa e saio atrás de ideias que me guiem pelo caminho. Achei uma receita boa num desses sites populares brasileiros, mas ela usava milho em conserva e a lata como medida. Quase desisti dela, porque queria usar o milho fresco, mas repensei e achei que dava pra adaptar. E foi o que eu fiz. O bolo não só deu certo e ficou exatamente como eu queria, mas também serviu pra eu fazer um agrado pra uma amiga que não pode comer nada com gluten ou laticínios. Fiz o bolo pela primeira vez usando cornmeal, que era o que eu tinha. Mas quis refazer usando a masa harina, que é o mais próximo que temos aqui do fubá. A versão com a masa harina ficou muito melhor e é a que eu recomendo.

1 xícara de milho verde fresco
1/4 xícara de água
1/2 xícara de óleo vegetal
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de masa harina [fubá]
4 ovos caipiras
2 colheres de coco ralado em flocos grandes
1 e 1/2 colher de chá de fermento em pó

Pré-aqueça o forno em 356ºF/180ºC. Coloque os seis primeiros ingredientes no liquidificador e bata muito bem por alguns minutos. Desligue o motor e crescente o coco ralado e o fermento. Misture delicadamente com uma espátula. Coloque numa forma untada com óleo. Leve ao forno por uns 30 minutos ou até a massa ficar dourada e o centro completamente cozido. Remova do forno, deixe esfriar e sirva. Essa receita faz um bolo pequeno, por isso usei uma forma de metal própria para tortas.

mini berinjela frita com molho de salmorejo

Eu não deveria comprar legumes no mercadinho ou no Farmers Market, onde vou basicamente pra comprar apenas frutas. Mas quando vejo os produtos tão bonitos, perco a capacidade de pensar e ser prática. É por isso que sempre acabo com mais ingredientes do que preciso, pois já recebo uma cesta orgânica lotada deles toda semana, sem falar das desovas que acontecem constantemente na cozinha do meu trabalho. Então foi assim que acabei com um monte de mini berinjelas, tão lindinhas, colhidas na horta da família do Laos que mantém um mercadinho numa estradinha nos arredores da minha cidade. Procurei por ideias diferentes para usa-las e essa receita me pareceu perfeita. Adaptei da berinjelona para as berinjelinhas. Só fiquei um pouco perturbada com a quantidade de leite desperdiçado, porque as berinjelas não absorvem tudo. Guardei o leite num vidro, pra quem sabe usar em receitas salgadas, ainda não sei se funcionará. Para fazer o salmorejo eu normalmente não sigo receita e coloco os ingredientes a olho no liquidificador. Mas estou colocando as quantidades exatas aqui, para quem não se sente tão confiante e aventureiro.

1 beringela grande [usei todas as pequenas, cerca de 1 quilo]
4 a 5 xícaras de leite integral
1/4 de colher de chá de sal
1 xícara farinha de milho amarela fina [usei cornmeal]
1 xícara de farinha de trigo
Óleo vegetal para fritar
para o molho:
1 e 1/2 xícaras de Pào amanhecido em pedaços
1 quilo de tomates maduros
1 dente de alho picado
3/4 colher de chá de sal
1/4 xícara de azeite de oliva extra virgem
1 colher de chá de vinagre de vinho xerez (preferível) ou vinagre de vinho tinto

Corte a berinjela em tiras, ou as berinjelinhas ao meio como eu fiz Combine 4 xícaras de leite e o sal em uma forma rasa grande e adicionar as berinjelas. Adicione o leite restante se precisar, para cobrir as berinjelas. Deixe de molho por pelo menos meia hora.

Para fazer o molho, coloque o pão num prato com água e esprema rapidamente. Coloque os tomates, o alho e 3/4 colher de chá de sal no liquidificador ou processador de alimentos bata bem. Com o processador rodando, adicione o pão e regue com o azeite. Adicione o vinagre e o sal. Transfira para uma tigela e leve à geladeira.

Misture a farinha de milho e farinha de trigo em um prato. Coloque uns 3 cm de óleo vegetal em uma frigideira grande e funda. Retire as berinjelas do leite, mas não seque. Rapidamente passe as fatias na mistura de farinha. Coloque as berinjelas empanadas no óleo quente e frite até ficarem douradas, virando uma vez. Escorra em papel absorvente e mantenha num forno aquecido enquanto frita as fatias restantes. Sirva imediatamente, acompanhado de molho.

⑀⑂ sonho meu ⑂⑀

Foi um sonho horrível, eu estava num restaurante que parecia asiático [vou simplificar] onde fizeram na hora esse prato pra mim, que levava um monte de coisas e mais uns mariscos, legumes ralados, um caldo quente e ovos crus, e tudo transbordava e parecia até bom, mas os ovos pelamordedeus, e eu tive que experimentar e o gosto da gema era muito forte, eu senti uma repulsa enorme, pois as gemas dos ovos eram quase branca e eu pensei—não são galinhas caipiras!