carne de jaca verde no molho de castanha de caju

Essa era uma receita antiga do Chucrute feita com frango. Ela foi arquivada, mas decidi fazer um revamp e veganizá-la. Ficou ótima! Na verdade, ficou muito melhor. Fiz com carne de jaca verde, que aqui compramos em lata, conservada na salmoura.

1 cebola média
2 colheres de sopa de tomate em purê [não é o concentrado – eu bati uns tomates no liquidificador]
50g ou 1/2 xí­cara de castanha de caju
1 colher de sobremesa de alho em massa [eu usei em dentes]
1 colher de sobremesa de garam masala [eu fiz o meu e tenho pronto]
1 colher de sobremesa de pimenta vermelha em pó
1/4 colher de sobremesa de açafrão da terra, cúrcuma, em pó
1 colher de sopa de suco de limão
1 colher de sobremesa de sal
1 colher de sopa de iogurte natural [usei o de coco]
2 colheres de sopa de óleo
2 colheres de sopa de coentro fresco picadinho
1 colher de sopa de uvas passas currants [são as bem pequenas]
280 gr de carne de jaca verde desfiada com as mãos [usei uma lata]
2 xí­caras de cogumelos frescos picados
1 1/4 xícaras de água

Num processador de alimentos coloque a cebola cortada em pedaços e moa por um minuto. Acrescente o tomate em purê, as castanhas, o garam masala, o alho, a pimenta, o limão, o açafrão da terra, o sal e o iogurte junto com a cebola moí­da. Misture bem por um minuto e meio.

Numa panela aqueça o óleo, coloque o fogo em médio e coloque a jaca desfiada. Refogue por uns minutos. Acrescente os cogumelos picados e refogue por mais uns minutos. Adicione a mistura dos temperos. Frite por dois minutos. Quando a misturar estiver mais ou menos cozida, acrescente metade do coentro, as passas, a água e deixe ferver. Tampe a panela e cozinhe em fogo baixo por dez minutos. Quando molho estiver bem grosso retire da panela, salpique com o restante do coentro e sirva com arroz basmati branco ou outro arroz que tiver. Eu tinha arroz integral.

sopa de cogumelo & missô

Vi essa receita no instagram do Origem Temperos. Eles têm uns produtos que parecem maravilhosos e fazem muitas receitas usando o missô. Essa eu adaptei um pouco e usei o missô de grão-de-bico. Eu tinha trazido muitos cogumelos pra casa, do meu voluntariado no Food Bank. Sequei a maioria deles e fiz essa sopa com os cabinhos—que eu sempre removo e reuso em caldo, e alguns cogumelos. Ficou uma sopa muito deliciosa!

Refogue uma cebola numa mistura e azeite e manteiga. Junte os cogumelos picados e refogue mais um pouco. Adicione um caldo de legumes ou mesmo água [foi o que fiz] e deixe cozinhar uns minutos. Coloque tudo no liquidificador, acrescente umas 2 colheres de sopa de missô de grão-de-bico, uma xícara de leite vegetal [usei o de aveia] e bata bem até formar um creme. Pode voltar pra panela pra esquentar levemente se precisar, mas não deixe ferver pra não perder as propriedades do missô. Sirva com ervinhas frescas. Eu servi com cebolinha picadinha e meus desidratados de cogumelos, que quebrei com as mãos por cima da sopa.

Os cogumelos desidratados apenas fatiei e coloquei no desidratador por 8 horas, mas eles podem ser feitos no forno bem baixo. Uma parte sequei ao natural e outra temperei com uma mistura de shoyo, gengibre fresco ralado, suco de limão, mirin, e um pouco de cebolinha picada.

dashi—caldo de alga & cogumelo

Aprendi a fazer esse dashi—um caldo de algas e cogumelos, que tenho usado em muitas variações. Nessa usei os cogumelos enoki e folhas de manjericão da minha horta de verão. Pode usar tudo o que quiser, legumes cozidos no vapor, tofu frito, brotos, ervas picadas, eteceterá.

4 folhas de kombu de 6 cm cada
3 cogumelos shiitake secos
3 cm de gengibre fresco fatiado
3 dentes de alho esmagados
1/4 de colher de chá de pimenta vermelha em flocos
7 xícaras de água fervendo

Coloque todos os ingredientes numa vasilha, cubra com a água quente. Tampe ou coloque um prato em cima da vasilha e deixe descansar por 30 minutos. Quando for usar o caldo, coe para remover todas as partes sólidas. Coloque o caldo numa panela e aqueça. Tempere com 1/4 xícara de mirin ou sake, 2 colheres de sopa de molho de soja e sal a gosto. Cozinhe qualquer macarrão asiático, ramen, yakisoba, soba, udon. Coloque o macarrão num prato fundo, cubra com o dashi e adicione legumes da sua preferência e tofu, decore com cebolinha picada, se quiser. Eu servi com cogumelos enoki grelhados e prensados [ponha uma panela pesada em cima deles enquanto grelha numa frigideira em fogo médio]. Decorei com folhas de manjericão frescas.

tacos com carnitas de cogumelos

Eu assisto vídeos dessa moça vegana no youtube. Ela tem umas ideias muito boas e essa das carnitas foi a melhor que já experimentei. Fica muito gostoso, os cogumelos desfiados e meio picantes! Fiz tacos improvisados com o que tinha na geladeira [não muito, depois das festas de final de ano]. Dá pra criar com ingredientes diversos.

500 gr de cogumelos trompete
2 colheres de sopa de óleo vegetal [*uso sempre o de semente de uva]
1/2 cebola cortada em tiras
4 dentes de alho picados
1 pimenta jalapeño sem sementes e cortada em tiras
1 colher de sopa de orégano seco
2 colheres de chá de cominho em pó
1 colher de chá de sal marinho
1 colher de chá de pimenta do reino moída na hora
suco de 1 laranja [cerca de 1/4 de xícara]
1 colher de sopa de aminos líquido ou molho de soja

na panela de pressão elétrica [instant pot]:
Desfie os cogumelos usando um garfo. Quanto mais comprido, melhor. Vai ficar com uma aparência similar a carne de frango cozida e desfiada. Reserve.

Refogue a cebola, o alho e a pimenta jalapeño no azeite na opção “refogar” da panela. Refogue até que as cebolas fiquem translúcidas e macias.Adicione os cogumelos, orégano, cominho, sal marinho e pimenta. Mexa bem. Adicione o suco de laranja e o aminos líquido ou molho de soja e mexa mais um pouco. Cancele o refogado, coloque a tampa no Instant Pot e coloque na opção de “pressão” por 5 minutos. Abra a panela quando a pressão baixar, tempere com mais sal se achar necessário. Remova os cogumelos da panela junto com o líquido acumulado e coloque em uma assadeira forrada com papel vegetal. Leve ao broiler [ou no forno alto, se não tiver broiler] por cerca de 15 minutos ou até que os cogumelos fiquem meio crocantes e dourados.

na panela comum:
Refogue tudo e ao invés da pressão, cozinhe por 30 minutos depois de acrescentar o suco de laranja e o aminos líquido. ou molho de soja. Coloque no forno por 15 minutos como nas instruções acima..

Esquente as tortillas no fogo ou numa frigideira e recheie como quiser. Eu usei o que tinha, cenoura ralada e folhas frescas de coentro. Mas vale tudo, repolho ralado, abacate, tomate, pepino, eteceterá, eteceterá.

stroganoff com cogumelo & vodca

stroganoff-cogumelo

Estou feliz que não sou a única “louca da panela de pressão elétrica” na blogosfera. A Heidi também comprou uma Instant Pot e tem testado muitas receitas. Essa de stroganoff de cogumelo me encantou. Fica pronto num instante e é simplesmente perfeita. Um stroganoff sem carne, mas que satisfaz plenamente. Ela usa leite de caju no final, mas eu substituí por sour cream.

1 colher de chá de sementes de alcaravia esmagadas
1/3 xícara de vodka
1 colher de sopa de azeite
1 cebola média picada
3 dentes de alho picados
500gr de cogumelos picados
2 colheres de sopa de purê de tomate
1 colher de sopa de farinha de trigo
2 colheres de mostarda de Dijon
3/4 colher de chá de sal marinho
1/4 – 1/2 colher de chá de pimenta do reino moída na hora
1 e 3/4 xícara de caldo de legumes ou de cogumelos
2 xícaras de macarrão seco
1/2 xícara de sour cream

Em uma tigela pequena, combine as sementes de alcaravia e a vodca e reserve. Salteie as cebolas no azeite no Instant Pot na configuração SAUTE em high por um minuto ou dois. Adicione o alho e os cogumelos e cozinhe por alguns minutos. Adicione o purê de tomate e depois a farinha de trigo, e cozinhe, mexendo delicadamente por mais alguns minutos, para deixar a farinha cozinhar um pouco. Adicione a mistura de vodka-alcaravia, a mostarda, o sal e pimenta do reino, o caldo e macarrão. Dê uma última mexida para distribuir o macarrão uniformemente, pressione CANCEL para parar o SAUTE.

Feche a panela e a válvula. Selecione PRESSION COOK (ou MANUAL) e calcule seu tempo de cozimento. Para fazer isso, consulte o seu pacote de macarrão, o tempo será metade do tempo de cozimento recomendado mais curto, arredondado para o minuto mais próximo. Por exemplo, o meu pacote de macarrão recomendou 9 minutos. Pegue o número 9, corte ao meio (4,5), arredondado para o número inteiro mais próximo (5). SET / ADJUST TIME – no meu caso, a 5 minutos. Quando terminar de cozinhar, com cuidado, mova a válvula para VENTING. Quando todo o vapor sair, abra a panela cuidadosamente e adicione o sour cream. Sirva com folhinhas de endro fresco.

torta de cogumelos [da Zulmira]

torta-cogumelos

Minha mãe me passou essa receita de uma amiga dela. Eu fiz com cogumelos crimini, mas pode usar qualquer tipo. Achei que essa torta ficou ultra saborosa, mas é pra ser feita numa ocasião especial, porque não é um prato exatamente leve [goodness abides—manteiga, creme, queijo]. Sirva com uma saladinha de folhas verdes pra contrabalançar.

massa:
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
1/2 colher de sopa de fermento em pó
1 ovo caipira
100 gr de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 colher de chá de sal

Peneire a farinha e o fermento. Faça um buraco no meio da farinha e coloque ali o ovo, a manteiga e o sal. Misture bem com as mãos até obter uma massa bem homogênea. Leve à geladeira enquanto prepara o recheio.

recheio:
2 cebolas pequenas raladas
1 colher de sopa de manteiga
2 dentes de alho espremidos
500 gr de cogumelos frescos cortados em fatias
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
2 colheres de sopa de suco de limão
150 gr de queijo prato ralado
1/2 xícara de creme de leite fresco
1 xícara de queijo parmesão ralado

Frite a cebola na manteiga até dourar. Acrescente o alho e refogue por um minuto. Junte os cogumelos, o suco de limão, sal e pimenta e refogue por uns dez minutos em fogo alto, para os cogumelos ficarem macios, mas sem soltar água. Adicione o queijo prato e o creme de leite e desligue o fogo.

Remova a massa da geladeira e coloque, apertando com as mãos, no fundo e lados de uma forma de fundo removível de 22 cm. Fure a massa com um garfo e leve ao forno pré-aquecido em 375ªF/ 200ºC por 10 minutos. Coloque o recheio, polvilhe com o queijo ralado e retorne ao forno por mais 10 ou 15 minutos. Remova do forno, deixe esfriar um pouco e sirva.

cogumelos & vagens [estilo asiático]

asian-mushrooms

Dei uma adaptada essa receita, trocando os tipos de vinagre, pois eu não tinha o da receita original [Chinkiang, o vinagre negro]. Usei o vinagre de ameixa, mas o de maçã também serve. E três tipos de cogumelos—oyster, crimini e shiitake. Ficou muito bom!

1 quilo de vagens
Sal Kosher a gosto
5 colheres de sopa de molho de soja
2 colheres de sopa de vinagre de ameixas [ou de maçã, ou o negro Chinkiang se achar]
2 colheres de sopa vinagre de arroz
1 colher de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de óleo vegetal
300 gr de cogumelos variados fatiados [*usei oyster, crimini e shiitake]
1/4 xícara de conhaque
1 cebola cortada em fatias finas
1 pimenta fresca cortada em fatias finas
2 dentes de alho cortados em fatias finas
2 colheres de sopa de molho de peixe
4 cebolinhas verde picadas

Numa tigela pequena junte o molho de soja, o vinagre de ameixa ou maçã, o vinagre de arroz e o açúcar, mexendo para dissolver o açúcar. Reserve. Aqueça 1 colher de sopa de óleo vegetal em uma frigideira grande em fogo médio-alto. Frite as vagens, mexendo com uma pinça, até elas ficarem chamuscadas. Transfira as vagens para um prato. Adicione a restante 1 colher de sopa de óleo à mesma frigideira e cozinhe os cogumelos, mexendo ocasionalmente por cerca de 5 minutos. Retire a frigideira do fogo e cuidadosamente adicione o conhaque. Retorne a frigideira para aquecer e incline-se para inflamar o conhaque. Assim que o conhaque parar de queimar, adicione a cebola, o alho, a pimenta, o molho de peixe, metade das cebolinhas e o molho reservado. Cozinhe por cerca de 3 minutos. Adicione as vagens fritas e misture bem. Transfira tudo para uma travessa, decore com o restante das cebolinhas e sirva.

thanksgiving dinner thanksgiving dinner

salada de espinafre com cogumelo [e molho de cominho]

spinach-mushroom

Sempre que vou no mercadinho da família do Laos, numa estradinha numa das saídas da cidade, compro mais coisas do que preciso. É porque eles sempre têm produtos plantados e colhidos na horta deles, no fundo da loja. Nesse dia foi o espinafre. Comprei um sacão e fiz essa salada da Deborah Madison. O molho foi o que me atraiu. A mistura de especiarias combinou perfeitamente com a frescura das folhas verdes e o sabor terroso dos cogumelos. Como exagerei na compra dos ingredientes, refiz essa salada mais duas vezes.

1 e 1/2 colheres de chá de sementes de cominho levemente tostadas na frigideira
1/4 xícara de suco de limão
1 colher de chá de raspas de raspas de limão
2 dentes de alho picados
1/2 colher de chá de páprica
1/2 colher de chá coentro em pó
1/2 xícara de azeite
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
500 gr de cogumelos frescos
1 maço grande de espinafres
1/4 de cebola roxa cortada em fatias
1/3 xícara de folhas de coentro fresco

Em um moedor de especiarias ou pilão moa bem as sementes de cominho. Em uma tigela pequena misture o suco e as raspas da casca de um limão e o alho socado com 1 colher de chá de sal. Misture o cominho, a páprica e coentro em pó. Em seguida junte o azeite de oliva.

Em uma tigela misture os cogumelos com metade do molho e tempere com sal e pimenta. Em outra tigela misture o espinafre com as cebolas, as folhas de coentro e o molho restante. Coloque tudo numa travessa, tempere com mais sal e pimenta se precisar e sirva.

soba de chá verde com tofu
berinjela & cogumelos

matcha-soba

Ainda estou recebendo berinjelas na cesta orgânica. São os resquícios do verão. Então ando correndo atrás de receitas diferentes para usá-las. Fiz esse soba já faz tempo. Sei que as receitas já não pipocam aqui com a frequência de antes, mas é que a minha vida ficou um pouco mais agitada do outro lado da tela. Prometi para a minha amiga Daniela que publicaria a receita, então aqui está! Não segui as instruções a risca, fiz uma adaptação, assando o tofu e a berinjela ao invés de fritar. Mas faça como quiser, porque a parte mais importante e imprescindível desta receita é o molho. Ele fica uma delícia e tenho certeza que deve combinar com outras misturas de legumes, com ou sem macarrão. Eu usei um soba de trigo sarraceno e chá verde [matcha], mas qualquer outro vale.

300 gr de tofu extra firme cortado em cubos
1 berinjelas cortada em tiras
1 1 1/2 xícara de cogumelos cortados
1/2 xícara de cebolinha picada
2 porções de macarrão japonês soba
Sementes de gergelim
Folhas de manjericão fresco
óleo de gergelim
para o molho
2 colheres de sopa de missô
2 colheres de sopa de mel
2 colheres de sopa de mirin [ou vinagre de arroz]
1 colher de chá de gengibre fresco ralado
2/3 de xícara de caldo de legumes

Cozinhe o macarrão al dente. Escorra e reserve. Misture todos os ingredientes do molho e reserve. Tempere o tofu e as tiras de berinjela com azeite e sal. Coloque em assadeiras cobertas com papel vegetal e leve ao forno pré-aquecido em 400ºF/ 240ºC até ficarem bem cozidos, meio crocantes por fora. Numa frigideira refogue os cogumelos num pouco de azeite. Junte a cebolinha. Numa travessa coloque o macarrão cozido, junte o tofu, a berinjela e o cogumelo. Tempere com o molho, salpique sementes de gergelim e as folhas de manjericão e sirva.

salada de cogumelo & salsão

mushroom-salad.jpg

Fiz a receita dessa salada duas vezes, a primeira vez sem as alcachofras [que decidi no último segundo usar em outra receita] e na segunda vez com um tipo de cogumelo diferente. Nas duas vezes adicionei folhas verdes, o que achei ter sido uma ótima decisão. Na primeira salada [representada na foto acima] usei cogumelos crimini e na segunda usei uns cogumelos japoneses chamados matsutakes, mas também conhecidos como pine. É uma salada com uma mistura deliciosa de sabores, para refazer muitas vezes.

1 e 1/2 colheres de sopa de suco de limão fresco
2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto
6 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem
3 colheres de sopa de salsinha picada grosseiramente
1 colher de chá de orégano fresco picado grosseiramente
1 dente de alho amassado
300 gr de cogumelos frescos
Sal kosher & pimenta do reino moída na hora
400 gr de coração de alcachofra cortados ao meio
4 talos de aipo cortados em fatias finas
Folhas verdes variadas
Queijo parmesão fatiado bem fino

Em uma tigela média misture o suco de limão com o vinagre. Adicione o azeite e bata até ficar um molho bem emulsificado. Adicione a salsinha, o orégano, o alho e os cogumelos, tempere com sal e pimenta e misture bem. Deixe descansar em temperatura ambiente por 15 minutos. Descarte o dente de alho. Numa travessa coloque as folhas verdes, as alcachofras e o aipo. Junte os cogumelos temperados, ajuste o sal e a pimenta, decore com lascas de queijo e sirva.