bolo de cenoura & nibs de cacau [com cobertura de chocolate]

bolo de cenoura

Outro dia fiquei com vontade de comer o bolo de cenoura brasileiro, o amarelinho com cobertura de chocolate. Por aqui essa versão não existe, só há aquela com nozes, passas e cobertura de cream cheese. Prefiro esse nosso, bolo de cenoura da minha infância. Fui procurar receitas e é basicamente a mesma coisa, com pequenas variações. Quis fazer um bolo um pouco mais rústico, usar um pouco de farinha de trigo integral e gastar um açúcar de coco que eu tinha guardado. Fiz essa daptação. Não fica um bolo super amarelinho, mas ficou muito bom. A cobertura de chocolate é uma que eu já fiz várias vezes, em outras receitas aqui no blog.

200 gr de cenouras cortadas em rodelas finas
1 xícara de óleo vegetal [*usei o de semente de uva]
4 ovos caipiras
1 xícara de açúcar mascavo [*usei o de coco]
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo comum
1/2 xícaras de farinha de trigo integral
1 colher de sopa de fermento em pó
Um punhado de cacau nibs

Pré-aqueça o forno a 400ºF /200ºC. Unte uma forma de bolo com óleo e polvilhe com farinha de trigo ou com açúcar. No copo do liquidificador coloque as fatias de cenoura, o óleo e os ovos e bata em velocidade alta por 3 minutos. Numa vasilha peneire juntos todos os ingredientes secos e misture com um batedor de arame. Acrescente o creme de cenouras, mexendo com uma espátula, até a massa ficar completamente homogênea. Junte as nibs de cacau. Despeje na forma preparada e leve ao forno por 20 minutos. Abaixe a temperatura do forno para 356ºF/ 180ºC e asse por mais 20 minutos. Quando o bolo estiver completamente cozido por dentro, remova do forno e deixe esfriar um pouco. Desenforme num prato e deixe esfriar completamente. Enquanto o bolo esfria, faça a cobertura de chocolate.

cobertura de chocolate
Raspas da casca de 1 laranja
1/4 de xícara de suco de laranja
100 gr de chocolate amargo [70 a 72%] picado
2 colheres de chá de azeite de oliva extra- virgem frutado
1/4 colher de chá de extrato de baunilha
1/8 colher de chá de sal fino

Combine as raspas, suco da laranja e chocolate em uma panela pequena. Cozinhe em fogo baixo até que o chocolate comece a derreter. Retire do fogo e mexa até que o chocolate esteja completamente derretido. Misture o azeite, a baunilha e o sal. Despeje numa tigela de vidro e deixe esfriar à temperatura ambiente durante 20 a 25 minutos. Misture algumas vezes com um batedor de arame antes de usar. Despeje sobre o bolo e alise com uma espátula.

aspargos com panko & avelãs

Comprei esse livro do chef Joshua McFadden de Portland, Six Seasons: A New Way with Vegetables e marquei absolutamente todas as receitas com ingredientes da primavera. Ele faz uma coisa muito legal, usando os ingredientes sazonais de uma maneira inteligente, então a gente não se depara com receitas pedindo morangos [primavera] e semente de romã [outono]. E tudo combina e fica gostoso, porque são produtos da mesma época. A primeira receita que fiz foi essa, de aspargos. Só troquei a farinha de pão pelo panko, e as nozes pelas avelãs. O aspargos é cru e, pra surpresa de todos, fica muito gostoso!

1/3 xícara de panko [ou farinha de pão]
1/2 xícara de queijo parmesão ralado
1/2 xícara de avelãs [ou nozes] tostadas e picadas
1 colher de chá de raspas de casca de limão
Sal Kosher e pimenta do reino moída na hora
Pimenta vermelha em flocos
500 gr de espargos
1/4 xícara suco de limão
1/4 xícara folhas de hortelã
Azeite extra-virgem

Coloque o panko [ou farinha de pão], o queijo parmesão, as avelãs [ou nozes] e raspas de limão em uma tigela grande. Adicione 1 colher de chá de sal, pimenta do reino moída na hora a gosto e 1/2 colher de chá pimenta vermelha em flocos. Misture bem.

Corte os aspargos em ângulo lateral, usando uma faca bem afiada ou um mandoline. Adicione os aspargos à mistura de panko. Adicione 1/4 de xícara de suco de limão e misture bem. Adicione as folhas de hortelã e 1/4 xícara de azeite e misture bem. Sirva imediatamente.

massa & molho de tomate cru [para fazer a melhor pizza]

Faz anos que eu e o Uriel estamos buscando a pizza feita em casa perfeita. Anos atrás eu aprendi uns truques com o meu irmão que virou o jogo da nossa pizza dos sábados à noite. Passei a colocar a massa crua com molho e queijo, mais os sabores extras, num forno extremamente quente—no meu coloco a 550ºF/ 288ºC. Nunca tentei ir mais do que isso, mas tenho que testar qualquer dia. Abrimos [Uriel] a massa bem fininha, que é como gostamos. E no forno super quente ela fica super crocante em 10 minutos. Também comecei a usar a mussarela fresca ao invés da comum. Acho que a pizza fica muito mais leve assim, também porque eu sempre coloco outras coisas em cima, como atum em lata temperado com limão em conserva, fatias de aliche, fatias de tomate, fatias de coppa ou de pepperoni de boa qualidade, pedacinhos de queijo de cabra, aspargos cozidos, abóbora assada, abobrinha crua, fatias finíssimas de erva-doce [que combina muito com o coppa], verduras cozidas, eteceterás, conforme a estação. Outro dia lendo uma edição da revista Bon Appetit vi muitas dicas legais numa reportagem com o chef Joe Beddia da Pizzeria Beddia em Philadelphia. O que eu mais gostei foi ele dizer que não cozinha o molho de tomate. Pra mim isso simplificou muito, pois eu refogava alho no azeite, juntava o tomate, sal, pimenta do reino e orégano e deixava reduzir. Fazia bastante e congelava as porções para várias semanas. Mas essa versão do Beddia não precisa de muita preparação, nem de fogão, e deixa a pizza ainda mais leve. Eu adorei e é a receita que venho fazendo desde então. Tenho feito o molho com tomate em lata orgânico, mas quando chegar o verão vou fazer com os tomates frescos.

Vou deixar aqui, novamente, a receita da massa que eu já faço há anos, sei até decor. Não sei onde achei essa receita, mas ela é perfeita e faz duas pizzas grandes [massa bem fina]. A receita do molho vem sem seguida.

para a massa:
1 xícara de de água morna
1 envelope [1 colher sopa] de fermento biológico seco [fermento de pão]
1 colher de chá de açúcar
1/4 colher de chá de sal
2 colheres de sopa de azeite
1/2 xícara de farinha de semolina
2 xícaras de farinha de trigo

Coloque a água morna, o açúcar e o fermento numa vasilha e deixe descansar por 5 minutos, até formar uma espuma. Junte o sal, o azeite, a semolina e a farinha de trigo e amasse bem com as mãos. Pode sovar, mas não precisa sovar muito. Cubra a vasilha com um pano e coloque num local escuro. Deixe a massa crescer por pelo menos 30 minutos ou por mais tempo.

para o molho:
2 dentes de alho finamente picados ou espremidos
1 lata grande de tomates orgânicos [sempre uso o Muir Glen]
2 colheres de sopa de azeite
1 e 1/2 colheres de chá de sal fino

Misture o alho, os tomates, óleo e sal em uma tigela média. Cubra e leve à geladeira por umas 3 horas. O molho pode ser feito com uma semana de antecedência e mantido refrigerado. O sabor irá se concentrar quando molho cozinhar com a pizza.

granita de chá verde & pêssego

tea-peach-granita

Quando o tempo começa a esquentar eu faço muitas infusões frias de chá para beber no trabalho. Coloco o chá, com um pouco de limão, num vidrão e bebo o dia todo. Uma das infusões que tenho feito é de chá verde. Comprei um da Tazo de chá verde com melissa, capim santo e hortelã. Num domingo eu já tinha uma jarra desse chá pronto e resolvi fazer uma sobremesa rápida. Bati o chá no liquidificador com fatias de pêssego [pode ser pêssego congelado] adocei e coloquei num pirex retangular. Levei ao congelador por algumas horas. Na hora de servir é só remover a mistura do congelador, raspar com um garfo e colocar as raspas numa tacinha com morangos picados no fundo. Eu adicionei uns tubinhos recheados com matcha na decoração, mas nem precisa. Sirva imediatamente e retorne o pirex com as sobras no congelador.

aspargos grelhados com chimichurri de alho verde

Estou comendo muitos aspargos desde que a temporada começou, há algumas semanas. Eu não sou boba e aproveito, enquanto eles estão abundantes, baratos e no pico do sabor. Esse aspargos são produzidos localmente aqui na minha região. Pra variar o onipresente aspargos grelhado, tenho feito receitas diferentes, como esta do NYT. Usei o queijo de cabra, ao invés do feta, pois era o que eu tinha. O alho verde também está abundante e tenho recebido semanalmente na minha cesta orgânica. Se não achar o alho verde, use o alho comum, ou cebolinha com a parte branca incluída [que eu pessoalmente preferiria ao alho comum].

3 colheres de sopa de alho verde finamente picado
1/2 xícara de salsinha finamente picada
2 colheres de chá de orégano fresco picado
[ou 1 colher de chá de orégano seco]
1/2 xícara de azeite de oliva extra virgem
Sal e pimenta do reino moída na hora
500 gr de espargos frescos
1 colher de sopa de vinagre de vinho tinto
100 gr de queijo feta [*usei de cabra]
Um punhado de azeitonas pretas
Flocos de pimenta vermelho a gosto

Faça o molho chimichurri: em uma tigela pequena misture alho verde picado, a salsinha, o orégano, o azeite e 1/4 xícara de água. Tempere a gosto com sal e pimenta. Coloque os aspargos em uma assadeira, regue levemente com azeite e polvilhe com sal. Transfira os aspargos para uma frigideira de ferro ou uma grelha que será colocada em cima de carvões em brasa. Eu fiz colocando direto na grelha da churrasqueira, sem carvão, só a gás. Funciona também grelhando sobre a chama do fogão, numa frigideira própria. Cozinhe os aspargos por 4 a 5 minutos, até eles ficarem levemente tostados nas pontas. Não deixe cozinhar muito, eles devem manter a cor verde forte. Coloque espargos cozidos em uma travessa. Adicione o vinagre no molho chimichurri e distribua generosamente sobre os aspargos. Decore com queijo feta e azeitonas, salpique com a pimenta vermelha e sirva.

aspargos com chimichurri aspargos com chimichurri

hamburger de lentilha

hamburger de lentilha

Adoro testar esse tipo de receita, que substitui a carne por grãos. Por muitos anos eu comprei hamburgers vegetarianos, que é um produto que abunda por aqui, até que um dia eu decidi ler a lista dos ingredientes. Nunca mais comprei. Mesmo os mais orgânicos e naturebas. Não vale a pena e fazendo em casa fica muito melhor. Esse era para ser bolinhos, mas eu fiz como hamburger. Os primeiros, cozinhei na chapa da churrasqueira, porque estava com pressa e não queria esperar meia hora pros hamburgers assarem. Guardei o resto da massa na geladeira, coberto com filme plástico, e no dia seguinte assei o restante no forno. Essa receita faz uma quantidade grande, então congelei alguns para levar na marmita. Achei que os que fiz na churrasqueira ficaram mais úmidos, no forno eles ficam mais secos, então é bom servi-los com um molhinho, pesto, ou chimichurri. Eu usei uma mostarda com whiskey e jalapeño que eu tinha na geladeira. Esses hamburgers de lentilha ficam extremamente saborosos!

2 xícaras de lentilhas
1/4 de xícara mais 2 colheres de sopa de azeite
1 cebola grande picada
2 cenouras picadas
2 talos de salsão picados
1 dente de alho picado
1 colher de sopa de tomilho fresco picado
2 colheres de chá de sal
3 colheres de sopa de extrato de tomate
250 gr de cogumelos fatiados
2 ovos caipiras grandes
1/2 xícara de queijo parmesão ralado
1/2 xícara de farinha de pão [*usei panko]
1/2 xícara de salsinha picada
1/4 de xícara de nozes finamente picadas

Combine as lentilhas e 2 litros de água em uma panela média e leve para ferver em fogo alto. Reduza o fogo e cozinhe até que as lentilhas estejam macias, mas não desmanchando, por cerca de 25 minutos. Escorra as lentilhas e deixe esfriar.

Coloque 1/4 xícara de azeite numa frigideira grande e refogue a cebola, as cenouras, o salsão, o alho, o tomilho e o sal fogo médio-alto, mexendo sempre, até que os legumes estejam macios e começando a dourar. Adicione o tomate e continue a cozinhar, mexendo por uns 3 minutos. Adicione os cogumelos e cozinhe, mexendo por mais 15 minutos, ou até que todo o líquido seja absorvido. Transfira a mistura para uma tigela grande e deixe esfriar completamente. Então junte as lentilhas à mistura de legumes. Adicionar os ovos, o queijo parmesão, a farinha de pão, salsinha e nozes. Misture tudo muito bem com as mãos e leve à geladeira por 25 minutos.

Pré-aqueça o forno a 400ºF/ 205ºC. Forre uma assadeira com papel vegetal ou alumínio e regue com as 2 colheres de sopa restantes de azeite. Faça os bolinhos e coloque na assadeira preparada. Leve ao forno e asse por 30 minutos. Deixe esfriar um pouco antes de servir.