lombo de porco com quinoa vermelha

lomboporco_quinoavermelha.jpg

Essa mistura de grão e carne ficou bem reconfortante. Fiz uma marinada pro lombo batendo no liquidificador bastante cebolinha verde, alho, sal e vinho branco. Deixei na geladeira de um dia pro outro. Fritei o lombo dos dois lados numa panela de ferro com um pouco de óleo e depois coloquei a panela tampada no forno médio. Assei por uns 40 minutos. Tirei do forno, deixei descansar por uns 20 minutos e cortei. Pra fazer a quinoa vermelha eu simplesmente refoguei um punhado de cebolinha verde picadinha [tenho um surplus delas] em uma colher de sopa de manteiga, crescentei a quinoa já lavada, refoguei um minuto—pra 1 xícara de quinoa vão 2 xícaras de água. Sal a gosto. Deixei ferver, abaixei o fogo e deixei cozinhar em fogo baixo com a panela semi-tampada até secar toda a água. Eu AMO essa quinoa!

sopa de lentilhas com pancetta

sopa_lentilha_pancetta.jpg

Cozinhe a lentilha com bastante água até que elas fiquem bem molinhas. Desta vez eu usei lentilhas espanholas Pardina. Numa panela separada frite a pancetta cortada em micro-cubinhos até elas ficaram tostadinhas. No meio tempo acrescente um dentão de alho picadinho. Jogue a pancetta frita com o alho na lentilha cozida, acresente sal a gosto e deixe cozinhar mais uns minutos. Antes de servir jogue um punhado de salsinha fresca picadinha.

quinoa aromatizada com limão

quinoa_limao.jpg

Tirei essa receita deliciosa da revista Gourmet de Novembro de 2007. É um prato bem simples, bom pra acompanhar coisas mais robustas. Duas dicas sobre a quinoa: antes de cozinhar, os grãos precisam ser muito bem enxaguados, com bastante água fria, pra tirar qualquer resquícito da cobertura de saponin que dá à quinoa um sabor amargo. A quinoa também deve ser guardada na geladeira, pois ela se deteriora facilmente mesmo não estando cozida—bem diferente de outros grãos que podem ser guardados por anos no armário, se os carunchos não aparecerem para aquela visitinha desagradável.

Para essa receita você vai precisar de 1 xícara de quinoa, que vai ser cozida por 15 minutos em 2 litros de água fervendo com uma colher de sopa de sal. Jogue a quinoa lavada quando a água começar a ferver. Depois coe a quinoa e prepare uma panela com um dedo de água no fundo, em fogo baixo, coloque uma peneira com a quinoa, cubra com um pano de prato e depois com a tampa. Deixe cozinhar por mais 10 minutos. Você pode também usar um steamer de metal ou de bambu. Remova a quinoa da peneira, coloque numa vasilha e mexa com um garfo até ela ficar bem afofada. Tempere então com 1 colher de chá de raspas de limão [usei mais que isso] e 2 colheres de chá de suco de limão [usei mais que isso] e 1 1/2 colher de sopa de azeite. Eu coloquei um pouco de sal também. Usei o limão meyer.

sopa picante de tomate e grão-de-bico

sopa_tomate_graobicoReceita da revista Martha Stewart Living, edição de novembro 2007. É uma sopa bem apimentada, eu recomendo diminuir a quantidade de pimenta, se você não quiser ficar naquele abafamento sudoral provocado por elas.

Spiced chickpeas and tomato soup
2 dentes de alho picados
3 pimentas secas picadas ou 1/2 colher de chá de pimenta vermelha seca
1 colher de chá de coriander [coentro] seco moído
3/4 colheres de chá de sal grosso
1/8 colher de chá de sementes de caraway [kümmel]
2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1 lata [15 ounces] de grão-de-bico, escorrido
1 1/2 xícara de tomate em lata, com o suco *usei o tomate orgânico assado da marca Muir Glen, que é uma das melhores
1/2 xícara de pimentão vermelho assado
3 1/2 xícaras de caldo de legumes ou de galinha feito em casa ou comprado, mas de boa qualidade
Sour cream e folhas de salsinha para decorar

Num pilão, amasse o alho com sal e temperos, até formar uma pasta. Numa panela, adicione o azeite e refogue a massa de alho por uns 3 minutos, até ficar macia. Adicione o grão-de-bico, o pimentão e o tomate. Refogue uns minutos, adicione o caldo e deixe cozinhar por uns 15 minutos. Desligue o fogo, deixe esfriar e então bata a sopa no liquidificador. Retorne à panela e esquente. Sirva com uma bolota de sour cream e uma folhinha de salsinha.

abóbora recheada com quinoa [e pecan]

pecanquinoasquash.jpg

A receita original do Epicurean era pecan and wild rice-stuffed squash, mas eu não tinha arroz selvagem, então resolvi usar a quinoa vermelha. E usei a butternut squash, que era o tipo de abóbora que eu tinha. Porque eu faço muitas coisas ao mesmo tempo, sempre acabo fazendo omissões na receita e desta vez esqueci de colocar a noz pecan, o que me fez lamentar muito depois, porque eu acredito que elas dariam um toque de classe extra à essa receita extraordinária. Mas mesmo sem as pecans, ficou ótimo! Enquanto eu comia, senti uma nostalgia das lojas de produtos naturais, daquelas que tinham lanchonete, como era a Mãe Terra, em São Paulo.

1 butternut squash cortada ao meio
1/2 xícara de arroz selvagem, quinoa ou buckwheat
* usei a quinoa vermelha inca
1 1/2 xícara de água
3 colheres de sopa de sálvia fresca
1/2 xícara de salsinha fresca
1 colher de sopa de azeite
2 talos de salsão picadinho
1/2 cebola [1 xícara] picada
1 colher de chá de manjerona seca *omiti por avoamento
1 colher de chá de pimenta do reino moída na hora * omiti por avoamento
1 pitada de nos moscada ralada na hora *omiti por avoamento
1 colher de chá de sal
3/4 xícara de pecan * omiti por avoamento

Pré-aqueça o forno a 400°F/205ºC. Forre uma forma com papel alumínio e coloque as duas metades da abóbora em cima. Asse por 20 ou 30 minutos, até a polpa ficar bem mole.
Enquanto isso faça a quinoa, misturando com água e levando ao fogo alto. Quando ferver abaixe o fogo e tampe a panela. Deixe cozinhar até secar toda a água.

Separadamente, refogue o salsão, a sálvia picada e a cebola no azeite. Acrescente a salsinha picada e os outros temperos que eu esqueci de pôr. Refogue bem e remova do fogo. Acrescente a quinoa, misture bem. Remova a abóbora do forno, com uma colher remova um pouco da polpa cozida, coloque numa vasilha. Amasse bem com um garfo e misture ao refogado com a quinoa. Moa as pecans num processador e junte à mistura de quinoa e abóbora [* não esqueça, como essa cabeçona que vos escreve]. Recheie as metades da abóbora e ponha novamente no forno, asse por uns 20 minutos ou menos.

sopa – simples – de lentilha

sopasimpleslentilha.jpg

O dia se dispersou, turvo pelo sofrimento imposto por uma famigerada dor de cabeça. Assim que a hora do jantar se avizinhou, veio o telefonema e a fatídica pergunta—você quer que eu pegue uma sopa lá no Nugget?

NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!

Você já sofreu todas as indignidades e frustações de passar o dia desmilinguida e incapacitada, e merece—digo MERECE, uma refeição decente. Mesmo que você mesma, convalescente, tenha que preparar. Dá licença. Foi assim então que jantamos a sopa de lentilha mais simples que se pode preparar.

1 xícara de lentilha lavada e escorrida – usei a beluga, que parece um caviar
1 litro de caldo de legumes
1 cenoura picada em cubinhos
1 talo de salsão picado em cubinhos
Casca de queijo parmesão cortada em cubinhos – aquela parte dura que não rala mais
Óleo vegetal para refogar
Sal a gosto
Cibouletes picadinhas.

Refogue a cenoura e salsão no óleo. Quando os legumes estiverem molinhos, adicione a lentilha. Refogue uns minutos, adicione o caldo de legumes, deixe cozinhar em fogo médio. No final acrescente os cubinhos de queijo e acerte o sal. Antes de servir jogue as cibouletes. Sirva com pãozinho torrado.

salada de trigo bulgur
[com queijo feta e pinoles]

bulgursalad.jpg

bulgur salad with feta and pine nuts
da revista Everyday Food de agosto, 2007
1/2 xícara de bulgur [trigo de quibe]
sal grosso e pimenta do reino
2 colheres de sopa de pine nuts [pinoles] tostados
4 colheres de chá de suco de limão
2 colheres de chá de azeite
1/2 xícara de feta cheese esmigalhado
1/4 cebola roxa picadinha
1/2 xícara de salsinha picada
1 pepino pequeno descascado e picado
Folhas de alface – não usei.
Deixe o bulgur de molho em 1 xícara de água fervendo com uma pitada de sal por meia hora. Coe pra retirar toda água. Faça um molho com o suco do limão, azeite, sal e pimenta. Acrescente o bulgur, o pepino, cebola e salsinha. Misture bem. Adicione o queijo feta e os pinoles. Misture bem e sirva sobre as alfaces, se quiser.

salada morna de quinoa, espinafre e shiitake

saladaquinoacogumelos.jpg

Essa receita saiu da edição de setembro de 2005 da revista Everyday Food. Apesar de ser servida meio quente, faz uma refeição bem leve. Ajudou a alimentar sem acrescentar aquele peso, pois eu já estava um chumbo com o acúmulo de uma sequência de pequenas chatices acontecidas no final do dia.

Warm Quinoa, Spinach, and Shiitake Salad
1/2 xícara de vinagre de vinho tinto
1/3 xícara de azeite
sal grosso e pimenta moída a gosto
1 quilo de cogumelo shiitake fresco, cortado em tiras * eu usei o crimini
1 1/2 xícara de quinoa
500 gr de mini espinafre * eu usei mini alface tipo romaine
250 gr de queijo feta em cubinhos

Ligue o broiler, ou um forninho ou grelha se nào tiver broiler. Numa vasilha misture o azeite, vinagre, sal e pimenta. Coloque os cogumelos numa assadeira e cubra com metade desse molho de vinagre. Misture bem e ponha no forno por uns 20 minutos, até os cogumelos assarem e ficarem bem sequinhos.
Enquanto isso prepare a quinoa. Lave os grãos muito bem, escorra e coloque numa panela com 3 xícaras de água e sal a gosto. Deixe ferver, abaixe o fogo, tampe e deixe cozinhar até absorver toda água.
Coloque o espinafre ou a folha verde que decidir usar numa saladeira. Adicione os cogumelos assados, a quinoa e jogue o restante do molho de vinagre. Misture e coloque o queijo feta. Sirva imediatamente.

grão-de-bico crocante com pão pita [crispy chickpea pita]

crispychickpeas.JPG

Mais grão-de-bico! Não resisti à essa receita que vi no website da Real Simple e resolvi gastar um estoque de latas do grão orgânico que comprei outro dia no Co-op. Faz um tipo de salada, mas o interessante dela é que o grão-de-bico é tostado antes no azeite.
Aqueça 2 colheres de sopa de azeite numa panela ou frigideira e adicione o grão-de-bico – usei duas latas. Vá mexendo sempre, até os grãos ficarem bem tostados. Retire do fogo. Coloque numa tigela, acrescente suco de limão, sal, pimenta e misture bem.

Numa outra tigela misture uns 2 tomates cortados em cubinhos, tempere com sal, pimenta e bastante salsinha picada. Eu misturei o grão-de-bico nessa salada de tomate. Sirva em cima do pão árabe – pita bread – levemente tostado na frigideira de ferro, ou no forno, com hummus e iogurte grego. Pode adicionar umas gotas de Tabasco na salada, mas eu infelizmente esqueci de fazer isso.

Hummus. Como eu não tinha pronto, fiz rapidinho no liquidificador: grão-de-bico, suco de limão, sal, flocos de pimenta vermelha, uns dentes de alho assado e bastante azeite, até dar ponto. Normalmente eu coloco um pouquinho de Tahini no meu hummus, mas nesse dia também esqueci de adicionar esse ingrediente.