excuse me

Tem coisa mais chata que ser pega com a boca na botija, comendo algo, com farofa no cantinho da boca, iogurte pingado na ponta do queixo, qualquer coisa colada no dente, não te deixando falar direito? Mas tem sempre aquela pessoa inconveniente que se aprochega bem na hora agá e não se toca que você está com um saco de bolachas numa mão e uma delas mordida na outra, sem falar nas migalhas espalhadas pelo seu suéter preto. Vai chegando e nem repara que você está segurando a colher suja de iogurte e que o copinho está pingando, já puxa um papo descontraído, pergunta como você vai, comenta do frio, conta do gato. E você ali com a colher suspensa, com a boca suja, sem saber o que fazer com as mãos, tendo que responder, tentando não espirrar o que está na boca, procurando manter a pose durante os minutos mais ridiculamente longos do seu dia.

19 thoughts on “excuse me”

  1. Pois é, quando estava na faculdade (eu estudava à tarde)ao o professor começar sua aula percebi que estava com um pedaço verde, da salada do almoço, grudado no dente. Que fazer? Não tive coragem e nem jeito de avisá-lo, no decorrer da aula o “objeto” se soltou e sumiu.Ele era um tipo assim meio metido e aquilo fez com que mais uma vez eu entendesse que somos todos iguais suscetíveis aos mesmos problemas. Grande abraço.

  2. Como é que eu fico? Morta de raiva! Ô falta de semancol desse povo, sô! Tem gente muito enxerida mesmo! Ainda ter que ouvir ” ah! te peguei no pulo!” , O pulo era o requeijão de cheddar no cantinho da boca… E eu nem dei intimidade pra me falar assim!! Quase, quase mandei ele ir à m….
    Só não falei pq ele era advogado e eu funcionária da OAB!!! Mas a minha cara disse tudo! Total silêncio!Pq se eu abrisse a boca iria mesmo era ROSNAR!!

  3. O que eu me ri, Fer! Muito bem escrito. E já agora, aproveito para dizer o que realmente me deixa aborrecida e vai acontecendo por diversas vezes. Os coleguinhas daqui, não sei porque razão, insistem em olhar para a minha comida, durante o almoço. Eu, com a minha caixinha, ali no meu cantinho e alguns deles, ficam a olhar para a minha comida como se fossem uns esfomeados quando eles próprios têm a deles. Depois, de vez em quando, um deles, pega no garfo e tira comida do prato do outro. Será que é por isso que olham para a minha comida? Na esperança de ganhar coragem para me “assaltar” o prato? Lol
    Outra coisa que me deixa imensamente chateada é quando tenho alguma coisa no dente, daquelas escuras tipo feijão preto ou então verde, da sopa que acabei de comer. E chateia-me que as pessoas continuem a falar connosco como se nada se passasse, sem nos alertar que temos algo no dente. Passadas horas, quando vamos ao wc e olhamos o espelho é que percebemos que falamos e falamos com aquela pinta pendurada no dente! Por vezes, em brincadeira com tom de raiva ainda costumo comentar: não há bela sem senão, né? Os meus dentes perfeitos têm esta contra-indicação! eheheh… e ainda têm a cara de pau de dizer que não repararam quando se notava a quilómetros de distância! Pronto, desabafei! :o)
    Beijos

  4. Hahaha!!! É por isso q eu e o marido, q trabalhamos na mesma empresa, sempre tentamos comer fora. Almoçar no restaurante da “firma” é um saco, pq sempre acontece isso. E o q é pior, nunca para um papo descontraído, sempre pra falar de trabalho. Mas a parte mais chata são aquelas pessoas q insistem em te cumprimentar com um beijinho, mesmo vc estando com a boca cheia de arroz e feijão!

  5. hahhahahahahhahhhaahha
    Ontem mesmo fui provar uns doces num fornecedor. e bem quando eu estava com meio bem casado na boca a moça comeca a me encher de perguntas, sobre quantidade de brindes que eu vou querer, data e etc… uó!
    Não satisfeita no final da entrevista ela me vira e diz: mas vc não provou as amendoas glaceadas! Prova uma são da conchinchina (não me lembro realemnte daonde ela falou). E eu educadamente botei uma na boca, e tcharam! La vem a pessoa toda simpatica me abracar e dar beijinhos de tchau e eu com aquela amendoa dançando na minha boca.

  6. Tem uma coisa que, pelo menos pra mim, é pior…
    Imagine que vc deu uma mordidona num sanduíche, ou encheu a boca, numa bela garfada, de alguma comida muito boa e em seguida, assim que vc comecou a mastigar, toca o telefone. E é pra vc. E nao tem ninguém por perto pra atender. E é uma ligacao importante…
    Já aconteceu comigo váaaarias vezes. E eu sempre quero sumir quando isso acontece!

  7. ahahaha… é como quando tu desces ao térreo prá pegar o jornal na caixinha de correspondência, de pijama e chinelo, meio descabelada, com cara de pastel, achando que é muito cedo prá ter gente acordada no domingo de manhã e quando a porta do elevador se abre tu te dás de cara com o vizinho “solteiro” mais lindo do prédio! ahahahahahahahahah!

  8. Isso aconteceu comigo ontem. eu nao estava comendo mas estava chegando com uma torradinha quentinha para tomar o meu cafe da manha e o infeliz chegou sem se importar. Educadamente perguntei se ele poderia me dar 5 minutinhos para mim tomar meu cade. percebo que ele ficou envergonhado e pediu desculpas. tudo questao de bom senso e tem vezes que eu acabo falando.

  9. Ah, eu continuo a mastigar lentamente e faço um sinal para esperar. Limpo o cantinho da boca, se necessário. Normalmente a pessoa pede desculpas depois, mas não que eu ligue assim pra isso.

Deixe a sua pitada: