Irish Cream Bars

IrishCreamBars.JPG

Minhas incursões pelas terras das sobremesas nem sempre são bem sucedidas. Eu persisto, mas há muito o que aprender ainda. Sem falar que não somos muito chegados em coisas açúcaradas. Quando encontro uma receita que por um motivo ou outro me interesse, fico sempre animada para experimentar, especialmente se ela for fácil!
Essa é do site da Betty Crocker que por acaso eu tenho na minha personal page do Google. Eu não tenho muita afinidade com a BC, mas gostei dessa receita das barrinhas com o Irish cream. Fiz e vou ser sincera, ficam bem gostosas, mas um pouco doces demais pro meu gosto. E ficam com um sabor bem acentuado do licor, então meu maridô não vai gostar. Mais um doce encalhado, êta lasca, a não ser que eu conte com a ajuda do Super Gabe!

Irish Cream Bars
3/4 xícara de farinha de trigo
1/2 xícara, 1 barra de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/4 xícara de açúcar de confeiteiro
2 colheres de sopa de cacau em pó, sem açúcar
3/4 xícara de sour cream
1/2 xícara de açúcar
1/3 xícara de licor Irish cream – Bailey’s ou similar
1 colher de sopa de farinha de trigo
1 colher de chá de baunilha
1 ovo
1/2 xícara de chantily
Chocolate granulado, se quiser – eu não usei

Pré-aqueça o forno em 350ºF/180ºC.

Numa vasilha misture os 2/3 xícara de farinha, a manteiga, o açúcar de confeiteiro e o cacau. Amasse bem com os dedos até formar uma massa meio grudenta. Forre uma forma quadrada ou retangular com papel alumínio, coloque a massa espalhada e asse por 10 minutos.

Numa outra vasilha prepare o creme, misturando com um batedor de arame o restante dos ingredientes – sour cream, Irish cream, ovo, farinha, açúcar, baunilha. Coloque sobre a massa assada e asse por mais 20 minutos, até o creme assentar. Deixe esfriar, cubra com plástico e leve à geladeira. Deixe gelar por pelo menos 2 horas antes de cortar. Decore com chantily e chocolate granulado, se quiser e sirva.

earl grey pots de créme

earlgreypotcreme.JPG

Ainda estou com a idéia do Caramel Pots de Créme na cabeça, mas folheando uma Martha Stewart Living de Maio de 2003, me deparei com essa receita fantástica dos Potes de Creme de Earl Grey. Esses potes são umas fofuras, geralmente parecendo uma mini-panela com tampinha. Na falta dos originais, fiz numa xícara de chá, mas pode ser feito em potinhos comuns de sobremesa, desde que possam ir ao forno. Gostei dessa receita também porque ela só faz quatro potinhos, o que é uma quantidade mais que suficiente para duas pessoas. Aqui em casa as sobremesas sempre sobram.

Earl Grey Pots de Créme
1 xícara de creme de leite fresco – heavy cream
1 xícara de leite integral
2 colheres de sopa de folhas de chá Earl Grey
4 gemas de ovos
1/2 xícara de açúcar
1/2 colher de chá de raspas de limão bem fininhas
1/8 de colher de chá de sal

Numa panela pequena misture o creme de leite, o leite e as folhas de chá. Leve ao fogo médio e deixe ferver. Apague o fogo, tampe e deixe descansar por no mínimo 30 minutos.

Pré-aqueça o forno em 325°F/165ºC.

Numa vasilha média bata bem as gemas com o açúcar, as raspas do limão e o sal. Aqueça novamente a mistura do chá e coe numa peneira bem fininha por cima da mistura de ovos. Bata bem, até ficar uma mistura bem cremosa.

Arrume os potinhos ou xícaras num refratário fundo. Coloque água fervendo até atingir metade dos potinhos. Distribua o creme igualmente nos quatro potinhos. Cubra com papel alumínio bem fechado. Faça dois furos no papel, para o vapor escapar. Asse nesse banho-maria por 30 minutos/

Remova o refratário do forno coloque os potinhos numa grade para esfriar. Deixe gelar bem e sirva.

*nota: o Earl Grey tem uma história peculiar na minha família. durante toda a sua adolescência, o Gabriel bebia esse chá com a maior abundância e pose por causa de um de seus ídolos, o Capitão Jean-Luc Picard. meu filho era [ainda é? não sei!] um trekkie.

panna cotta de iogurte com morango

pannacottamorango.JPG

Eu não tenho muito jeito para fazer sobremesas com gelatina – não sei por que, mas sempre saí algo errado. Mas quando vi essa receita de yogurt panna cotta with raspberries fiquei tentada a me aventurar com o pozinho de gelatina. Achei uns morangos orgânicos no Farmers Market e foi a única coisa que mudei na receita. O resto, segui à risca. O resultado foi excelente! Ficou muito leve e o morango deu um toque especial. Gostei dessa receita porque vai iogurte grego, que eu acho uma delícia. Também gostei pois a quantidade é pequena, deu quatro potinhos e não foi difícil acabar com eles.
1 1/2 xícaras de iogurte grego
1/2 xícara de creme de leite – light cream [half-n-half]
1 1/4 colheres de chá de gelatina em pó sem sabor
2 colheres de sopa de água
3 colheres de sopa de açúcar
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 xícara de morangos frescos
Coloque os morangos picados distribuidos igualmente no fundo de quatro potinhos. Numa vasilha misture bem o iogurte e o creme de leite. Numa outra vasilha misture a água e a gelatina e ponha no microondas por uns 30 segundos. Misture o açúcar e a baunilha. Ponha essa mistura de gelatina no creme de iogurte. Misture bem com o batedor de arame e despeje nos potinhos. Ponha na geladeira até ficar firme.
>>para substituir o iogurte grego, use iogurte natural escorrido num paninho, igual se faz coalhada seca. o half-n-half tem a textura de um creme de leite fresco diluído num pouco de leite.

Operação Resgate: as pêras

tortadepera.JPG

Que atire a primeira pedra aquele que nunca deixou uma fruta estragar na cesta. Infelizmente eu faço muito disso, porque não guardo nenhuma fruta na geladeira, nem mesmo durante o verão. Então vira e mexe tenho que acionar a Operação Resgate para bananas, maças, morangos. Ontem foi a vez das pêras. As pobres coitadas estavam quase se desmilinguindo e achei que precisavam urgentemente virar uma torta.

Assim então, sem paciência de procurar receita de torta de pêra, resolvi fazer a minha própria, de cabeça – oh, não, DANGER WILL ROBINSON, DANGER!!

Peguei uma caixa de massa para torta pronta [usei Pillsbury, mas qualquer uma serve]. Forrei uma forma funda com uma das rodelas da massa. Descasquei e cortei todas as pêras quase desfalecidas em fatias. Preparei um molhinho com os seguintes ingredientes:

1 xícara de leite integral
1 ovo
1 colher de sopa de maizena
1/4 xícara de açúcar
1/4 xícara de vinho marsala seco

Engrosse num creme em fogo médio. Misture as pêras ao creme e coloque tudo na forma forrada com a massa. Cubra com outra rodela de massa, faça cortes com a faca e decore com açúcar demerara. Asse em forno pré-aquecido em 365ºF/180ºC por 45 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. Essa torta fica melhor servida fria, de preferência no dia seguinte.

pudim de arroz
com chocolate & avelã

ricechocolatepudim.JPG

Eu tenho um problema com sobremesas, mas tenho como objetivo melhorar nesse quesito, então eu insisto. Vi essa receita na mesma revista MSL da massa de pizza, que achei no meio de uma das pilhas que ficam nos banheiros e achei interessante. Gosto de tudo que leva álcool e eu tenho um frasco cheio de avelãs que não consigo gastar – então essa receita veio a calhar. Fiz, com apenas um errinho – esqueci de adicionar um ingrediente, que inicialmente achei que não iria fazer falta, mas talvez fizesse. Não sei. Achamos o pudim um pouco pesado e muito chocolatudo pro nosso gosto. Não conseguimos comer um potinho inteiro. Bom, servi a sobremesa depois da pizza, talvez tenha sido isso o problema. Achei que a textura fosse ficar mais cremosa. Portanto façam com todos os ingredientes e me digam o que acharam. Eu esqueci de misturar o iogurte. Essa receita é para ser light.
Chocolate-Hazelnut Rice Pudding
serve 6
2 colheres de sopa de cacau em pó sem açúcar
1/2 xícara, mais 2 colheres de sopa de açúcar
Uma pitada de sal
5 xícaras de leite desnatado [eu não tinha, useo o integral – bye-bye lightness!]
1 colher de sopa de manteiga sem sal
1 xícara de arroz Arborio ou outro tipo de arroz de grão curto
1/4 xícara de licor Frangelico
2 oz/ 60 gr de chocolate meio amargo cortado em pedaços
1/4 xícara, mais 2 colheres de sopa de iogurte natural desnatado, de preferência o grego
Avelãs torradas e moídas para decorar
Misture o leite, cacau, açúcar e sal numa panela e leve ao fogo médio, mexendo com o batedor de arame até levantar fervura. Numa outra panela derreta a manteiga em fogo médio, adicione o arroz mexendo constantemente até ele ficar translucido. Junte a mistura de leite e chocolate e deixe cozinhar, mexendo de vez em quando, por uns 30 minutos ou até o arroz absorver todo o liquido. Retire do fogo, adicione o licor Frangelico e os pedaços de chocolate, mexendo sempre até o chocolate derreter completamente. Deixe esfriar e refrigere. Na hora de servir misture 1/4 xícara de iogurte, coloque o pudim nas cumbucas pequenas, decore com o restante do iogurte e as avelãs torradas.

bananas flambadas ao rum

Minha inquilina passou o final de ano no Caribe e me trouxe de presente uma garrafa de rum e uma caixa de charutos feitos a mão na República Dominicana. Eu agradeci e pensei —o que vou fazer com isso? Os charutos eu ainda não sei, mas com o rum eu decidi fazer algumas comidinhas. A primeira delas veio rapidinho enquanto eu pesquisava receitas com a bebida.

rumdominicano.jpg

Bananas Flambadas ao rum
4 bananas maduras e firmes cortadas ao meio no sentido do comprimento
2 colheres de sopa de manteiga sem sal
1/4 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de rum escuro
Crème fraîche ou sour cream para acompanhar
Numa frigideira larga derreta a manteiga e o açúcar, mexendo bem. Adicione as bananas e frite dos dois lados. Vire com cuidado para elas não quebrarem.
Adicione a xícara de rum e flambe – muito cuidado nessa hora – até todo o álcool evaporar. Sirva imediatamente com uma colher de creme no topo.

bananaflambada1.JPG bananaflambada2.JPG

clafoutis de pera e cereja seca

Ainda estou muito desanimada, com sintomas dessa gripe que não se manca e não se pirulita. Passei o final de semana quietinha, enfurnada. Hoje resolvi dar uma organizada nas minhas revistas, especialmente as MSL, que são as que eu mais uso pra receitas. Fui marcando com post-its cor de abóbora as páginas com idéias interessantes. Numa delas a receita não só era interessante, como deliciosa, rápida e FÄCIL, e eu tinha todos os ingredientes. U-la-la! Saí do meu retiro de pessoa adoentada e fui pra cozinha fazer o clafoutis com pêras e cerejas secas.

pearcherryclafouti.JPG

Pear and dried cherry clafoutis da edição de outubro de 2005 da revista Martha Stewart Living. Clafoutis é uma clássica sobremesa francesa com uma textura semelhante a uma mistura de pudim assado com panqueca. Pode ser servida no dia seguinte, quente ou fria.

Pré-aqueça o forno em 400ºF/205ºC. Unte uma forma redonda de cerâmica com manteiga e depois com farinha de trigo. Coloque 1/2 xícara de cerejas secas de molho num dedo de água fervendo e deixe por uns 10 minutos. Enquanto isso corte 1 pêra grande Anjou {eu usei duas Bartlett médias] em fatias e ajeite na forma. Eu deixei a casca. No liquidificador bata:

2 ovos
1/4 xícara de açúcar
1 colher de chá de extrato de baunilha
3/4 xícaras de creme de leite fresco [heavy cream]
3/4 xícaras de leite integral
1/4 xícara de farinha de trigo.

Derrame essa massa sobre as pêras já arrumadas na forma, escorra as cerejas da água e salpique por cima da massa. Asse por 25 minutos. Retire do forno quando a massa estiver dourada e deixe repousar por 15 minutos antes de servir. O clafouti pode ser refrigerado em container bem fechado por no máximo 1 dia.

driedcherries.JPG

as sobremesas do Ano Novo

Quando há uma festa ou eu tenho visitas, sempre fico animada para experimentar receitas novas e fazer coisas que normalmente não faço, como sobremesas. Para o Ano Novo decidi fazer uma pumpkin pie, porque o meu irmão e minha cunhada adoram essa torta. E quis experimentar uma torta de chocolate e pêra.

tortasanonovo1.JPG

Pumpkin Pie
da edição de novembro da revista Martha Stewart Liviing
Prepare a massa – graham crust
2/3 xícara de farinha de trigo
1/3 xícara de farinha de trigo integral
3 colheres de sopa de germe de trigo ou pepitas [sementes verdes de abóbora] tostadas
1/2 colher de chá de sal
1/4 colher de chá de canela em pó
1 tablete de manteiga sem sal, amolecida
1/3 xícara de açúcar mascavo
No food processor misture as farinhas, o germe ou pepitas, sal e canela. Adicione a manteiga e o açúcar, misturando até a massa ficar bem consstente. Forre a forma redonda, leve ao freezer por 15 minutos e então asse em forno pré-aquecido em 350ºF/176ºC até ela ficar dourada.
Prepare o recheio:
1 abóbora pequena assada – remover casca e sementes, usar só a polpa
3 ovos ligeiramente batidos
3/4 xícara de açúcar mascavo
1 colher de sopa de maizena [eu omiti]
1/2 colher de chá de sal
1/4 colher chá de allspice
1 pitada de pimenta cayenne em pó
1 pitada de cravo em pó
1 1/2 xícaras de leite evaporado [evaporated milk]
Bata todos os ingredientes no food processor. Deixe descansar por 20 minutos. Coloque essa mistura na massa já assada e coloque novamente no forno em 325ºF/162ºC por 40 minutos. Sirva em temperatura ambiente ou gelada. Eu servi com chantily feito com creme de leite fresco.

tortasanonovo2.JPG

Chocolate Pear Tart
da edição de dezembro da revista Everyday Food
1 tablete de manteiga sem sal na temperatura ambiente
1 xícara de amendoas sem pele
3/4 xícara de açúcar
3 ovos
1/3 xícara de cacau
1 colher de chá de extrato puro de baunilha
1/2 colher chá de sal
3 pêras [Bartlett] bem firmes
Pré-aqueça o forno em 350ºF/176ºC. Unte uma forma redonda com o fundo removível com manteiga. No food processor misture as amêndoas e o açúcar. Moa bem fininho. Adicione a manteiga, cacau, baunilha, sal, e misture bem. Coloque a massa na forma untada. Descasque as pêras e corte em fatias. Vá arranjando as fatias sobre a massa de maneira decorativa. Coloque a forma numa assadeira plana e asse por 40 minutos. Desenforme depois de fria e sirva. Parece um brownie bem fino, com as fatias da fruta – perfeito!!

Raspberry Trifle

Uma sobremesa do jeito que eu gosto, deliciosa e fácil de fazer! Veio na edição de dezembro da revista Everyday Food. Foi um sucesso absoluto!

raspberrytrifle1.JPG raspberrytrifle2.JPG
raspberrytrifle3.JPG raspberrytrifle4.JPG

1/2 xícara de flocos de coco
1/2 xícara de dry sherry [eu usei Cointreau]
2 pacotes de framboesa congelada [350gr cada]
2 colheres de chá de raspas de limão
2 xícaras de creme de leite fresco [heavy cream]
1/4 xícara de açúcar
2 pound cake [350 gr] cortado em fatias – eu usei 2 liqueur cakes com Cointreau de 400gr cada]
1/3 xícara de amêndoas em fatias

Pré-aqueça o forno em 350ºF/176ºC. Torre os flocos de coco por 6 minutos. Reserve. Numa vasilha misture as framboesas descongeladas, o limão e o sherry [eu usei Cointreau]. Reserve. Bata o creme e o açúcar na batedeira até ficar bem firme. Reserve. Forre uma vasilha de vidro com uma camada de fatias de bolo, coloque por cima uma camada da mistura de framboesa, cubra com uma camada do creme batido, coloque outra camada de bolo, outra da framboesa, outra do creme e salpique com o coco em flocos tostado e as amêndoas. Cubra com um filme plástico e leve à geladeira. Quanto mais tempo ficar gelando, mais gostoso fica. Pode ser servido dois dias depois, se acaso sobrar….

pudim de pão com molho de whiskey

Essa foi a sobremesa que levei pro jantar na casa da minha amiga. Um pudim de pão de New Orleans. Ele não só fez sucesso porque ficou delicioso e se destacou das outras tortas compradas prontas, como todos adoraram falar o seu longo nome – creole bread pudding with whiskey sauce, pondo ênfase, claro, no whiskey sauce! Esqueci de tirar uma foto. Mas garanto que o pudim ficou bonito e com um sabor incrível. Tirei essa receita da edição de novembro de 2006 da revista Cottage Living.

Creole Bread Pudding with Whiskey Sauce
Manteiga derretida para untar a forma
4 xícaras de pão francês amanhecido [usei o puglisese] cortado em cubinhos bem pequenos
4 xícaras de leite integral – usei somente 3 e achei que 4 seria muito.
4 ovos grandes levemente batidos
2 xícaras de açúcar
2 colheres de sopa de extrato de baunilha
1/2 xícara de passas ou damascos secos cortados em cubos [usei cranberry seca, afinal era Thanksgiving!]
1 maçã pequena, cortada m cubinhos

Pré-aqueça o forno em 350ºF/176ºC. Unte uma forma funda com a manteiga. Eu usei uma retangular. Coloque os cubinhos de pão numa vasilha grande e cubra com o leite. Numa outra vasilha bata o açúcar, ovos e baunilha. Jogue na mistura de pão e leite. Acrescente as passas/damasco/cranberry seca a maçã em cubinhos. Misture bem e coloque na forma untada. Asse por 1 hora e meia.

Prepare o whiskey sauce:
Numa panela coloque:
1 ovo grande
1/2 xícara de açúcar
1 colher de chá de maisena
1 xícara de half-and-half [que eu acredito ser um creme de leite fresco diluído no leite] ou de leite evaporado
Leve ao fogo médio, batendo sem parar com o batedor de arame até o molho engrossar. Tire do fogo e adicione:
1 colher de sopa de whiskey
1 colher de chá de extrato de baunilha

Misture bem e sirva com o pudim de pão. O molho e o pudim devem ser servidos morninhos.