picolé de damasco & rosa

damasco-rosa

Pra usar uns damascos frescos que estavam explodindo de maduro—bati as frutas no liquidificador com um pouquinho de iogurte natural [usei o filmjölk, um iogurte líquido sueco], um pouquinho de açúcar e umas gotas de água de rosas. Coloquei nas forminhas, deixei no congelador de um dia pro outro, desenformei e hmmm!

galette de damasco [fresco]

apricot-gallete

Fui sozinha colher damascos na fazenda orgânica. O fazendeiro me contou que metade das árvores do pomar estão morrendo por causa de uma doença chamada phytophthora. Fiquei tão triste com essa notícia. Esses damascos são os mais deliciosos que já comi, não tem melhores. Sem mencionar o fato de que vou eu mesma colher e eles não poderiam ser mais fresquinhos. Com parte da primeira leva que colhi fiz essa galette da Elise, mas sem as cerejas. Ficou uma delicia, comemos de sobremesa e de café da manhã.

para a massa:
1 xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de açúcar
1/2 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de sementes de erva-doce levemente trituradas no pilão
8 colheres de sopa de manteiga cortada em cubinhos
1/4 xícara de sour cream
açúcar demerara [ou cristal] para polvilhar
para o recheio:
1/2 quilo de damascos sem caroço e cortado em fatias
1/4 xícara de açúcar
1 colher de chá de raspas de limão
1 colher de chá de amido de milho
1/4 colher de chá de extrato de baunilha

Faça a massa misturando a farinha, o açúcar, o sal e sementes de erva-doce em uma tigela grande. Adicione a manteiga e trabalhe a manteiga na farinha com as mãos até que a mistura se assemelhe a uma farofa grossa. Faça um buraco no centro e adicione o sour cream. Misture bem até formar uma massa homogênea. Faça um disco com a massa leve à geladeira por 1 hora antes de abrir.

Misture os damascos com o açúcar, as raspas de limão, o amido de milho e a baunilha. Misture delicadamente e reserve. Pré-aqueça o forno a 375°F /190°C.

Abra a massa e transfira para uma assadeira forrada com papel vegetal. Coloque os damascos no centro e dobre as bordas da massa para dentro cobrindo parte das frutas. Pincele a massa com um pouco de creme de leite [ou leite] e salpique com o açúcar cristal. Leve a galette ao forno e asse por 40 a 45 minutos, ou até o recheio borbulhar e a massa dourar. Remova do forno, deixe esfriar completamente e sirva.

apricot-gallete fresh-apricots

panna cotta de iogurte
[com purê de damasco]

No ano passado conhecemos umas das nossas vizinhas, um casal de moças simpaticíssimas, num evento de final de ano organizado por um casal da rua ao lado. Desde então estávamos tentando combinar um jantar juntos, trocamos muitos textos e finalmente decidimos por uma noite de pizza num sábado aqui em casa. Fazer pizza pra mim é mel na sopa, faço tudo sem receita, já tenho o esquemão, sei que vai ficar bom e nem esquento a cachola. Só tive que realmente pensar no que iria fazer de sobremesa. Queria servir algo leve, pra encerrar delicadamente o desfile de pizzas de diversos sabores, mas que desse uma continuação para o tema meio italianado da noite. Quando falei panna cotta, meu marido aplaudiu. Fiz uma receita simples, que achei na revista Food & Wine, apenas com sabor de baunilha e com adição de iogurte, que eu acho deixa a panna cotta mais leve e com um toque ácido. Pra acompanhar fiz um purê de damascos secos, no estilo que li no livro da Claudia Roden. A combinação ficou ótima e minhas convidadas adoraram, acharam essa sobremesa o fino da bossa.

para a panna cotta
1 envelope de gelatina sem sabor
2 colheres de sopa de água gelada
1 xícara de creme de leite fresco
1/3 xícara de açúcar
1 fava de baunilha, sementes removidas com a faca
[*usei uma pasta de baunilha]
2 xícaras de iogurte natural integral [ou grego]

Em uma tigela pequena coloque a água fria e polvilhe a gelatina. Deixe repousar até a água absorver a gelatina, uns 5 minutos. Em uma panela pequena coloque o creme de leite, o açúcar e a baunilha e leve ao fogo até ferver. Remova a panela do fogo, junte a gelatina e mexa para dissolver. Em uma outra tigela coloque o iogurte e bata com um batedor de arame até ficar bem cremoso e homogêneo. Junte o iogurte no creme com a baunilha e gelatina. Despeje a mistura em seis ramekins ou forminhas de gelatina untadas um um pouquinho de óleo vegetal [se for desenformar] e leve à geladeira até firmar, por pelo menos 3 horas. Na hora de servir, remova as forminhas da geladeira, se for desenformar coloque a base de cada uma rapidamente em água quente, passe uma faca sobre a borda e inverta. Sirva acompanhado do purê de damasco.

para o purê de damasco
Fiz essa receita sem medidas. Deixei meio pacote de damascos secos californianos [da variedade blenheim] de molho em água fria de um dia para o outro. No dia seguinte coloquei tudo num processador de alimentos com um pouco de açúcar de baunilha [não muito]. Processei bem até formar um purê, coloquei numa vasilha e guardei na geladeira até a hora de servir.

picolé de coco & damasco

coconut-apricot
No mesmo estilo do picolé de coco e limão, esse com damasco usa o mesmo leite de coco feito em casa. Uma xícara de leite de coco, três damascos frescos, uma colher de chá de pasta de baunilha, açúcar a gosto, bater no liquidificador, colocar nas forminhas e levar ao congelador. Os picolés com leite de coco são muito bons, mas o sabor do coco é sempre dominante. Apenas para quem gosta!

clafoutis de damasco

apricot-clafoutis.jpg
Exagerei na compra do damasco fresco no último sábado, porque a temporada é bem curta e piscou, acabou. Daí que fica difícil de consumir uma quantidade de frutas absurda antes delas amadurecerem demais ou estragarem. A solução é sempre fazer alguma receita com elas. Adorei essa versão do clafoutis com respingos de brandy e uma massa que parece um pudim. E não fica muito doce, exatamente como nós gostamos!
2 colheres de sopa de manteiga sem sal
500 gr de damascos frescos sem caroço e cortados ao meio
2 colheres de chá de brandy ou conhaque
2 ovos caipiras
3/4 xícara mais 2 colheres de sopa de leite integral
6 colheres de sopa de açúcar
1 colher de chá de raspas da casca de limão
1 colher de chá de extrato de baunilha
Uma pitada de sal kosher
1/3 xícara de farinha de trigo
Açúcar de confeiteiro para decorar, se quiser
Pré-aqueça o forno a 375°F / 190°C. Numa forma de 23 cm derreta a manteiga. Disponha os damascos cortados ao meio em uma camada uniforme no fundo da forma e regue com o conhaque.
No liquidificador, processar os ovos, o leite, o açúcar, as raspas de limão, a baunilha, o sal e a farinha até ficar homogêneo. Despeje a massa sobre os damascos.
Leve ao forno e asse até que o clafoutis é ficar dourado, aproximadamente 45 minutos. Deixe esfriar um pouco sobre uma grade. Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva imediatamente.

bolinhos de damasco fresco

bolinhos-damasco.jpg
Acho que neste momento não tenho mais nenhuma assinatura de revista impressa. Todas as que assino hoje [e são muitas!] estão no formato eletrônico para iPad. Mas isso não quer dizer que eu estou conseguindo ser mais eficiente na leitura. Muito pelo contrário. Continuo a mesma lesma-lerda lendo revistas com meses de atraso. Numa Bon Appetit de não sei quando, fiquei encantada com uma reportagem sobre um picnic e marquei absolutamente todas as receitas. Uma delas era a desses bolinhos. Sorte a minha que ainda achei damascos frescos para comprar no Farmers Market. Mas se não tivesse achado teria feito com pêssegos ou nectarinas.
1 xícara de farinha de trigo
1 e 1/2 colheres de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal kosher
6 colheres de sopa de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/3 xícara de açúcar
1 ovo grande
1 colher de chá de raspas de casca de limão [*usei o verde, tahiti]
1 colher de chá de extrato de baunilha
1/3 xícara de leite integral
4 damascos cortados em fatias
2 colheres de sopa de açúcar demerara
Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176ºC. Unte doze forminhas de muffins com manteiga. Reserve. Misture a farinha, o fermento eo sal em uma tigela média. Na batedeira bata a manteiga e o açúcar até formar um creme, por cerca de 2 minutos. Adicione o ovo, as raspas de limão e a baunilha e bata para misturar bem. Com a batedeira em velocidade baixa acrescente os ingredientes secos em três adições, alternadamente com o leite, começando e terminando com os ingredientes secos. Divida a massa entre as forminhas [encha apenas 1/3]. Coloque duas fatias de damasco sobre a massa e polvilhe com o açúcar demerara. Leve ao forno e asse até que os bolinhos estejam dourados, cerca de 20-25 minutos. Remover do forno, deixar esfriar e desenformar.

frogurt de damasco

frogurt-damasco_1a.jpg
No dia mais longo do ano—e que será naturalmente quente para iniciar o verão de acordo com o protocolo—uma receita de sorvete é no mínimo um acontecimento auspicioso. Ainda mais um gelado de iogurte refrescante como este, feito com os damascos mais doces que eu mesma colhi da árvore. Usei um iogurte orgânico estilo europeu da Straus Family, que é o default aqui em casa e deixa qualquer receita muito melhor. Além do néctar de agave escuro que estou gastando e um pequeno splash de água de flor de laranjeira pra perfumar sem enjoar. Uma delicia simplesmente perfeita para inaugurar com vivacidade a nova estação. Happy summer!
6 damascos frescos [sem caroço]
1 xícara de iogurte integral natural
1 splash de água de flor de laranjeira
Nectar de agave [ou mel] a gosto
Bater tudo no liquidificador, colocar na sorveteira e girar por 20 minutos até o creme ficar denso. Trasferir para um recipiente de vidro com tampa e guardar no congelador até a hora de servir.
frogurt-damasco_3a.jpg