um engenheiro na cozinha

Meu marido não sabe fritar um ovo. É uma situação frustrante, e irritante às vezes. Eu sinto muito a falta de domínio dele na cozinha quando fico doente. Já houve episódios memoráveis, que até hoje são contados em minha defesa. Como aquela vez no Canadá, quando peguei uma desgraceira de um stomach flu e fiquei totalmente dismilingüida na cama, coisa pesada mesmo, incapaz de me levantar e ele cheio de trabalho no PhD dele, saiu e me deixou lá tremendo e suando, com remédios na cabeceira da cama e UMA LATA DE SOPA CAMPBELL’S com o ABRIDOR DE LATA ao lado, na bancada da cozinha. Hoje ele não ousa mais fazer isso, porque pegou SUPER mal…. Ele perdeu muitos pontos comigo, minha família e amigos. Mas mesmo ele se esforçando não tem jeito. Caí de cama no sábado e à noite ele comprou uma pizza congelada de caixa e deixou torrar. Não dava nem pra cortar com a faca, comi uma fatia como se fosse uma bolacha e voltei pra cama. No domingo, hora do almoço, um frio da cacilda, eu doente e desejando uma sopa quente e o que ele traz? Uma caixa com SALADA. Comi a salada tremendo e praguejando. Carvalho! Será o benê que a pessoa não se toca que doente quer conforto, quentura? Quando ele ficou doente duas semanas atrás, eu fiz uma sopa substanciosa. Mas no meu caso, tô ferrada.

Quem sabe se eu sugerir o cooking for engineers… Sei lá. Acho que quando o homem sai assim, com certeza deve ser culpa da mãe que não ensinou requisitos super básicos para a sobrevivência. Como saber cozinhar, por exemplo.

10 thoughts on “um engenheiro na cozinha”

  1. coisas da vida Fer. Meu marido tb não sabe cozinhar, e eu nunca ensinei nada ao meu filho e ele aprendeu a fazer de tudo sozinho. Qdo estou acamada eh ele quem cuida de mim.

  2. coisas da vida Fer. Meu marido tb não sabe cozinhar, e eu nunca ensinei nada ao meu filho e ele aprendeu a fazer de tudo sozinho. Qdo estou acamada eh ele quem cuida de mim.

  3. Meu gringolino não cozinha nada e, se ele passa uns cinco minutos na cozinha pra fazer café, por exemplo, aquilo fica um caos. Sua mãe e pai mereciam bem mais que puxões de orelhas por terem negligenciado bem mais que a cozinha no seu aprendizado. Mas de vez em quando ele abre umas latas de chile, descongela uns pratinhos… Quando eu não estou podendo, de molho na cama, ele compra comida – e me pergunta antes o que eu quero.

  4. Fer!
    Nao sei se o livro para engenheiros ia adiantar muito: eu sou engenheira e me dou super-bem na cozinha. Falta de intimidade com as panelas nao tem nada a ver com raciocicio cartesiano, viu?
    Agora, com educacao em casa tem. Meu ex-marido so fritava bife. Concordo com voce quando diz que o problema vem do berco: a gente devia dar mesmo era um peteleco nas maes de todos eles!
    Beijos!
    Ju.

  5. Fer, nao e a primeira vez que voce fala do seu marido e eu penso que voce ta falando do meu… hahahaha. Com a diferenca que o meu ate tenta cuidar de mim quando estou doente me dando chas de saquinho (tambem, se nao soubesse fazer um cha de saquinho…).
    Eu mandei o site pra Ken ontem e ele disse que aquilo e uma beleza, mas as receitas sao de revistas de culinaria, nao sao exatamente “adaptadas” pra engenheiro. Fiquei aqui matutando como seriam essas receitas: torta de letrinhas com numeros caramelados, arroz a la equacao nao sei das quantas? Vai saber…

  6. O meu marido até que cozinha bem o trivial (pasta, arroz, molhos, carnes, etc. — faz um expresso que é uma delícia), mas quando o rango é mais elaborado sou eu quem tem que colocar a mão na massa. Ele também ajuda na arrumação da cozinha (lava e enxuga). Melhor que esse, só dois desse! :-p
    Os DVDs do Jamie Oliver podem ser uma boa pedida também.
    Baci.

  7. Fer,
    como já comentei aqui ontem, eu não cozinho bem não, mas em compensação meu marido, que é advogado, e não engenheiro, é ótimo na cozinha. Faz qualquer comida super bem, mas como nem tudo é perfeito, ele é daquele tipo que depois que termina, deixa a cozinha parecendo que passou por uma guerra nuclear, uma sujeira de dar medo e ele é daquele tipo, se cozinhou, não vai limpar nada depois. Já fez a obrigação dele, por isso, Fer, não sei o que é pior não…

Deixe a sua pitada: