risoto de limão [cravo]

risoto_limao_2S.jpg

risoto_limao_1S.jpg

Aproveitei que estou sozinha para fazer uma receita que estava me tentando e cutucando há um tempo—risoto com limão cravo. O Uriel já demonstrou de maneiras implícitas e explícitas que não é nem um pouco fã desse prato, que eu faço pouquíssimo porque pra falar a verdade, também não considero um dos meus favoritos. Mas um arroz quentinho e cremoso com gostinho de limão numa noite outonal de sexta-feira é mais do que um bom motivo para dar mais uma chance para o risoto e botar a mão na massa.
Fiz uma quantidade suficiente para uma pessoa esfomeada:

1/2 xícara de arroz arboreo
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de cebola bem picadinha
1/4 xícara de vinho branco
2 xícaras de caldo de legumes aquecido
Sal a gosto
2 colheres de sopa de queijo asiago ralado
1 limão cravo pequeno—casca ralada e suco espremido.

Numa panela robusta refogar a cebola rapidamente na manteiga, acrescentar o arroz [sem lavar!] e refogar por alguns minutos. Jogar o vinho no arroz e ir mexendo bem, em fogo médio, até o liquido evaporar. Daí vai acrescentando o caldo de legumes quente aos poucos—de meia em meia xícara, e mexendo sempre, até o liquido evaporar. Depois que acrescentar a última parte do caldo, adicione o queijo, mexa bem para incorporar, salgue a gosto, desligue o fogo e adicione o suco e raspas do limão. Mexa para incorporar, tampe a panela por alguns minutos, enquanto põe a mesa, e sirva o arroz fumegante imediatamente.

5 comentários em “risoto de limão [cravo]”

  1. Olá Fer, sempre te visito, adoro suas receitas. Mais hoje vim para te perguntar sobre Davis. Meu namorado conseguiu uma bolsa de doutorado sanduíche com o Dr. Paul Gepts, não se você conhece, e estamos meio em duvida se vamos ou não, principalmente por motivos financeiros, visto que a bolsa é uma miséria. Já lemos algumas coisas sobre a cidade e deu para perceber que deve ser um lugar muito agradável. Mais enfim, queria uma opinião de alguém que mora aí. Se vc puder me ajudar….. Um abraço.
    Cida.

Deixe uma resposta para Cida Machado Cancelar resposta