oréganos

oreganosnosvasos.jpg

As ervinhas nos vasos mudaram-se para o quintal. Duas delas já tinham perecido, um pouco culpa do gato maluco, outro pouco culpa da falta de luz direta, não sei. Tinha achado um cantinho que bate sol a tarde toda, mas talvez precise mais que sol. Nunca consegui fazer os vasinhos de ervas vingarem dentro de casa. Vamos ver se no quintal elas sobrevivem. Senão a última alternativa será a horta e bye bye vasinhos…

6 comentários em “oréganos”

  1. Fer
    Oi =) Acabei de descobrir seu blog meio por acaso naquele esquema uma coisa leva a outra… seis graus de separacao.
    Amei o tom dos seus textos e me identifiquei especialmente com a historia de ficar esperando o marido workaholic pra jantar.
    Estou morando em Portland, Oregon e nao sei se o seu clima eh parecido com o meu em alguma coisa, mas minhas ervinhas vao muito bem naqueles vasinhos de barro classicos que eu deixo na janela.
    Plantei ainda no inverno e tem um aquecedor bem embaixo da janela, entao achei o lugar apropriado pra elas nao morrerem de frio.
    Coloquei pedrinhas no fundo do vasinho, dai usei “miracle gro” moisture control e joguei as sementinhas. Como esse moisture control tem uma drenagem eficiente demais, eh fundamental ter o pratinho embaixo e checar a umidade todo dia. Eu faco isso enquanto tomo meu chazinho de manha…
    Eu plantei cebolinha, manjericao e salsinha. No quintal eu mantenho a hortela (que aqui parece mato de tao abundante), o tomilho e o oregano.
    boa sorte com as suas ervas!

  2. sabe que meus vasinhos até que estão vingando? tirando a pimenteira e a arruda que não vão pra frente de jeito nenhum (e aí acho que é energia ruim mesmo), o resto até que vai bem. agora no inverno a hortelã e uma ou outra mais sensível sofre um pouco, mas no verão elas voltam com tudo – e no apê nem bate muito sol, fica meio de lado pro sol da tarde. tô feliz da vida com meus vasinhos e minhas ervas na hora que quero. 🙂

  3. Fer, a menina do dedo verde daqui de casa não sou eu, é a Kátia, minha fidelíssima escudeira. A primeira coisa que ela faz quando chegam os vasinhos é tranportá-los para vasos maiores e, de vez em quando, trocar a terra. Ela me contou que para montar os vasinhos ela põe caco de telha no fundo (para não apodrecer a raiz), uma camada de areia e completa o resto com terra vegetal. Rega todos os dias, sol direto rola só o da manhã e Ouro Verde (um adubo líquido) de 20 em vinte dias.
    Tentar não custa, né?
    Abraços.

  4. Ah, Fer, taí uma coisa que eu queria muito poder ter, vasinhos de ervas em casa, mas não tenho espaço nem claridade suficientes. Tomara que as suas vinguem e fiquem lindonas. Beijos.

Deixe uma resposta para Renata Cancelar resposta