meu dia de fúria

Não vou conseguir traduzir em palavras o tamanho do cansaço que estou sentindo neste momento. É cansaço misturado com um sentimento imenso de indignação e desilusão. Vira e mexe eu observo abusos sendo praticados por todos os lados, gente repassando e surrupiando receitas desenvolvidas por blogueiros, ou copiando conteúdo com pesquisas detalhadas, o trabalho árduo de outra pessoa sendo usado indiscriminadamente, sem falar na cópia de imagens, de idéias e de estilo. A web oferece aos desonestos uma maneira fácil de ganhar reconhecimento e até uma graninha, sem precisar produzir absolutamente nada, só praticando a habilidade da cópia e da cola. Quase todo dia eu encontro websites usando minhas fotos sem permissão e sem crédito. Também fico desalentada vendo o estilo do Chucrute com Salsicha ser reproduzido aqui e ali, como se o que eu faço naturalmente e espontaneamente fosse uma espécie de fórmula mágica para o sucesso. Agora recebo a denúncia de que uma revista brasileira está copiando e publicando minhas receitas e minhas fotos, ganhando com publicidade, sem nunca ter me contactado, nem me dado nenhum crédito, nada! É o fim da picada da malandragem, da desonestidade e da falta de caráter. O descaso total pelo direito do outro parece ser uma praga que se abateu sobre a humanidade. Pra mim é completamente incompreensivel que uma publicação use o meu material sem autorização, violando meus direitos autorais, assim na boa. Nem vamos falar de ética aqui, né? Estou cansada, chateada e abatida. Mas vou tomar providências legais desta vez. Toda vez que deixamos pra lá numa situação dessas, estamos dando permissão para esses LADRÕES agirem tranquilamente e à luz do dia, dando risada na nossa cara e lucrando às nossas custas. Pra mim é BASTA! BASTA MESMO!
A tal revista ladra chama-se In House. É distribuida gratuitamente na região de Suzano e Mogi das Cruzes no estado de São Paulo e vive de publicidade paga por anunciantes. Se alguém tiver acesso, por favor guarde um exemplar.

Prevention of Farm Animal Cruelty Act

prop2.jpg Foto DAQUI Duas grandes surpresas no resultado da votação das propostas de lei aqui pra Califórnia—a absurda aprovação da proposta oito, que remove o direito de casamento para os gays e a vitória da proposta dois, que vai prevenir crueldade em fazendas de animais. Eu fiquei chateada pela proposta oito, pois acredito que todos os seres humanos devem ter os mesmos direitos e beneficios legais. Mas a aprovação da proposta dois era MUITO mais importante pra mim, pois ela vai mudar todo o sistema atual, impondo e reinforçando uma infra-estrutura mais humanitária nas fazendas criadoras de animais. Essa lei vai proibir o confinamento cruel, onde o animal não pode se mover, levantar ou se esticar. Só de pensar que esses bichos vivem suas breves e dolorosas vidas sem um direito primordial para qualquer ser vivo, que é o de poder se mover, meu coração dói de tanta tristeza. Fiquei imensamente feliz com a vitória nas urnas da proposta dois, que agora vai virar lei e possivelmente inspire e pressione outros estados a fazer o mesmo!