broa de fubá

broa-de-fuba.jpg

Essa receita foi uma das primeiras que marquei no livro da chef Laura Góes—A Cozinha da Alcobaça. Sendo assim, não sei porque decidi fazer o bolo de canela antes. Quando marquei a receita achei que broa fosse um pãozinho, mas essa é realmente um bolo. E que bolo! Fiquei feliz por poder gastar mais um pouco da masa harina e com o resultado, que ficou até mais delicioso do que aquele bolo de fubá. Substituí por minha própria conta e risco o leite pelo buttermilk. Comemos as primeiras fatias do jeito que a Laura diz que ele é mais gostoso—quentinho. Depois ela recomenda requentar no microondas se precisar, mas nós nem lembramos em fazer isso e devoramos o resto frio mesmo e em tempo recorde.

Quando nos servimos das primeiras fatias ainda mornas senti uma brisa de nostalgia se insinuando entre nós, sentados um de frente para o outro à mesa, nos entreolhando. Por alguns segundos acho que recordamos alguns momentos preciosos da nossa infância, mas não articulamos nenhuma palavra, só conseguimos murmurar hmm.

1/2 xícara de óleo vegetal
1 e 1/2 xícara de fubá mimoso—usei a masa harina
1 e 1/2 xícara de açúcar
40 gr [3 colheres de sopa] de manteiga sem sal
1 xícara de leite—usei buttermilk
1 colher de café de sal
3 ovos
2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado
1 colher de sopa de fermento em pó

Pré-aqueça o forno em 365ºF/ 185ºC. Unte uma forma com manteiga e enfarinhe com fubá. Reserve. Numa panela misture o óleo, fubá, açúcar, manteiga, leite e al. Leve ao fogo até levantar fervura, mexendo sempre com um batedor de arame ou colher de pau. Desligue o fogo e deixe esfriar. Quando a mistura estiver fria junte os ovos, um por um mexendo bem para incorporar. Adicione então o queijo ralado e o fermento. Misture bem a massa e coloque na forma untada e enfarinhada. Leve ao forno e asse até o centro do bolo ficar bem firme e a massa cozida. Retire do forno, deixe esfriar um pouco e desenforme numa travessa, se quiser. Sirva o bolo morninho. Se quiser pode requentá-lo no microondas. Eu não achei necessário e comemos o restante frio mesmo.

5 comentários sobre “broa de fubá”

  1. Fernanda, acabei de fazer seu bolo! Usei óleo de côco, e o cheiro ficou tão bom que substitui o queijo por côco ralado, ficou delicioso! =)
    R: adorei suas adaptações, Manu! um beijo 🙂

  2. Oi FE…que bolo heim! Muita nostalgia mesmo, e que forma que bom que vc falou onde comprou, estive ontem na ikea, eu acho que broa(é a mesma coisa que bolo) em Minas, em SP é bolo de fuba mesmo!!! Vou comprar a forma pq me deu vontade de comer igualzinho ao seu, obrigada por dividir esta e outras receitas, vc é demais!!!!!
    Wilma.

  3. Acabei de fazer esse bolo. Que delicia! Acho que ele ja’ vem com nostalgia, saudade, boas lembrancas inclusas na receita. Muito bom. Obriga por dividir. Abracos.
    R: adorei saber disso Vaninha. um beijo!

  4. Nossa, o comentario da Adriana me transportou imediatamente para minha infancia, minha avo’ fazia um bolo assim!
    com a banana e a canela por cima
    adorei sua forma, Fer – super diferente, e caiu hiper bem para esse bolo
    agora estou mesmo em nostalgia total…
    R: Sally, nunca comi essa versao, mas quero fazer! a forma é da Ikea. 🙂

  5. essa receita é a mesma do bolo de fubá da minha avó! mas ela usa iogurte ao invés de leite. e faz na assadeira retangular, com banana nanica e canela por cima. fica muito bom!
    R: que delicia! 🙂

Deixe a sua pitada: