sopa marroquina de tomate

sopamarroc_tomato_2S.jpg

A receita de moroccan tomato soup foi publicada num artigo de 1991 na coluna da Barbara Kafka no NY Times. Para quem nunca ouviu falar dessa autora, ela era a guru do microondas e publicou uma biblia no assunto, que eu recebi de presente [de grego] na última primavera. Mas essa receita não envolve o uso do microondas, muito pelo contrario. Kafka usa o food mill para moer os tomates. Eu achei a receita interessantissima e quis testar. O NYT publicou a versão antiga da Kafka e uma versão renovada pela Tessa Kiros, que também testarei em breve. Vou adiantar que ADOREI essa sopa, que me surpreendeu mais do que eu imaginava que faria. Não é uma sopa purê, pois ela usa o moedor grosso do food mill, então entram as sementes e a textura fica bem legal. Eu usei uma mistura de tomates orgânicos super maduros vermelhos e amarelos. Os tomates amarelos são um pouco menos ácidos que os vermelhos.

Serve quatro pessoas
2 dentes de alhos picadinhos [*ela usa 5 mas eu diminui, se quiser aumente]
2 1/2 colheres de chá de páprica doce
1 1/2 colheres de chá de cominho em pó
1 pitada generosa de pimenta cayenne
4 colheres de chá de azeite de oliva
1 quilo de tomates orgânicos e maduros cortados em pedaços
1/4 xícara de coentro fresco picado, e extra para decorar se quiser
1 colher de sopa de vinagre de vinho branco
2 1/2 colheres de sopa de suco de limão
Sal Kosher [mais grossinho]

Numa panela pequena coloque o azeite, o alho, páprica, cominho e pimenta cayenne e refogue em fogo médio, mexendo constantemente, por 5 minutos. Remova do fogo e reserve.

Passe os tomates pelo food mill [ou pulse no liquidificador ou processador] com o ralo mais grosso. Coloque o tomate numa sopeira e junte o azeite com os condimentos, o coentro fresco picado, o vinagre, o suco de limão e sal a gosto. Junte água gelada se for necessário. Eu fiz isso no food mill.

Deixe a sopa na geladeira por uns 30 minutos e sirva com mais coentro fresco, se quiser. Eu não quis.

8 thoughts on “sopa marroquina de tomate”

  1. Qual tipo de tomate é ideal para essa sopa, ou qual é utilizado no Marrocos e o vinagre de vinho branco é mesmo que temos aqui no Brasil ou é algum diferente? Alguém poderia me dizer? Serei muito grata se fizerem.

  2. Fer,
    Fiz com tomate cereja, ficou rosada, coloquei bastante alho e depois de ter provado, um pouquinho de cachaça. Rápida e muito saborosa. Vou repetir muitas vezes!
    R: gostei de saber, Silvia! js fiz repeteco dessa sopa, so com tomate vermelho. essa nao tem erro, neh? 🙂

  3. Fer
    Vim aqui falar de gelados,mas não resisti a esta sopa.Vou fazer com a ajuda do passe vite,que é o nome do food mill por aqui.
    Beijo
    R: ah, voce vai adorar. depois me conta como ficou! 🙂 beijo, Fer

  4. Fer, esta a Dé vai adorar mesmo.
    Ela é louca por gaspacho e pra melhorar tenho tal instrumento que nem sabia que se chamava food mill. rs
    E olha que já fazia um tempinho que não ouvia “esquentar a moringa”! Muito bom !
    R: Edu, o food mill eh muito util, bota ele no uso ai! 🙂 abs, Fer

Deixe a sua pitada: