en la casa de Sergio & Esther

jantar_sergio_11S.jpg
jantar_sergio_5S.jpg jantar_sergio_3S.jpg
jantar_sergio_6S.jpg jantar_sergio_8S.jpg
jantar_sergio_9S.jpg
jantar_sergio_2S.jpg jantar_sergio_15S.jpg
jantar_sergio_14S.jpg

Nossos anfitriões aqui na Espanha nos prepararam um jantarzinho com tapas bem tarde da noite. O orgulho da gastronomia espanhola é esse presunto ibérico. Segundo o Sérgio, o porco vive uma vida maravilhosa, comendo somente nozes e se refastelando ao sol. O pernil leva 18 meses de preparação e descanso, até poder ser consumido. Em todo canto se vê esse apetrecho de apoiar o presunto, que é cortado em fatias finíssimas com uma super faca afiada e por mãos habilidosas. Achei tudo muito bacana, mesmo frente àquela visão tenebrosa da pernoca com casco e tudo sendo dissecada. Só me assustei mesmo quando vi o ossão que sobra quanto de consome toda a carne—té-tri-co! Os espanhóis amam esse presunto, mas eu achei muito forte. Preferi comer a tortllla de patatas, os pimientos com atún, as croquetas de cosido, o queso manchego e as maravilhosas acetunas. O Sérgio também preparou um delicioso peixe grelhado, temperado somente com sal e o azeite especial feito pelo irmão dele. Bebemos um vinho branco andaluz.

23 comentários sobre “en la casa de Sergio & Esther”

  1. Segundo o Sérgio, o porco vive uma vida maravilhosa, comendo somente nozes e se refastelando ao sol. Maravilhosa pra quem, cara-pálida? Pra depois ser morto e sua perna fica exposta em uma cozinha e ser dissecada por humanos insensíveis? A visão da perna do porco e depois a ossada é assustadora. Acho que eu perderia o apetite para tudo.

  2. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  3. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  4. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  5. Ah, um bom jamon de jabugo nao tem igual… na regiao onde eu morei (Catalunha) a especialidade eram os embutidos – linguicas de todo tipo. Eu que nem gostava muito de linguica acabei me apaixonando…

  6. Estou aqui vendo essa perna do animal e a meu lado dorme indefeso meu fox paulistinha, com a perninha encostada na minha. E daí fiquei imaginando essa perninha (dele) servida em algum lugar da China… Não, terminantemente non mi va esse tipo de crueldade tão extrovertida. Prefiro os doces e as laranjas de fazer doce.

  7. Ai, nao sei se eu gosto de ver a perna do porco com casco e tudo …. Ja nao sou fa de porco e presuntos afins, acho q esse eu passo.
    Fico com as patatas e o azeite espanhol q eu sei q eh muito bom! hehe!
    Beijos!
    Ana

  8. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  9. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  10. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  11. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  12. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  13. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  14. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  15. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  16. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  17. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  18. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  19. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

  20. Oi Fer, eu adoro o presunto dai. O Paulo ficou doidinho com esse “apetrecho de apoiar o presunto” e queria trazer um pra ca a todo custo. Ainda bem que o negocio era um trambolho e nao cabia na nossa mala. Mas ele jurou que da proxima vez ele traz um. A Pipoca é que vai gostar, pois vai poder dar mil lambidas no presunto sem ninguem perceber.

Deixe a sua pitada: