sopa de tomate com páprica defumada

tomate_paprica_1S.jpg
Toda semana tem chegado um pacote de tomatillos na cesta orgânica, além dos tomatões e tomatinhos. Minha cozinha está cintilante com tanto tomate. Mas os tomatillos são um pouco estorvo pra mim, pois não sei muito bem o que fazer com eles, além da famigerada salsa. Fui então apenas jogando os recém-chegados junto com os veteranos numa vasilha, que foi acumulando dezenas de tomatillos verdes e amarelos, todos ainda com sua casquinha fininha. Quando finalmente decidi usá-los da maneira menos criativa, fazendo a tal salsa, me deparei com o resultado desagradável de uma estocagem inconsequente. Os tomatillos mais velhos apodreceram no fundo da vasilha e o fedor pútrido que se desprendeu deles empesteou a cozinha de uma maneira absurda. Nunca, jamais, em tempo algum imaginei que tomatillos podres pudessem feder tanto. Era um cheiro tão nauseabundo que não pude suportar nem olhar para os tomatillos restantres e joguei tudo, muitos, todos no lixo.
Com o final trágico do capítulo dos tomatillos, voltei-me para confrontar a continuação da saga dos tomates, que têm vida mais curta que a dos tomatillos e ao contrário dos seus primos cascudos, não podem de maneira alguma ser desperdiçados.
Foram três dias comendo queijo, azeitonas e pão tostado com fatias de tomate temperadas com azeite, então resolvi que naquela noite sopa teríamos. Seria porém uma sopa fria. Gostei muito da idéia desta sopa, temperada somente com a páprica defumada espanhola. Ficou um prato bem interessante. Eu mudei o modo de fazer da receita e servi com cubos de pão torrado. Segue a receita original e logo abaixo as minhas modificações.
sopa de tomate com páprica defumada
[serve duas pessoas]
1 colher de sopa de azeite
2 dentes de alho em fatias finérrimas
5 tomates orgânicos bem maduros
3/4 colher de chá de sal grosso
1/2 colher de chá de páprica defumada espanhola
1/2 xícara de leite
Refogue o alho no azeite. Adicione os tomates cortados em cubos, o sal e a páprica. Cozinhe por uns 5 minutos mexendo de vez em quando. Coloque tudo no liquidificador com cuidado e bata bem. Passe tudo por uma peneira. Adicione o leite e sirva com pão ou sanduíche de queijo grelhado.
* eu dei uma adaptada bem dramática—refoguei o alho no azeite. Bati os tomates no liquidificador, passei pela peneira e juntei ao alho refogado. Juntei o sal e a páprica, deixei cozinhar uns 5 minutos, juntei o leite e deixei ferver. Desliguei o fogo e deixei esfriar. Servi a sopa morna, quase fria, com cubos de pão integral tostados com azeite numa frigideira.

7 thoughts on “sopa de tomate com páprica defumada”

  1. Eu descobri essa páprika defumada no blog Chocolate & Zucchini para uma receita de salada de batatas. Por sorte, eu ainda morava em Barcelona na época e pude comprar uma latinha lá. Mas chegando aqui em Toronto, descobri que meu mercadinho favorito aqui na esquina de casa tem a mesma páprika. Tenho a doce e a apimentada e gosto muito do sabor.

  2. Imagino o sabor picante da sopa. Essa páprika defumada me despertou a curiosidade e o paladar …. Também estamos recebendo muitos tomatillos e fico perdida com elas…. Excelente sugestão.
    Beijos.

  3. Se há coisa que eu não gosto é de deitar alimentos fora. Infelizmente os tomates aqui em casa são de compra. Só quando os vizinhos têm é que conseguimos sentir o verdadeiro sabor do tomate caseiro…Delicioso!
    😉
    Bom fim de semana

  4. Preciso experimentar essa smoked paprika, so escuto falarem maravilhosamente bem dela, desse fall nao passa!
    Sua sopa esta linda e os croutons em cima parecem vir de um pao muuuito apetitoso!
    Ana

  5. Preciso experimentar essa smoked paprika, so escuto falarem maravilhosamente bem dela, desse fall nao passa!
    Sua sopa esta linda e os croutons em cima parecem vir de um pao muuuito apetitoso!
    Ana

  6. Uau! Quero experimentar muuito essa receita…mas, será que encontrarei a tal da páprica defumada aqui em Brasília? Espero que sim… Depois que li sua dica sobre tomates fora da geladeira, nunca mais refrigerei os meus…ficam lindos na fruteira, maduros, com uma cor perfeita, me chamando…temos comido de várias maneiras, eu mais do que o lindezo, mas não me esqueço da sopa tão saborosa que também vi pela primeira vez aqui. Abraço, Neblina.

Deixe a sua pitada: