Bolo de pêssego

torta_pessego_1S.jpg

Essa é a sobremesa do mês na edição de agosto da revista Martha Stewart Living. Adorei tudo nela, a massa de cornmeal com lavanda e, é claro, os pêssegos que estão entrando com tudo na estação. Gostamos imensamente do resultado, que pode ser comparado à um bolo de fubá sofisticado com a lavanda no lugar da erva-doce, e os pêssegos caramelados combinando muito bem com todo o resto. Comentário do crítico enquanto se servia de mais uma fatia—mas essa Martha Stewart é fogo, hein? Nem fala, nem fala, êta sujeita fogueta! Tudo o que ela publica dá certo e fica bom.

peach and cornmeal upside-down cake
170 gr/ 1 tablete e meio de manteiga sem sal amolecida
1 xícara de açúcar
6 pêssegos cortado em fatias grossas
1 xícara de cornmeal ou polenta
3/4 de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
2 colheres de sopa de flores de lavanda secas
1 1/4 colher de chá de sal grosso
3 ovos caipiras grandes
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 xícara de creme de leite fresco

Numa frigideira larga de ferro, ou outro tipo de panela que possa ir ao fogo e ao forno, derreta 56 gr/ 4 colheres de sopa de manteiga e espalhe bem pela superfície. Deixe dourar. Polvilhe 1/4 xícara do açúcar sobre a manteiga e deixe derreter, formando um caramelo. Coloque sobre esse caramelo as fatias de pêssegos formando um circulo em aspiral como numa flor. Deixe cozinhar um fogo baixo por uns 10 minutos, até que os pêssegos fiquem macios. Tire do fogo e reserve.

Numa vasilha misture a farinha, o cornmeal, o fermento, o sal e a lavanda. Reserve, Na batedeira, bata em velocidade média a manteiga restante [113 gr] com o açúcar restante [3/4 xícara] até formar um creme liso. Acrescente os ovos um por um, batendo sempre, Junte a baunilha e o creme de leite. Diminua a velocidade e vá jogando a mistura seca, até tudo ficar bem incorporado. Coloque essa massa sobre os pêssegos caramelizados na frigideira, espalhe bem com uma espátula e coloque em forno pré-aquecido em 350ºF/ 176ºC por 22 minutos, até a massa ficar firme e dourada. Retire do forno, deixe esfriar. Quando estiver frio, passe uma faca pela borda e vire o bolo sobre uma travessa.

8 comentários sobre “Bolo de pêssego”

  1. mais uma que aprova a cozinha da Dna Marta. TUDO da certo!! Impressionante. Falem bem, ou falem mal:))
    Bjs amiga e uma Otima semana, forca!!
    Bri

  2. Delicia!
    Essa massa está com uma cara,está tão apetitosa, que sem brincadeira cheguei a sentir imaginativamente o cheiro.Nham nham.
    Eu amo comida aromatizada.

  3. Ando bem curiosa por experimentar a polenta em bolos. Aqui já encontrei mas, pergunto-me sempre se é mesmo isso que usa. Vou ter de arriscar! O bolo ficou lindíssimo, Fer!
    Beijo

  4. Fer, ficou com uma cara ótima, mas como sempre uma pessoa em aprendizado como eu tem suas dúvidas…aí você acha lavanda seca assim com facilidade?
    ps: olha, queria te agrdecer…depois que você falou dos feedreaders eu fui pesquisar e já estou usando…achei o máximo…vivendo e aprendendo

  5. Ah, gostei! E com tantos pêssegos por aqui, a ficar maduros antes de dar tempo de os comer, acho que vou experimentar! E tenho uma lavanda que a querida Marizé me ofereceu… Hmm, já só penso em bolo! 🙂
    Beijo *

Deixe a sua pitada: