4 comentários sobre “um encontro com Michael Pollan II”

  1. Edu, concordo com voce, que algumas das coisas que o Pollan fala nao sao novidade nenhuma pra algumas pessoas. Mas eh novidade pra outras tantas. E eh incrivel como a grande massa nem pensa nesses topicos. Sem falar que bom senso nao eh senso comum. 😉 Nao eh toa que a obesidade esta se tornando uma epidemia em muitos paises desenvolvidos e em desenvolvimento. Pra mim foi novidade toda a historia do milho. E apesar de eu sempre saber que existia a crueldade na industria de produtos animais, eu nunca tinha procurado saber os horripilantes detalhes. O merito dele eh incalculavel. Que nao foi so o de sintetizar, mas de investigar e vivenciar, depois analisar e colocar toda essa informacao mastigadinha nos livros.
    Um abraco!

  2. Querida, vc n me conhece mas eu sou fã total do seu blog, não tem um dia que eu não consulte.
    Quanto ao Michael Pollan, eu acho que ele tem uns pontos ótimos especialmente quando fala da indústria da alimentação e do nutricionismo, mas a grosso modo, não traz nada que a gente já não soubesse antes, ou que o bom senso já não indicasse. O mérito dele foi ter sintetizado tudo isso num livro.
    Um super abraço de fã.
    Edu

Deixe a sua pitada: