Foreign Cinema – San Francisco

omelhorano_2008.jpg
newyears_2007_10.jpg newyears_2007_11.jpg
newyears_2007_2.jpg newyears_2007_9.jpg
newyears_2007_8.jpg
newyears_2007_3.jpg newyears_2007_5.jpg
newyears_2007_13.jpg newyears_2007_16a.jpg

Uriel me convenceu a sair da toca na noite de Ano Novo. Fomos para San Francisco, onde nos contaram que a festa é sempre bonita. A cidade tem milhares de opções para todos os bolsos e gostos. Escolhi um restaurante que eu já estava querendo conhecer há tempos—o Foreign Cinema. Fiz reservas e fomos para a cidade mais linda do mundo na noite do dia trinta e um de dezembro.
O restaurante é bem bacana, tem duas áreas internas e uma externa, com um muro alto onde eles passam filmes estrangeiros. Na noite do reveillon havia também filmes nas paredes da parte interna do restaurante. Enquanto lá fora o filme projetado era o italiano cabeça O Jardim dos Finzi-Continis, lá dentro, onde ficamos, a diversão foi garantida com o over the top Beyond The Valley of The Dolls, um cult soft porn exageradérrimo e cafonérrimo dos anos 70. Nós jantamos um menu de quatro pratos, que podíamos escolher de uma lista interessante, com um preço fixo. Estava tudo muito saboroso, mas devo confessar que fiquei um pouco irritada com a quantidade minúscula das porções, comparadas com o preço nada pequeno da conta. A sopa de entrada, um creme de lagosta, veio num potinho um pouco maior que um dedal, na quantidade equivalente a talvez uma colher de sobremesa. Mas tudo bem, isso foi o de menos. O lugar era legal, a comida estava deliciosa e nós nos divertimos.
Saímos do restaurante às 11:38pm e com a ajuda inestimável do GPS conseguimos chegar ao Embarcadero uns minutos antes da meia-noite. Trocamos de sapato e nos agasalhamos melhor no carro e corremos para ver os fogos, embaixo da Bay Bridge. Foi um espetáculo muito bonito. Depois caminhamos pela orla, que estava apinhada de gente. Eu sou desacostumada com multidões, então fiquei um pouco atordoada. Todo mundo festejando sob a vigilância e ostensiva patrulha da gentil polícia de San Francisco. Havia muitos bêbados, drogados e a cidade estava uma muvuca total, mas tudo acontecendo naquela incrível civilidade e jeitão nonchalant típico da cidade. Voltamos logo em seguida para Davis, afinal eu queria dormir a primeira noite do ano na minha caminha!

7 thoughts on “Foreign Cinema – San Francisco”

  1. Feliz ano novo, Fer!!!! Espero que seu 2008 seja rico em saúde, paz, boa comida, bons amigos e tudo mais que você desejar…
    Meu irmão e minha cunhada também foram ver os fogos em Embarcadero, talvez vocês tenham até se esbarrado na multidão! Depois te mando o link dele do Flickr.
    Beijos!

  2. Fer , nossa que lugar bacanérrimo , adorei ! Pelo visto seu reveilon foi muito gostoso e também divertido.
    E mais uma vez obrigada por compartilhar conosco as suas experiências emoções !
    Grande beijo

  3. Fer, eu quase fui a este restaurante e na última hora troquei por um asiático chamado Ana Mandara que era extremamente bonito ( até cinematográfico demais) e com uma boa comida também !
    Ah! E quanto ao menu não se preocupe pois adiei mais um mês. Devido ao calendário (viagens, etc) só faremos os encontros a partir de fevereiro. Portanto, o teu deverá ser feito somente em abril.

  4. Fer, bom dia!
    Escrevo pra te desejar um 2008 repleto de coisas boas… que seja o seu melhor ano, que você se realize como pessoa e como ser humano, que se sinta bem, que tenha muitas alegrias, e que, sobretudo, continue essa pessoa, de uma personalidade tão peculiar e magnética…
    Beijos
    Ana Claudia

Deixe a sua pitada: