torta de palmito

tortadepalmito.jpg

Duas cozinheiras de mão cheia, a Ana e a Eliana, fizeram essa receita com sucesso, então foi essa mesma a escolhida para ser o prato principal no meu jantar de sábado, para convidados vegetarianos.
Já estou meio cansada de dizer isso, mas não tem jeito: tive dificuldades com a massa. Eu sei que a culpa é minha, sei lá que raios acontece na hora de medir os ingredientes, mas sempre me enrosco. Desta vez me deu um certo desespero, porque a torta era a protagonista do jantar. Mas no final ela assou bem, apesar de não ter ficado bonita—oh, well…
A massa é qualquer coisa de saborosa. Mesmo com o estresse de sempre que tenho fazendo massas, essa vai pra categoria das massas básicas. Ela tem uma textura quase que de massa folhada e o iogurte faz a diferença.
A receita, como está na Eliana, com as adaptações da Ana:
Massa
2 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
150 g/ 1 tablete de manteiga
180 g / 3/4 xícara de iogurte natural
1 colher (chá) de sal
1 gema para pincelar
Recheio:
3 colheres (sopa) de azeite
1 cebola picadinha
1 tomate inteiro picadinho
280 g de palmito (usei o palmito já picado)
1/2 xícara (chá) de azeitonas picadas
1 lata/ 1/2 xícara de ervilha (se preferir pode usar congelada que acho melhor)
1/2 xícara (chá) de salsa e cebolinha picadinha
220 g de requeijão cremoso – 6 trângulos de queijo tipo polenguinho, da vaquinha risonha ou cream cheese
1 colher (sopa) de farinha de trigo
Sal e pimenta a gosto
Comece preparando o recheio que deve ser utilizado frio. Aqueça numa panela o azeite e refogue a cebola só até ficar transparente (não é para dourar), junte o tomate e deixe criar um caldinho no refogado, adicione o palmito, a ervilha, as azeitonas o sal e a pimenta e deixe cozinhar por alguns minutos. Acrescente o requeijão cremoso a salsa a cebolinha e farinha de trigo e mexendo deixe cozinhar por mais alguns minutinhos ele fica com textura de creme. Transfira para outra vasilha e deixe esfriar completamente.
Massa: Em um recipiente coloque a farinha de trigo (reserve um pouco) a manteiga, sal e o iogurte. Misture com as mãos (nesse momento se for necessário utilize a farinha reservada). Deixe descansar por 20 minutos tampada com um paninho ou um filme plástico. A seguir polvilhe com farinha um saquinho plástico aberto, coloque metade da massa e polvilhe a massa com farinha e cubra com outro saquinho plástico aberto e com auxilio do rolo de massa comece abrir a massa o ideal é que não fique grossa. Cubra o fundo e as laterais de uma assadeira de 22cm de aro removivel e coloque o recheio frio. Abra o restante da massa seguindo o mesmo processo e cubra a torta, pincele com a gema e leve ao forno a 180ºC/355ºF por vinte minutos.

22 comentários sobre “torta de palmito”

  1. Oi Fer
    Fiz essa torta e amei, obrigada por postar a receita. Tenho duas observacoes a fazer: acho que a colher de sopa de farinha de trigo para o recheio nao e’ necessaria, acho que ficaria ainda mais saborosa sem. Deixei mais tempo que 20 minutos no forno, para ficar dourada, no meu forno, gastou quase 35 minutos!
    Abracos,
    Sara

  2. Fer,
    A torta parece muito boa. Fiquei curiosa sobre como vc a serviu no jantar. Eu estou sempre procurando idéias para jantar vegetarianos pois tenho amigos vegetarianos e gosto de fazer algo interessante mas ao mesmo tempo prático quando eles vem jantar aqui em casa.
    Que tipo de acompanhantes fica bom servir com torta?
    Bjos
    R: Alexandra, ja nao lembro mais o que servi, pois fiz esse jantar em 2007. mas deve ter sido uma salada de folhas verdes. com essa torta nao precisa muito mais, neh? beijo, Fer
    Alexandra

  3. Fer, to aqui desesperada, tentei fazer a torta de palmito, pior que mr bean na cozinha, a massa grudava na minha mao, e eu nao lembrava se bota farinha ou manteiga pra desgrudar, to rezando pro santo expedito aqui, pra que tenha dado certo 🙂 depois eu conto se funcionou.
    R: bota farinha, Ana. mas nao muito! boa sorte, depois conta se deu certo.;-)

  4. Fer, tenho pânico de massas também, mas as enfrento com uma certa resignação, pois afinal, não não há como escapar das bichinhas. O meu marido tem a mão melhor que a minha e sempre me ajuda no momento de enformar para que eu não tenha chiliques! (ou é xilique? fiquei na dúvida agora, :~))
    beijocas

  5. Fer,ficou com a cara ótima, esta xícara de farinha, qual seria a medida em gramas da farinha?Também achei tudo super bacana, a sopa também deve ter ficado deliciosa!beijo ,obrigada.

Deixe a sua pitada: