A desova de inverno

Não sei por que nunca coloquei essa histórinha no Chucrute. É uma prática muito comum por aqui, a desova dos legumes, verduras e frutas. Acontece muito mais frequentemente no verão, mas por incrível que pareça, a turma do dedo verde é tão prolifica que temos a desova de inverno também. Hoje tivemos uma de limões—a variedade meyer de casca amarela, que é uma preciosidade! Quem trouxe foi um dos programadores com quem eu trabalho, e uma das escritoras do programa já passou por e-mail uma receita da tia dela, que vou tentar fazer amanhã e pedir permissão pra colocar aqui, caso dê certo. Mas hoje, já tinha engatilhada uma receita pra fazer com limão. Então fiz.

limoesdoed.JPG

Pescada com limão
da revista Real Simple de maio/2006
1/4 xícara de farinha de trigo [usei integral]
4 filés de peixe [Pescada/Sole]
1/2 colher de chá de sal kosher
4 1/2 colheres de sopa de manteiga sem sal
2 limões amarelos
2 colheres de sopa de alcaparras

Tempere os filés de peixe com o sal. Num prato coloque a farinha e passe os filés por el,a cobrindo os dois lados. Reserve. Numa frigideira grande derreta 1 colher da manteiga e frite o limão cortado em rodelas. Separe. Frite o peixe, vá acrescentando mais manteiga. Retire. No final coloque o que sobrou de manteiga na frigideira, mais os limões e a alcaparra. Retorne os peixes e sirva quente.

11 comentários sobre “A desova de inverno”

  1. Oi Fer
    Eu faço um peixe de um modo muito parecido, a diferença é apenas que frito mal na frigideira, deixo apenas um pouco e depois meto no forno para acabar de cozinhar. No final antes de servir ponho mais sumo de limão por cima.
    Fica optimo com filetes de linguado, ainda agora fiz em Londres em casa da minha filhota.
    Bjs

  2. fere,
    so voce mesmo pra se organizar e explicar!
    tambem estou me organizando. tive que parar o mundo pra eu descer 5 meses atras. muita coisa pra fazer e eu sem conseguir gerenciar meu tempo como deveria. um inferno.
    bem. voltei. tenho lido seus blogs, mais livros, aos poucos tudo esta voltando ao normal.
    o “comida nao entra” vai voltar ao ar em breve, tambem!
    beijao!

  3. Oi Fer,
    Já faz um tempo que leio suas novidades diariamente.Tomei coragem e resolvi fazer um blog, contando algumas receitas da época em que trabalhava em restaurante e outras coisas da minha nova vida interiorana. Vou colocar o link do chucrute tá? Entra lá no meu blog http://www.tutifrutty.blogspot.com. Adoro as coisas que vc escreve! Parabéns.Um beijo.

  4. Fezoca, já li em tantos blogs sobre ele limão Meyer… O povo fica doido por ele, li que custa caro, que logo não vai ter mais, só no ano que vem ou sei lá quando, que tem sabor de limão sem ser azedo, etc.
    Fiquei curiosa!

  5. Fer, que delícia!!! Os limões são lindos!!! É pena que aqui no Rio, pelo menos na Tijuca, não conseguimos tantas variedades de limões…Haiti, Siciliano, Galego (nas feiras livres) e só…fico babando nos limões que vejo nas receitas! Amo limão!!!
    Tenho uma receita de um bolo de limão siciliano da Marcella Hazan que é simplérrimo, mas uma dílicia!!!
    Um beijo e continue sempre nos brindando com estas maravilhas!
    PS: O povo sai distribuindo legumes, frutas???? Bom, hein???

  6. Fe, gosto imenso de sole. ‘E um peixe tao gostoso.E foi o primeiro peixe que fiz aqui na Ingalterra.De uma certa forma me apeguei – coisa tola. Gostei desta receita pois tem poucos e deliciosos ingredientes que se completam de forma invej’avel.

Deixe a sua pitada: