the olive trip

Ainda estava no trabalho quando recebi um telefonema do meu marido, que tinha acabado de jantar um bacalhau com batatas em Évora. Hoje ele já deve ter saido bem cedinho em direção à Sevilha, onde vai encontrar um professor espanhol que trabalhou com ele aqui em Davis e que vai levá-lo para um tour das oliveiras. Depois eles vão para Córdoba, para mais encontros e mais eventos com azeitonas. Em seguida ele volta para Évora, onde professores de vários cantos do mundo estarão atendendo uma conferência sobre colheita de azeitonas e participando de um teste de campo com uma máquina argentina que está inovando. Ele me pergunta o que eu quero que ele me traga de lá. Azeite, é a minha resposta ligeira. E se der, azeitonas também, é claro!

9 comentários em “the olive trip”

  1. Fer, estive em Evora só pra comer no Fialho. Como diz a A., imperdível. Uma açorda com muito coentro e azeite que comi lá, nunca vou esquecer. Espero que tenham levado o Uriel lá.
    bjs,n

  2. Nossa que delicia,Cordoba é lindo,fiz um tour por esta regiao e é lindo comprei muito sabonete e produtos derivados da oliva que sao otimos, e me lembro que comemos muito bem,claro sem esquecer dos vinhos umm la tem cada vinho bom!!!Diz pra ele te levar um “chorizo ” de boa qualidade com o inverno chegando da pra fazer uns cozidos deliciosos!!nham nham que fome me deu só de lembrar!!
    beijinhos

  3. Fer,se o Uriel tiver tempo vale muito visitar o Alcazar,lindo demais,e também a Catedral y Giralda,que é patrimônio da humanidade pela Unesco,nada a ver com comida mas se está por lá vale arrumar um tempinho,beijo!

Deixe uma resposta para neide rigo Cancelar resposta