laranja kinkan assada

Acho que exagerei um pouco nas minhas catações de cítricos neste inverno. Um dia recebi um texto do meu filho, com fotos de árvores de limão [gigantes!] e grapefruit. Larguei tudo e fui correndo lá onde ele estava. Voltei com sacolas e mais sacolas de limões monstruosamente grandes e muitos, muitos grapefruits. Voltamos pro campus e passamos pelas árvores de kinkans onde eu sempre colho minhas laranjinhas anualmente e o Gabriel ainda me mostrou uma outra árvore, escondida num cantinho que eu não conhecia. Catei muitas laranjinhas kinkas, que se juntaram com os limões rosas e com as laranjas. Ainda estou tentando gastar todas essas frutas. Fiz algumas coisas básicas com as kinkas, além de comê-las como pipoca. Essa receita fica deliciosa, usei pra servir sobre sorvete, mas pode-se usar em panquecas, waffles, para decorar bolos, como quiser!

500 gr de laranjinhas kinkans fatiadas fininho, sem as sementes
6 colheres de sopa de vinagre de champagne
4 colheres de sopa de açúcar granulado
1/2 colher de chá de gengibre ralado [*não usei, opcional]

Misturar as laranjinhas fatiadas com o vinagre de champagne e as 4 colheres de sopa de açúcar. Se quiser adicione gengibre ralado. Deixe macerar por 30 minutos [ou até 4 horas]. Pré-aqueça o forno a 350°F/176°C.

Espalhe as kinkans maceradas e o suco que formar numa assadeira forrada com papel vegetal. Leve ao forno por 30 minutos. Retire as laranjinhas do forno e deixe descansar por 6 a 8 minutos. Elas podem ser servidas em temperatura ambiente ou refrigeradas. Guarde na geladeira num recipiente hermeticamente fechado. Eu servi sobre bolas de sorvete de baunilha.

3 comentários sobre “laranja kinkan assada”

  1. Fer, fiquei com vontade de fazer! Posso substituir o vinagre de champagne por outro tipo?

    R: acho que sim, Mariane. o importante é a acidez. tenta com vinagre de vinho branco ou de maçã.

Deixe a sua pitada: