chá para seis [e dois bolos]

Meu marido me pediu para preparar um chá da tarde para seis pessoas, nós incluidos. Seria um pequeno get together de despedida para o ex-aluninho dele que defendeu tese e partia para um emprego numa empresa. Escolhemos um chá por ser mais simples. Mas simples só na maneira de dizer, pois pra mim preparar qualquer evento é sempre uma novela mexicana, cheia de close ups e viradas dramáticas de corpo com gestos e caras tensas. Nunca é fácil, nem simples, cozinhar para pessoas estranhas. Eu estresso e muito. Primeiro foi a via crucis de escolher o menu. Quis fazer dois bolos, pra ter variedade. Pois vai que alguém não gosta de uma coisa ou é alérgico a outra coisa. Eu preciso pensar em todos os micro detalhes. Receitas decididas, menu resolvido, me organizei pra cronometrar absolutamente tudo, deixar o chá quentinho, a limonada geladinha, preparar a mesa com antecedência, porque vocês sabem que tudo pode acontecer num evento assim, até os convidados chegarem com uma hora de antecedência, não é? [*pisc!]

Preparei uma mesa simples, porque ainda estou naquela fase pós-mudança quando gasto um tempão rodando como barata tonta tentando lembrar onde guardei as coisas. Preciso de um bule, mas onde estão os bules? Preciso de duas pás de bolo, mas onde estão as pás de bolo? Coisas do tipo. Até usei guardanapos de papel, que não é do meu feitio. Tudo para facilitar. A idéia inicial era montar a mesa do chá no gazebo do quintal, mas como a tarde estaria razoavelmente quente, preparei a mesa na sala de jantar. Na sexta-feira à noite fiz o bolo de chocolate. No sábado pela manhã fiz o bolo de maçã e muitos sanduichinhos de pepino. O Uriel espremeu alguns limões e preparamos uma jarrona de limonada. Lavei três cestinhas de morangos que tinha comprado pela manhã do japonês do Farmers Market de Woodland [aquele mesmo do laboratório imaginário]. Meia hora antes dos convidados chegarem, fiz um bule de chá lady grey e outro de hortelã fresco, que colhi dos vasinhos do meu quintal. Os convidados chegaram no horário, mas eu fiquei naquele convercê receptivo, me atrapalhei e acabei esquecendo de colocar os sanduichinhos na mesa. Oh well, nada pode ser completamente perfeito. Mas pela cara dos meus convidados devorando os bolos durante o nosso chá da tarde percebi que tinha escolhido as receitas certas. Sem falar que hoje em dia é sempre uma surpresa agradável ser recebido na casa de alguém com gostosuras feitas em casa, com todo cuidado e carinho.

Os dois bolos ficaram uma delícia e são bem simples de fazer, sem nenhum ingrediente super inusitado. O aroma do bolo de chocolate, que eu fiz com muita antecedência, me torturou abusivamente até a hora em que me servi de uma fatia e matei as bichas que estavam iradas e já organizadas para um riot brutal. Mas foi o singelo bolo de maçã que fez mais sucesso. Ele sumiu da travessa numa piscada e todos os convidados pediram a receita.
Louisa’s Cake

9 colheres de sopa de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 xícara, mais 2 colheres de sopa de açúcar
3 ovos grandes
1 e 1/4 xícara de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 xícara de ricota
Raspas da casca de 1 limão
1 colher de sopa de fermento em pó
1 maçã, descascada e ralada
Pré-aqueça o forno em 400ºF/ 205ºC e unte uma forma de fundo removível de 22 cm com manteiga. Na batedeira bata a manteiga e o açúcar até formar um creme. Na velocidade mais baixa possível acrescente os ovos, um de cada vez. Aos pouquinhos, adicione a farinha, o sal, a ricota, as raspas de limão. o fermento e a maçà ralada. Coloque a massa na forma untada e leve os forno por uns 30 minutos ou até que o bolo esteja bem dourado e firme no centro. Remova do forno e deixe esfriar numa grade. Desenforme e deixe esfriar completamente, só então transfira o bolo para uma travessa. Sirva com sua fruta sazonal favorita—eu servi com morangos.

Chocolate Bundt Cake
2 xícaras de açúcar
1 e 3/4 xícara de farinha de trigo
3/4 xícara de cacau em pó sem açúcar
1/2 colher de chá de sal
1 colher chá de fermento em pó
2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
1 xícara de buttermilk
1 xícara de café forte
1/2 xícara de óleo vegetal
1 colher de chá de extrato de baunilha
2 ovos

Pré-aqueça o forno em 350ºF/ 176ºC e unte com forma bundt [com furo no meio] para bolo com manteiga e depois polvilhe com cacau em pó. Numa vasilha peneire a farinha, açúcar, cacau em pó, sal, fermento e bicarbonato. Na batedeira em velocidade baixa, coloque o buttermilk, o café preparado, o óleo os ovos e o extrato de baunilha. Misture bem. Com a batedeira ainda em velocidade baixa, junte bem devagar os ingredientes secos peneirados juntos. Bata a massa por 4 minutos em velocidade média. Despeje a massa na forma untada e polvilhada e asse por 45 minutos. Remova do forno e deixe esfriar por uns minutos. Vire o bolo numa grade e deixe esfriar completamente. Coloque numa travessa e polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.

21 thoughts on “chá para seis [e dois bolos]”

  1. Oi Fer,
    fiz o bolo de chocolate e ficou sensacional. Simples, sem ser muito doce. Uma delícia! Obrigada! Bjos
    R: adorei saber, Judit! um beijo 🙂

  2. Oi Fer,
    nem esquenta em responder. Só vi depois que tem o link para a receita original em ingles. Baking powder, of course!
    Super obrigada. Bjos

  3. Oi Fer,
    estava pesquisando uma receita de bolo quando lembrei do seu bolo de chocolate. Acho que me deixei seduzir pelo aroma de chocolate que ficou no ar. Quero fazer para um encontro de amigos amanhã. Só fiquei com uma dúvida.
    A receita pede uma colher de chá de fermento em pó. Isso é o baking powder ou é o dry yeast?
    Obrigada!
    R: Judit, fermento em pó nas minhas receitas é sempre o baking powder. depois me conta se gostou do bolo. bj!

  4. Fer
    Que delicia os bolos e que linda mesa! Obrigada por sempre compartilhar tudo isso. Adoro seu blog.
    Estou assando o bolo de chocolate e ao fazê-lo observei que a medida do bicarbonato de sódio estava em excesso, são colheres de chá em vez das de sopa!
    Obrigada!
    Bjos,
    Sara
    R: obrigada, Sara, ja corrigi! :-*

  5. Fer
    Que delicia os bolos e que linda mesa! Obrigada por sempre compartilhar tudo isso. Adoro seu blog.
    Estou assando o bolo de chocolate e ao fazê-lo observei que a medida do bicarbonato de sódio estava em excesso, são colheres de chá em vez das de sopa!
    Obrigada!
    Bjos,
    Sara

  6. Fe querida, eu adorei esse post. De uma delicadeza…. 🙂 Eu tbm fico um pouco “ansiosa” para receber quem eu não conheço em casa. Mas pelo visto vc se saiu super bem! Uma recepção super aconchegante, com quitutes caseiro e uma anfitriã como vc não podia dar errado né!
    Bjs Fe.

  7. fer,
    tudo com uma cara ótima! tb fico enlouquecida quando vem gente aqui em casa. é uma correria boa 🙂
    gostei da escolha do lady grey. é leve, aromático e deve ter ficado bom com os bolinhos.
    bjos!

  8. Fer, sou parecida, eu tbem penso e repenso o menu, me preparo, faco listas… mas no fim eh super gostoso receber pessoas queridas em casa ne!
    Adorie tudo, q bolos lindos!
    Ana

  9. Uma dúvida, quando exatamente você usa a buttermilk na receita do bolo de chocolate? Beijo!
    R: onde estava escrito leite. ja corrigi. bjo!

  10. Bom saber que nao sou a unica que entra em parafuso a cada evento!
    ainda assim acho uma delicia ter convidados em casa, mesmo com a hyperventilation toda e sei que voce curte tambem
    esse bolo de maca ta’ chamando meu nome e olha que eu nem sou chegada em doces… maravilha!

  11. Fer, amaria ser revenues nao tua casa . Fico aqui no além mar me imaginando. Linda a mesa. Vou querer testar a receita de maca. Amo tudo que leva maçã. Funny enough, só não sou muito fã da fruta in nature vamos dizer. Que bom que foi tudo ótimo. Nada bate um bolo caseiro.

  12. Um chá? Que charme…!
    A gente convida (ou recebe convites) para um jantar, um almoço, até um brunch…Mas ADOREI a idéia do chá! Quase ninguém mais convida para um chá. E eu… adoro chá!
    Já me sinto “inspirada” pela idéia. SUPER!
    Beijos

  13. Oi Fer,
    Bem que queria estar na chá..
    Você tem razão. Hoje em dia é cada vez mais raro abrirmos nossas casas pra visitas.Eu ainda tenho esse hábito, pois adoro receber os amigos.
    Bj,
    Lylia

  14. Hummmm…fiquei endoidecida com essas fotos. Para mim nçao existe bolo melhor do que esses – simples. Sem recheio e nem cobertura.
    Só fiquei na dúvida em relação aao tamanhos das “xícaras”. NMo bolo de choco, quando vc fala 1 xícara de buttermilk entendo que seja de chá, não é? Mas quando vc fala em 1 xícara de café forte, ainda é a mesma xícara de chá ou é xícara de café?
    Beijo, Fer. E obrigada. Já copiei as receitas.
    R: Iara, eu nao uso medida de xícara de café nas minhas receitas. todas as xicaras mencionadas aqui sao a padrao de 250 ml, a cup americana. portanto a 1 xícara de café forte nos ingredientes do bolo de cacau é mesmo 1 xícara [250 ml] de café forte preparado. boa sorte, beijo.

  15. Sou igualzinha a você, anoto cardápio, faço até agenda pra saber o que fazer nos dias anteriores, dependendo do tamanho do evento, claro!
    Mas você sabe escolher bem um cardápio e tenho certeza que os convidados ficaram felizes.
    E também elegeria o de maçã, já que não sou chocólatra.
    Bjs.
    R: eu fico estresaaaaaada, Gina! 😉 beijao!

Deixe a sua pitada: