Meet Me in St. Louis

Meet Me in St. Louis é um musical romântico dirigido pelo diretor Vincente Minnelli em 1944. Esse filme é diversão pura, porque é cheio de números musicais clássicos bacanérrimos, de lindas cenas bucólicas em technicolor e muitas, muitas referências à comida. O filme é dividido por estações do ano e se inicia no verão, dentro da cozinha.
Os Smiths são uma típica família classe média que vive num casarão vitoriano na cidade de St. Louis, estado do Missouri, em 1903. São o pai, a mãe, a empregada, quatro filhas e um filho. No inicio do filme é verão e a mãe e a empregada estão ocupadas na cozinnha preparando o jantar e fazendo catchup. Todos que entram na cozinha dão uma provadinha na conserva de tomates e dão um palpite—muito, ácido, muito doce, muito grosso. No final. mesmo não chegando a um consenso, a empregada encerra o assunto colocando o catchup nas garrafinhas com um funil.

making catchup
meet-me-sl_6.jpg
meet-me-sl_1.jpg meet-me-sl_2.jpg
meet-me-sl_3.jpg meet-me-sl_5.jpg
meet-me-sl_4.jpg

A filha mais velha está esperando o telefonema do namorado. Ele está em New York e vai ligar interurbano, por isso a família se organiza pra tentar adiantar o horário do jantar. Mas o pai não aceita e a empregada tenta então servir tudo nas pressas. Primeiro uma sopa de tomates, afinal é verão. Depois uma bela peça de corned beef, servida com repolho cozido. O pai reclama que a carne está cortada muito fina. A empregada retruca que a patroa mandou ela cortar bem fino pra carne poder ser servida em duas refeições. O pai vence a batalha e todos se servem de grandes e grossas fatias de corned beef.

corned beef & cabbage
meet-me-sl_7.jpg
meet-me-sl_10a.jpg
meet-me-sl_8.jpg meet-me-sl_9.jpg
meet-me-sl_10.jpg meet-me-sl_11.jpg

Com o outono chega o Halloween e as cenas mostram novamente as funções na cozinha. A empregada está decorando um bolo enorme e lindo. As meninas chegam fantasiadas e lhe pregam um susto. Depois de vários acontecimentos durante e depois do trick or treating todos se sentam pra devorar vasilhas cheias de sorvete e contar histórias do Halloween. O pai chega com a notícia que por razões do seu emprego a família vai ter que se mudar para New York, mas ninguém se mostra feliz. St Louis é a cidade onde todos desejam permanecer.

halloween treats
meet-me-sl_12.jpg meet-me-sl_13.jpg
meet-me-sl_14.jpg meet-me-sl_15.jpg
meet-me-sl_17.jpg

No decorrer do filme há muitos bafafás românticos envolvendo as irmãs mais velhas, com destaque para Judy Garland, que é a estrela do filme e protagoniza quase todas as cantorias. Margaret O’Brien, que faz o papel da irmãzinha fofinha mais nova, contou numa entrevista anos mais tarde que foi muito fácil trabalhar com Judy Garland nesse filme, pois nessa fase a atriz estava sempre feliz. Foi nos sets de filmagem de Meet Me in St. Louis que ela conheceu e se apaixonou pelo seu futuro marido Vincente Minnelli, que dirigia o filme. Garland começou sua carreira como atriz infantil num tempo em que os estúdios tinham permissão para fazer coisas que hoje seriam consideradas abusos e torturas horripilantes. Uma das atrocidades que os produtores da Metro-Goldwyn-Mayer faziam com a menina prodígio Judy Garland era não deixá-la comer, mantendo-a sempre numa rígida dieta, para que não perdesse a sua figura esbelta que vendia bem e ajudava os crápulas de Hollywood a encher os bolsos de dinheiro.

11 comentários sobre “Meet Me in St. Louis”

  1. Oi Fer,
    Sou sua fãzona!
    Adoro entrar no seu site pra dar um tempo dos estudos online.
    Tenho visto as suas receitas de sorvete e tô querendo comprar uma.
    Qual voce indica? Tem algumas que fazem sorvetes mais cremosos, né?!
    Me dê uma dica quando tiver um tempo.
    Sorte sempre,
    kika

  2. Fernanda,
    você sabe o quanto adoro esse chucrute com salsicha.Gosto pela diversidade de assuntos que a sua autora brinda os seus visitantes.Até um comentário de uma bicicleta você é capaz de transformar em uma boa prosa. Você, Fernanda, tem talento e material bastante para escrever um livro, por quê não tenta?.Quero fazer o lançamento em Brasília
    Bjus
    da
    Leo

  3. Gosto muito deste filme. Aliás, sou uma nostálgica e creio mesmo que “antigamente” se faziam filmes muito melhores. Os diálogos eram mais inteligentes, mesmo em histórias aparentemente sem maiores pretensões.
    Mas lembraste bem o outro lado. Na telona, moças e rapazes lindos e felizes, na vida real, pessoas doentes, deprimidas, esmagadas para fazer a roda continuar se movendo.
    Grande descrição, ótima lembrança.
    Beijos

  4. Uau, pelas fotos, já dá prá ver que o clima do filme é bem bacana. E o que é esse “caldeirão” de catchup??? Quero um já!!!
    Ah, tem um presente prá vc lá no meu blog….
    bjs
    Andréa

  5. Ai, Fer…
    Olha essas roupas, esses pratos, lindos… Adoro louça antiga,as sopeiras, filmes antigos, o mobiliário, aquelas escadarias maravilhosas (ninguém pensava em artrose de joelho rsrsrs!)E aquele bolo!! Gente do céu!
    Adoro musicais, os com sapateado, os do Gene Kelly e a galera toda… PIC NIC com William Holden e uma “cacetada” de outras “películas”… Pode ser p&b, cor, bem velho, que eu amoooo! As trilhas sonoras, tudo anotadinho num caderno.Mas a minha casa favorita é a do filme “Guess who’s coming to dinner”, em S.Francisco com Spencer Tracy e La Hepburn. Branca, com portas de vidro e madeira…
    E é por isso que eu não saio daqui. É só alegria!!!
    Bj

  6. ooohhh fer…. adorei o filme… voc~e conta de um jeito…. que agora quero ir na locadora… adoro filmes com comidas!!!!!
    você realmente é maravilhosa para descrever as coisas!!!!
    um beijo
    telma-recife

  7. Parece muito interessante… nunca vi. Sei que a Judy Garland passou por muita coisa ruim. Era comprimido para dormir, comprimido para acordar… Deve ter sido horrível para ela. Uma grande voz e uma grande actriz 🙂

  8. Voce tem um jeito de descrever as coisas….Dá vontade de chegar correndo na locadora…. As fotos dos muffins, com aquelas forminhas coloridas, estão DEMAIS.

  9. Fer,
    Estou todo dia no seu blog, muito legal quando voce faz esse resumo de filmes, esse por exemplo me deu uma vontade louca de esborrachar no sofa’ domingo e assisti-lo. Sabe o que achei por aqui? Uma entrega de cesta organica em casa, vi a peruinha passando na rua e procurei na internet e bingo! http://www.bioexpress.it. Visto o preco das frutas e verduras por ai’ me pareceu alem de livres de pesticidas, super conveniente. Beijos,
    Maria

Deixe a sua pitada: