figos com vinho do Porto

figo_porto_red_1S.jpg

figo_porto_red_2S.jpg

Quando a Constance Escobar sugeriu uma redução de vinho do Porto para acompanhar os figos frescos, fiquei entusiasmadíssma e já fui logo perguntando como fazer. Ela ensinou—para cada 500ml de vinho, 100gr de açúcar e um pau de canela, deixar reduzir até virar um xarope.

Eu fiz e servi com os figos frescos. Fica uma sobremesa deliciosa e bonita de ver. Nossa, que chique, foi o comentário do crítico. Comemos todos, um por um!

16 comentários sobre “figos com vinho do Porto”

  1. Ah…aqui todo final de ano, época dos figos maduros, faço um tipo ramy.
    Lavo bem os figos com casca(para retirar o sulfato), mais ou menos uns 24.
    Coloco-os na panela de pressão em camadas alternando com açucar cristal. Adiciono um pedaço de canela em pau e meio copo de água.Tem quem coloque meio copo de café forte.
    Tampo a panela, acendo o fogo e deixo lá até pegar pressão. Aí apago e mantenho a panela fechada por aproximadamente 18 horas.Eu faço normalmente na tarde de um dia para abrir na manhã seguinte.
    Abrindo-a levo novamente ao fogo ,com a panela agora destampada,para apurar a calda.
    Depois é só gelar!!!

  2. Fiz alguns figos cristalizados, recheados e cobertos com chocolate que ficaram saborosos. Qualquer dia estarão no blog.
    Figos não são muito apreciados aqui em casa, mas esses seus ficaram maravilhosos!
    Bjs.

  3. Fer, eu só não me machuco mais, porque não circulo tanto na cozinha e a nossa organização aqui em casa me permite dar menos chance ao azar. Mas se eu estiver em ação, pode contar que vou me queimar, ou cortar, ou quebrar alguma coisa. Há dias em que isso parece uma espécie de força astral, uma confluência de planetas bagunceiros e, quando estou com a coluna “mais pra lá do que pra cá” aí mesmo é que tudo cai da minha mãe e eu tenho que me abaixar sem poder.
    Ainda no episódio do pão, esqueci de dizer que, ao retirá-lo da máquina, queimei-me em dois lugares. Enfim, cara colega, temos mais essa afinidade. Melhor a gente nunca trabalhar ao mesmo tempo no mesmo lugar…kakakaka.
    Beijos

  4. preciso criar coragem para
    a) entrar no outlet da loja de panelas (rsrsrsrs)
    b) reduzir vinho do Porto e saborear isso aí
    incrível, minha filhota (14m) comeu 1/4 de um figo fresco, se lambuzou toda, mas adorou rsrs

  5. Fer, desculpe-me a intromissão, espero que tenha feito essa redução do vinho do Porto de uma vulgar colheita, uma garrafinha barata….e mesmo assim…!
    É que o vinho do Porto é tão excepcional pelas suas características, elaboração, envelhecimento que só de pensar em reduzi-lo a simples xarope é destruir-lhe tudo isto por uma longa ebulição. Claro que eu sou suspeita…sou do Porto! 🙂

  6. Fer…as suas fotos, assim como suas receitas, são sempre um show a parte. Sabe que nunca comi figo? Dsde criança tenho uma restrição sem razão, preciso ultrapassar esta barreira agora…
    Beijos

Deixe a sua pitada: