urucum?

urucum_1s.jpg
urucum_s2.jpg

Muita gente deve estar se perguntando como foi que apareceu urucum na minha cozinha californiana. Um ingrediente realmente improvável, a não ser que você tenha uma mãe como a minha, que me envia pelo correio as coisas mais inusitadas. Quando eu me comprometi a dar aquela aula de moqueca na International House, no ano passado, minha mãe não só recomendou que eu fizesse a moqueca indígena, também conhecida como capixaba, mas também providenciou o ingrediente indispensável—o urucum. Eu pensei e repensei, mas decidi fazer a minha infalível receita de moqueca de salmão, que é sempre sucesso absoluto em todas as paragens. A aula foi bem bacaninha, apesar da minha horrível timidez, a moqueca foi devorada até pela prefeita de Davis, e no fim me sobrou o urucum, que eu guardei na esperança de um dia usar. Pois então.

12 comentários sobre “urucum?”

  1. ola gente amiga.
    bom sou portugues e amo cozinhar faz algum tempo que descobri uma receita de peixe que leva um molho de tomate fresco adicionado com o tal de (urucum)ja procurei e nao encontro aqui por favor podem me dizer se é a mesma coiza eu utilizar pimenta vermelha ou culurau agradecia a dica se fazem o favor.
    tchau beijos dum portugues.
    adorei o sait.
    (moinhodevento@msn.com)

  2. Como disse a Lilian,moqueca é capixaba, o resto é peixada. Existem poucas coisas na gastronomia que abomino mas uma delas é dendê. Pesado e indigesto mas isto é gosto né,cada um com o seu,a moqueca capixaba é o que há de leve e saboroso,é o prato típico do ES..

  3. Meninas, o urucum moído, é encontrado pelo nome de colorau – em sampa é colorífico.
    E Fer, vc já tem a sugestão do que fazer com o resto do urucum, moqueca capixaba, claro, pq o resto é peixada. Não tenha medo, é mt simples de fazer, deliciosa e nem um pouco pesada, pois não leva leite de coco e nem dendê.
    Se quiser a receita é só me perguntar, faço sempre. É claro que a panela de barro capixaba fará falta, mas não é indispensável. Qualquer panela de fundo grosso, para um cozimento mais lento, serve, pq a moqueca não leva água no preparo, o caldo é o que se desprende do próprio peixe e dos outros ingredientes.
    Beijos

  4. Isso, Isso!! Foi achiote que comprei, em sementes mesmo.:)) Era urucum entao..:)) Que preguica a minha de procurar na wikipedia uh??haha
    Bjs
    Bri

  5. Mais claro que o urucum faz parte da culinária de Califórnia. Lá a gente chama de achiote. Faz grande parte da culinária indígena do Mexico que manda muita na culinária de Califórnia. Lá é tão indígena quanto no Brasil. Não é comum ver urucum em sementes em Califórnia. Vendem numa pasta já pronto para temperar pratos. As vezes é misturado com outros temperos como alho, pimenta e ervas.
    Sou Californiana transplantada no Brasil.
    Gostei do site.
    Abraço –

  6. Fiquei imaginando você plantar aí, e conseguir fazer vingar uma planta de clima tropical onde há neve.
    Meus pais também sempre me mandam coisas inusitadas. Desde as roupas que minha mãe costura até coisas que existem por aqui,mas querem presentear. Mãe é mãe…

  7. Querida Fer,
    Qdo eu era menina (aos 12 anos), surgiu uma moda de fazer “bronzeador” (gasp) de oleo de bebe com semente de urucum. A “tecnica” era fritar o urucum no oleo de bebe, deixar esfriar, coar, envasar e passar no corpo. Ui!!
    Bem, menina que era, eu fiz, neh??hahaha..Vixe. Ainda bem que nakela epoca, nao se falava em cancer de pele..hehehe Ateh hoje lembro do cheiro..hehehe
    Mas sabe que eu comprei(ha +ou -) um ano atras umas sementes parecidas akih e nunca usei?!?! Vou ver se descubro/lembro o nome..
    Bjs e OTIMO weekend:))
    Bri

  8. eu adoro usar urucum nos molhos de tomate fresco(mas nem sempre) para deixar o molho bem vermelhinho.A caseira do sítio do meu irmão,lá nas montanhas do Espírito Santo, prepara o urucum que eu trago todo ano quando vou lá, este ano conheci o pé,vi o processo de secagem e o preparo,ela soca em pilão de madeira grande ,já trago para o ano inteiro,até a próxima ida,beijo!

Deixe a sua pitada: