três

tres
tres tres
tres tres
tres tres
tres
tres tres

Em primeiro de novembro de 2005 às 11:22:40 da manhã nascia o Chucrute com Salsicha, com seu primeiríssimo post de inauguração. Com certeza eu tinha passado o dia anterior sentada por horas e horas e horas na cadeira do meu pequeno escritório montando o blog, ajeitando o layout, colocando tudo em ordem para iniciar a função de blogar sobre comida, que desde então nunca parou.

E hoje o Chucrute completa três anos de postagens diárias, com muitas fotos, muitas receitas e, principalmente, muitas histórias. Milhares de pessoas passam por aqui todos os dias e isso coloca um certo peso nos meus ombros, que eu tenho tentado carregar com o máximo de firmeza e elegância.

O Chucrute com Salsicha é um espaço muito especial para mim porque ele reflete um bocado de quem eu sou. Os assuntos aqui são sempre muito variados, os papos seguem as estações do ano e vão pipocando conforme as idéias e as oportunidades vão surgindo. Eu não tenho nenhum esquema planejado ou um sistema de organização para blogar. Não me empenho em pesquisas, não sigo modismos, nem endosso produtos ou pessoas que eu não conheço direito ou não confio. Não tenho pretensão de fama ou grana, só escrevo sobre o que eu gosto e sobre o que me interessa, por isso não promovo ou participo de eventos coletivos. Eu faço a minha pauta, de um jeitão idiossincrático que é só meu. Não me inspiro no estilo de blogar nem nas idéias de ninguém. O Chucrute sempre foi um espaço original e autêntico, influenciado apenas pelas minhas convicções, pela maneira com que eu encaro a vida, pelas minhas opções, aspirações e realizações.

Defendo com insistência quixotesca a propriedade das minhas fotos, pois elas são a expressão da minha visão do mundo—desde a amplitude das paisagens das vinícolas californianas até os micro detalhes de uma flor se abrindo ou de uma lagarta morando num pé de tomate. Sem essas imagens o Chucrute com Salsicha não estaria completo. E a minha escrita, com todas as costumazes mancadas ortográficas e a abundância de expressões peculiares, é parte da minha personalidade, uma extensão do meu papo firme na vida real. Eu gosto de escrever, de fotografar e de comentar qualquer tipo de assunto relativo à culinária—um pouco mais do que gosto de cozinhar e comer. Por isso não considero o Chucrute com Salsicha apenas um blog de receitas. Ele é sim um blog sobre comida, e também sobre bebidas, música, cinema, política, livros, amor, prazer, felicidade e vida!