pudim com sementes de gergelim preto & mel

sesame-seeds-pudding

Fui várias vezes num restaurante japonês em Davis que serve “tapas”. Come-se em pratinhos pequenos mil coisinhas gostosas e bebe-se cerveja ou vinho espumante. Numa das vezes decidimos pedir sobremesa. Eles têm apenas três opções e uma delas era um pudim com sementes de gergelim preto. Achei uma delicia! Resolvi replicar o pudim em casa e fui atrás de uma receita. Achei essa aqui, que me pareceu bem similar. Fiz com agar-agar, porque tinha um envelope que queria gastar.

1/4 xícara sementes de gergelim preto torradas ou 3 colheres de sopa de pasta de sementes de gergelim preto
1/3 xícara de mel
1 e 1/2 xícaras de leite integral
2 colheres de chá de gelatina em pó [usei agar-agar]
1 e 1/2 xícaras de creme de leite fresco

No pilão ou no moedor de especiarias, moa as sementes de gergelim bem fininho. Pode fazer no mini processador, pulsando as sementes com 1/3 xícara de mel até formar uma pasta. Se for usar a pasta comprada pronta [acha pra comprar em loja de produtos asiáticos], pule essa parte. Coloque o leite numa panela média e polvilhe a gelatina em pó uniformemente por cima. Deixe descansar por 5 minutos. Leve a panela ao fogo baixo, mexendo sempre, até que a gelatina se dissolva. Se usar agar-agar deixe ferver. Misture as sementes de gergelim preto pulverizadas e o mel. Remova do fogo e misture o creme de leite. Misture bem com um batedor de arame e despeje o líquido em 6 ramequins ou taças de sobremesa. Leve à geladeira por pelo menos 2 horas, para firmar.

bolacha de aveia e sementes

seed-cracker

Fiz essa receita da Anna Jones assim que vi na revista Bon Appétit. Achei maravilhosa, porque só vai ingrediente legal e é super fácil de fazer. Fiz um hummus pra acompanhar, onde coloquei uma tâmara, sementes de gergelim e uma pitada de pimenta. Queria ter feito uma foto melhor, mas simplesmente não deu tempo. Essa eu fiz na cozinha do meu trabalho, na hora do meu almoço. No mesmo dia levei as bolachas para um potluck na casa de uma amiga e eles foram devorados com tanta voracidade que fiquei até meio abismada. Elas realmente ficam gostosas. E na realidade é apenas uma bolachona rústica, que você quebra com as mãos depois de assada. A receita sugere que se pode trocar as sementes, usar outras, contanto que mantenha-se as mesmas quantidades. Eu fiz planos de refazer com outros tipos de sementes, mais sal, ervas, mel, mas fui levada pela correria do dia-a-dia e ainda não consegui fazer nada. Mas irei!

1 xícara de aveia grossa
3/4 xícara de sementes de abóbora cruas
1/3 xícara de sementes de girassol cruas
1/3 xícara de sementes de gergelim
3 colheres de sopa de sementes de chia
3 colheres de sopa de sementes de papoula
1 colher de chá de sal kosher
1 colher de sopa mais 1 colher de chá de óleo vegetal
1 colher de sopa xarope de bordo puro [maple syrop]

Pré-aqueça o forno a 375°F/200°C. Misture a aveia, as sementes de abóbora, as sementes de girassol, as sementes de gergelim, as sementes de chia, as sementes de papoula e o sal em uma tigela grande. Misture o óleo, xarope de maple e 3/4 xícara água em temperatura ambiente em uma tigela média. Despeje o líquido sobre a mistura de aveia e mexa até a mistura ficar completamente encharcada. Deixe descansar 10 minutos. A mistura irá absorver a água e engrossar.

Formar a mistura de aveia em uma bola e transfira para uma assadeira forrada com papel vegetal. Pressione uma segunda folha de papel vegetal por cima da massa e usando um rolo de massa abrir a massa o máximo que der, mas não muito fina.. Remova o papel vegetal de cima e reserve.

Leve a assadeira ao forno e asse até a bolacha ficar dourada nas bordas, por 15 – 20 minutos. Retire do forno e cuidadosamente remova da folha de papel. Use a outra folha reservada para forrar a forma e coloque a bolacha sobre a folha nova, para assar do outro lado. Deixe assar por mais 15 – 20 minutos. Remova do forno, deixe esfriar na assadeira e em seguida quebre em pedaços com as mãos. Armazene num pote bem fechado.

bolo de cenoura e gengibre
[com sementes de gergelim]

bolo-cenoura1

bolo-cenoura2jpg

Fiquei louca quando vi a receita desse bolo, tive que fazer. Fui até comprar umas cenourinhas orgânicas especialmente para isso. Não vou dizer que não ficou gostoso, mas achei um pouco úmido e molenga pro meu gosto. Mesmo assim comemos tudo. Adoro sementes de gergelim, mas preferi essa receita aqui, de bolo de banana.

1/2 xícara de óleo vegetal
2 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 colheres de chá de fermento em pó
2 colheres de chá de canela em pó
1 xícara açúcar mascavo
1/2 xícara de purê de maçã [não-adoçado]
1/3 xícara de leite de amêndoa [ou outro leite]
Um pedaço de 5cm de gengibre descascado e ralado fino
1 colher de chá de extrato de baunilha
3/4 colher de chá de sal
2 cenouras grandes [200gr] raladas no grosso
2 colheres de sopa de sementes de gergelim preto

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C. Pincele o interior de uma forma de pão com um pouco de óleo. Polvilhe com a farinha de trigo, batendo bem para remover qualquer excesso. Em uma tigela pequena misture a farinha de trigo, o fermento em pó e a canela. Em uma tigela grande misture o açúcar, o purê de maçã, o leite de amêndoas, o gengibre, a baunilha e o sal. Usando uma espátula coloque a mistura de farinha sobre a mistura liquida, seguida das cenouras e finalmente o óleo. Despejar a massa na forma preparada e polvilhe a superfície do bolo com as sementes de gergelim. Cubra completamente, se precisar ponha um pouco mais de sementes. Leve ao forno e asse por cerca de 1 hora e 10 minutos. Remova do forno e deixe esfriar completamente dentro da forma antes de cortar.

bolo de sementes de papoula

bolo-poppyseeds_1S.jpg
bolo-poppyseeds_2S.jpg
bolo-poppyseeds_3S.jpg
Demorei um bocado de tempo pra finalmente colocar essa receita de poppy seed cake em prática. Fiz outro dia e o bolo desapareceu numa piscada. Ele fica bem denso. Achei a quantidade de sementes de papoula absurdamente imensa, mas tem que ser assim. As sementes não entram na receita só pra enfeitar e dar um toque festivo. Elas dominam e vale muito a pena.
6 colheres de sopa de manteiga sem sal amolecida
1/2 xícara de purê de ameixa seca
1 xícara de açúcar
1 1/4 xícara de sementes de papoula moídas
1/2 xícara de farinha de trigo
4 ovos, gemas e claras separadas
1/4 de colher de chá de cremor de tártaro [opcional]
Raspas da casca de 1 laranja ou limão
1 colher de chá de extrato puro de baunilha ou amêndoa
cobertura de cheesecake [opcional]
nozes caramelizadas para decorar [opcional]
Pré-aqueça o forno em 350ºF/ 176ºC. Unte uma forma de fundo removível com manteiga, forre o fundo com papel vegetal e unte por cima do papel também.
Moa rapidamente as sementes de papoula num processador ou moedor elétrico de café. Cozinhe as ameixas com um pouco de água e bata no processador ou liquidificador para fazer o purê.
Bata as claras com uma pitada de cremor de tártaro em neve até ficarem em ponto de picos duros. Reserve. Bata a manteiga e o açúcar até virar um creme. Adicione as gemas e o extrato de baunilha [ou amêndoa] e as raspas de limão [ou laranja]. Adicione o purê de ameixas e logo em seguida as sementes de papoula moídas e a farinha de trigo. Misture as claras em neve à massa delicadamente com a ajuda de uma espátula. Coloque a massa na forma untade e leve a forno por uns 45 minutos, até o bolo ficar bem escuro e o centro cozido. Deixe esfriar completamente e transfira para uma travessa. Se quiser decore com a cobertuda de cream cheese e as nozes caramelizadas. Eu não quis.
»cobertura de cream cheese—bata 250 gr de cream cheese, 4 colheres de sopa de manteiga, 2 xícaras de açúcar de confeiteiro e 1 colher de sopa de extrato puro de baunilha.

sopa de ervilha com bacon, maçã e sementes de anis

sopa-erv-bacon_1S.jpg
Uma sopa feita numa noite de cansaço e fome extremos, com pressa, sem muitas idéias, depois de chegar do supermercado com um pacote de.. bacon! Eu compro bacon do Niman Ranch que considero um produtor confiável.
Para fazer essa sopa usei 1 xícara de ervilhas secas lavadas, 5 fatias de bacon, 2 maças granny smith [verdes], uma colher de chá de sementes de anis [erva-doce], 3 xícaras de caldo de legumes. Numa panela robusta refogue o bacon picado em pedacinhos, até ficar bem fritinho e quase crocante. Acrescente a ervilha, as maças raladas e as sementes de anis e refogue por uns minutos. Junte o caldo de legumes e cozinhe até a ervilha ficar bem molinha. Se quiser bata a sopa no liquidificador ou use o mixer de mão, que foi o que eu fiz, mas não bati muito para a sopa ficar pedaçuda. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto e sirva, bem quente.

pesto de sementes de abóbora e coentro

pestocoentro.jpg

Para um jantar ultra-rápido e ultra-simples, fiz o pesto de sementes de abóbora da Ana. Usei macarrão integral. Ficou um bocado mais leve que a maioria dos pestos que já provei.
1 xícara (chá) de sementes de abóbora (das verdes)
1 maço de coentro (só as folhas)
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado na hora
1 colher (sopa) de suco de limão [*esqueci de usar]
2 dentes de alho [*não usei]
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto [*não usei]
Azeite de oliva a gosto
Torre as sementes de abóbora em uma frigideira. Mexa constantemente até ficarem meio douradinhas, cerca de 3 ou 4 minutos. Coloque no processador com os outros ingredientes. Pulse até triturar bem (algumas pessoas preferem com mais textura, menos triturado) e acrescente azeite de oliva pelo bocal até atingir a consistência desejada, mais espesso ou mais ralo. Misture ao macarrão bem quente e sirva com queijo ralado.