sanduiche de salmão
[defumado]

sanduba_salmao_s.jpg

Receita perfeita da Elise, que chegou no momento exato, quando eu tinha muitas sobras de salmão defumado do brunch do último domingo. Felicidade pra mim é chegar em casa no final da tarde, cansada do dia estafante e preparar um jantarzinho delicioso em menos de trinta minutos. ôlerê, belê!
Você vai precisar de:

Fatias de pão francês
Queijo Gruyere * usei o finlandês Lappi
Salmão defumado em fatias finas
Limão em conserva — eu compro pronto, mas veja como fazer em casa aqui
Chives – cibouletes picadinhas *esqueci de colocar
Manteiga
Uma frigideira robusta e bem larga

Coloque a frigideira no fogo médio. Enquanto isso monte os sanduiches com fatias do queijo, fatias do salmão, a casca do limão em conserva cortada finíssima e as cibouletes sobre uma fatia de pão. Passe manteiga na outra fatia e cubra o sanduiche. Coloque os sanduiches na frigideira, a parte com manteiga para baixo primeiro. Vire os sanduiches, deixe tostar dos dois lados. Retire da frigideira e sirva imediatamente.

tudo se transforma I

turkey_leftover.jpg

Seis quilos de peito de peru para seis pessoas foi um pouquinho demais, né? Agora samba, cabrocha, samba pra conseguir dar um fim nessa peruzada toda. É sobra que não acaba mais. Primeiro fiz o basicão sanduba com fatias de peru, fatias de tomate e queijo, tudo derretido e prensado na frigideira. Depois fiz esse recheio frio, que era uma receita muito antiga que eu fazia com frango desfiado. Pique bem picadinho:

Peito de peru
1 maçã verde
Várias fatias de picles de pepino
1 talo de salsão [aipo]
Bastante salsinha
Um punhado de azeitonas pretas

Tempere tudo com sal, pimentão, um fio de azeite, suco de limão e maionese, da melhor que tiver disponível. Misture bem e sirva com pão e folhas de alface. Com esses croissants fresquinhos o sanduba de peru ficou o fino da bossa.

a carne louca

carne_louca.jpg

Nem sou capaz de calcular quantos anos fazia que eu não comia essa salada de carne. Não me lembro se ela era feita com músculo ou lagarto—tenho uma inclinação pelo músculo, que era aquela carne que se colocava em sopa, bem fibrosa e com gordura. Já esqueci muita coisa, especialmente essas relativas à cortes de carne. Mas resolvi que iria fazer a carne louca e comprei um belo pedaço de beef eye round roast, que eu acho que se equipara muito bem ao lagarto brasileiro. Fritei dos dois lados, depois joguei uma garrafinha de cerveja e bastante molho ingles e cozinhei na panela de pressão. Depois de fria, desfiei com as mãos. Adendo: arre égua, precisa ter dedos de mulé cabra macho pra desfiar essa carne! Depois misturei com bastante cebola cortada bem fininha, pimentão verde cortado bem fininho e uma boa quantidade de salsinha picada. Temperei com sal, pimenta do reino moída, um vinagre de vinho tinto da melhor qualidade e muito azeite. Comemos no dia, mas as sobras que ficaram na geladeira ainda estão fazendo sucesso.

my own private junk food

private_junk_food.jpg

O cachorro-quente é uma daquelas comidas que faz parte da história gastrônomica da minha vida. O impacto que esse sanduíche me causou, comida alguma nunca se equiparou. Fazia muito tempo que eu não comia um cachorro, portanto estava mais do que na hora. O detalhe especial dessa junk food é que nada ali é realmente junk, a começar da salsicha—da melhor qualidade, até as batatas fritas e o molhinho de cebola e pimentão. Nada é ordinário, tudo é orgânico, até a maionese. Pra comer sem culpa, com gosto, ficar com aquela cara alegre, cheia de satisfação.
Eu cozinho as salsichas na água, escorro, retorno a panela ao fogo, rego com um pouco de azeite, jogo cebola e pimentão verde cortados em rodelas e refogo, até os legumes ficarem macios e formarem um molho. Só isso!

O famoso sanduba do Elvis

Apesar de não ser uma consumidora frequente do produto, tenho que ter sempre um vidro de peanut butter na despensa, para a eventualidade de dar uma vontade de comer o sanduiche favorito do Elvis Presley!

As receitas:

Peanut Butter and Banana Sandwich
do The Presley Family Cookbook
3 colheres de sopa de peanut butter
2 fatias de pão branco
1 banana — amassada
2 colheres de sopa de margarina — derretida

Misture a peanut butter com a banana amassada. Toste o pão levemente. Espalhe a peanut butter com a banana amassada na torrada. Frite na margarina derretida, virando dos dois latos até ficar dourado.

menu_du_jour_2

Elvis’s Favorite Peanut Butter Sandwich
2 fatias de pão branco
2 colheres de sopa de peanut butter cremosa
1/2 banana – bem madura
2 colheres de sopa de manteiga ou margarina
-Espalhe a peanut butter sobre uma das fatias de pão
-Coloque fatias da banana sobre a peanut butter
-Cubra com a outra fatia de pão
-Derreta a margarina numa frigideira sobre fogo médio.
-Frite o sanduiche até ficar dourado dos dois lados

NOTA : Elvis comia esse sanduíche com garfo e faca. Não é a toa que ele ficou bem gordutchinho nos seus últimos anos de vida!

menu_du_jour_2

Minha versão do Sanduiche Favorito do Elvis
Espalhar peanut butter em duas fatias de pão branco de forma. Cortar uma banana em rodelas e colocar entre as fatias. Tostar o sanduiche fechado, numa frigideira ou aparelho de fazer sanduiche. Devorar com direito a lamber os dedos!!