hambúrguer de feijão preto [com queijo cheddar]

burger-blackbeans

Fiz mais uma receita de hambúrguer vegetal, este dica da minha amiga Sally. Mudei duas coisinhas, primeiro moendo todo o feijão e segundo, usando queijo cheddar mais uma pimenta jalpeño para substituir o queijo pepper jack que eu não tinha. Desta vez senti firmeza para fritar os hambúrgures e eles ficaram uma delícia!

faz 4 porções
1/2 xícara de aveia
1 lata [450gr] de feijão preto, escorrido e lavado
1 ovo caipira grande
1 colher de chá de cominho em pó
Sal Kosher a gosto
1/2 xícara de queijo pepper jack ralado [*usei o cheddar branco]
1 pimenta jalapeno picadinha
1 cebolinha grande picada
2 colheres de sopa coentro fresco picado
1 colher de sopa de azeite de oliva

Coloque a aveia em um processador de alimentos e pulse três vezes para moer. Adicione metade dos feijões e pulse umas 6 vezes até virar uma pasta grossa. Nessa parte, eu coloquei todo o feijão ao invés de só metade. Adicione o ovo, o cominho, e 1/2 colher de chá de sal e processe por cerca de 1 minuto. Transfira a mistura de feijão para uma tigela grande. Misture os feijões restantes [no meu caso não precisou], o queijo, a cebolinha e coentro fresco.

Forre uma assadeira com papel vegetal ou alumínio e unte levemente com óleo. Com as mãos molhadas forme os hambúrgueres e coloque sobre a forma. Eu uso um aro de metal, encho com a massa, pressiono e removo o aro cuidadosamente. Leve à geladeira por uns 15 minutos para deixar os hambúrgueres mais firmes. Nessa parte eu decidi colocar os hambúrgueres no congelador pelo mesmo tempo. Achei que eles ficaram bem firmes para fritar, o que pude fazer sem medo dos bolinhos se espatifarem.

Coloque azeite numa frigideira e aqueça bem. Coloque os hambúrgueres e frite dos dois lados, virando com cuidado. Remova da frigideira e coloque sobre uma travessa forrada com papel absorvente. Sirva como quiser. Eu quis servir acompanhado de batata doce assada no forno e salada de tomate e ervilha fresca.

hambúrguer de feijão branco

white bean burger

Quando começo a fazer receitas numa mesma linha é porque estou tendo um dos meus ataques de obsessão. Desta vez são os hambúrgueres vegetais. É divertido ver o que vai sair e como vai ficar o sabor e a textura. Para fazer essa receita me amedrontei com a textura da massa e decidi assar ao invés de fritar. Agora descobri que se deixar no congelador por uns minutos, fica muito mais fácil de manusear. Mesmo assim, achei que assado ficou bom. Faz uns 6 hambúrgueres, então pra nós teve sobra.

2 latas de 400gr cada de feijão branco, drenado e enxaguado
2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1 cebola pequena picada
Sal a gosto
2 dentes de alho grandes picados
2/3 xícara de cenoura ralada
3 colheres de sopa de suco de limão
1/4 xícara de salsinha picada
2 colheres de chá de sálvia fresca ou tomilho [*usei tomilho]
1/2 xícara farinha de pão [*usei panko]
1 ovo caipira batido
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Aqueça 1 colher de sopa de azeite em uma frigideira de tamanho médio e adicione a cebola. Cozinhe, mexendo, por cerca de 5 minutos. Adicione uma pitada de sal, o alho e a cenoura ralada, e continue cozinhando por mais um minuto ou dois, até a cenoura amolecer ligeiramente. Retire do fogo.

Em um processador de alimentos coloque o feijão com o suco de limão e pulse até virar um purê. Transfira o purê de feijão para uma tigela e adicione a mistura de cebola e cenoura, a salsinha, sálvia ou tomilho, a farinha de pão ou panko e o ovo. Tempere a gosto com sal e pimenta. Forre uma assadeira com papel alumínio ou vegetal e unte com azeite. Modele os hambúrgueres usando as mãos ou um aro de cortar massa, como eu fiz [coloque op aro sobre a forma, encha com a massa, pressione bem e remova, formando as rodelas], cubra com filme plástico e leve a geladeira por 1 a 2 horas.

Se for fritar, aqueça o óleo remanescente em uma frigideira grande e frite os hambúrgueres por 4 minutos em cada lado, tendo muito cuidadoso para virá-los. Eu resolvi assar, então reguei os hambúrgueres sobre a assadeira com azeite e levei ao forno a 400ºF/200ºC até ficarem dourados, virei na metade do tempo, precisa ficar de olho. Sirva com pão e os condimentos de sua escolha. Eu servi com salada.

crostini de ricota
com salada de tomate & aliche

tomate aliche

Chegar em casa na sexta-feira e não querer mais sair—quem nunca? Pro jantar o melhor improviso de verão é baseado nos tomates e essa receitinha da M.S. foi muito conveniente e auspiciosa. Não precisou de mais nada, foi o nosso jantar. Use uma ricota comprada de excelente qualidade ou faça em casa, que daí fica realmente imbatível.

3 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem
8 filés de aliche
1 dente de alho picado
1 colher de chá de folhas de alecrim fresco finamente picadas
1 quilo de tomates
Pimenta do reino moída na hora
Ricota fresca
Fatias de pão tostado com azeite

Numa panela aqueça o azeite, o aliche, alho e alecrim e deixe cozinhar, mexendo ocasionalmente, por cerca de 4 minutos. Coloque os tomates cortados em uma tigela ou prato e regue com a mistura de aliche. Tempere com pimenta do reino moída na hora. Sirva sobre uma fatia de pão tostado coberto por uma camada grossa de ricota fresca.

sanduíche de ovo cozido

eggsandwich.jpg

Tudo começou com um maço gigante de cress—uma folhinha bem verde e bem picante, que chegou na minha cozinha via cesta orgânica. Não é a primeira vez que recebo esse verde e geralmente apenas incorporo em saladas. Mas desta vez a fazenda me salvou enviando também uma receita para usá-la. Acho que ela pode ser facilmente substituída pela watercress, o nosso bem conhecido agrião. Esse sanduíche de ovo é muito popular por aqui e eu sempre compro pronto quanto preciso de uma refeição ligeira, que dê pra comer com as mãos e que não faça muita lambança. Mas nunca tinha feito ele em casa. Nem preciso dizer que essa versão caseira, feita com ovos caipiras e verdura orgânica, ficou muito melhor.

faz 4 sanduíches
4 ovos caipiras cozidos e picadinhos
1 xícara de cress [ou agrião] picadinho
2 colheres de sopa de azeitona verde picada
2 colheres de sopa de maionese
1/4 colher de chá de sal
1/4 colher de chá de pimenta do reino branca moída na hora
Algumas gotas de tabasco
Algumas folhas de rúcula
8 fatias de pão da sua preferência [*usei o preto de centeio]

Misture todos os ingredientes até ficarem bem incorporados, espalhe sobre uma fatia de pão. Cubra com uma ou duas folhas de rúcula e com a outra fatia de pão. Pressione levemente com a mão, corte ao meio com uma faca afiada e sirva com pickles de micro pepinos—cornichons.

sanduíche de pepino

sandw-pepino_2S.jpg

Quase que posso dizer que estou soterrada em pepinos, porque eles não param de chegar na cesta orgânica. E estão chegando em dígitos duplos. É uma pepinada que não acaba mais e que está, aos poucos, virando sopa fria ou salada, sopa fria ou salada. Mas desta vez decidi usá-los num sanduíche, e por que não o clássico tea time cucumber sanduíche? Fiz do meu jeito.

Um pepino bem firme
Fatias de pão de forma branco [usei um de buttermilk]
Cream cheese em temperatura ambiente
Sal, pimenta do reino moída na hora a gosto
Azeite de oliva [usei um prensado com laranja]
Ciboulettes frescas picadinhas

Corte o pepino em fatias finérrimas usando uma faca bem afiada ou o mandoline. Eu não descasquei o meu pepino, mas você pode descascar o seu se quiser. Coloque o cream cheese numa vasilha e tempere com as ciboulettes picadas, o azeite, sal e pimenta. Misture bem. Cubra os dois lados da fatia de pão com o cream cheese, acomode uma camada de fatias de pepino por cima de uma das fatias de pão. Aperte bem com as mãos, corte as bordas do pão [ou não corte, se estiver com preguiça] e sirva os sanduichinhos, acompanhados de chá ou limonada.

*p.s. as moscas no prato não são de verdade. *pisc!

sanduíche de salmão defumado
[com erva-doce & iogurte]

salmao-ervadoce_1S.jpg
Nem sou uma pessoa que come sanduiche o tempo todo. Raramente substituo um prato de comida por um sanduba. Isso eu gostava de fazer quando tinha meus vinte anos. Mas tem dias que só dá tempo de fazer um tostex de queijo, o que pra mim é praticamente o fundo do poço em termos de alimentação. No dia em que minha hora do almoço foi um samba do crioulo doido, montei esse sanduíche super rapidinho e sem nenhuma culpa. Ficou tão bom que repeti a dose no jantar [abafa!]. Não quero de jeito nenhum incentivar ninguém a consumir salmão poluído de fazenda, mas se acharem um bom salmão selvagem, não percam essa oportunidade. Usei o King do Alaska. Aqui encontramos salmão defumado em fatias finíssimas e também em postas grossas. Eu gosto mais do que vem em postas e foi esse que usei.
Salmão defumado picado grosseiramente com as mãos
Bulbo de erva-doce ralado fininho no mandoline
Iogurte seco temperado com cibouletes, sal e azeite
Pão de centeio, preto ou integral
Pra fazer o iogurte seco eu usei um potinho pequeno de iogurte de leite de cabra, que despejei numa peneira forrada com paninho de fazer queijo [cheesecloth—mas pode usar qualquer outro tipo de paninho fino] e deixei drenando em cima de uma vasilha de vidro dentro da geladeira por 2 dias. Pode usar qualquer tipo de iogurte. Eu usei o de cabra porque sou fancy. Depois é só transferir o iogurte drenado para uma vasilha de vidro com tampa e temperar com cibouletes picadinhas, sal marinho [usei o Maldon] e azeite.
Tempere a erva-doce ralada com sal, suco de limão e azeite.
Para montar o sanduiche, toste as fatias de pão. Eu usei de centeio, mas pode ser pão preto ou integral. Passe uma camada do iogurte seco numa das fatias, arrange por cima as fatias de erva-doce temperada, depois salpique com os pedaços de salmão defumado. Espalhe mais iogurte seco temperado na outra fatia de pão, cubra com mais um pouco de erva-doce e coloque sobre a outra fatia de pão com o recheio, fechando o sanduiche. Aperte bem com a mão e corte ao meio com uma faca de serra. Sirva sozinho ou acompanhado de uma salada de folhas verdes ou um pickles de pepino.

sanduíche aberto de pepino

sanduba-pepino3S.jpg
Para um dia quente. Duas palavras: substancioso e refrescante. Pão, queijo, pepino. A receita original, saida da revistinha Everyday Food, era feita com pão francês. Eu usei um pão preto bem robusto. Use o pão que quiser. Prepare uma pasta com queijo feta temperado com suco e raspas da casca de limão e pimenta do reino. Fatie o pepino com um mandoline ou uma faca afiada. Não precisa descascar. Espalhe a pasta de queijo sobre o pão, cubra com fatias de pepino e tempere com uma pitada de pimenta moída na hora e um fio de azeite.