crumble de cereja
[com ruibarbo & hibisco]

crumble-cereja1.JPG

Senti um fluxo de excitação logo que vi essa receita, justamente no pico da temporada das cerejas. Faço muito chá com as folhas secas de hibisco. É uma delicia. Simplesmente coloco umas duas colheres de sopa das folhas numa jarra, encho com água e coloco na geladeira de um dia para o outro. No dia seguinte eu removo as folhas, espremo um limão, coloco o chá numa jarra com tampa e levo pro trabalho, onde beberico o dia todo. As flores de hibisco são tão perfumadas, fiquei super animada de poder usá-las numa receita. Saí na missão de comprar os ruibarbos e fiz o crumble, que servi num lanche de tarde de domingo.

para o recheio
6 xícaras de ruibarbo picado, dividido
20 ou mais cerejas sem caroço e cortadas ao meio
1 xícara de açúcar mascavo
2 ou 3 colheres de sopa de folhas de chá de hibisco

Numa panela de fundo grosso colocar 4 xícaras de ruibarbo picado, as cerejas, 1 xícara de açúcar mascavo e o hibisco. Misture bem, cubra a panela com uma tampa e cozinhe em fogo médio-baixo até que o ruibarbo comece a liberar líquido e se desfazer, por cerca de 10-12 minutos. Adicione as 2 xícaras restantes de ruibarbo picado, misture bem e retire do fogo. Reserve.

para a cobertura
1/2 xícara de farinha de trigo integral
1/2 farinha de trigo comum
1/2 xícaras de aveia em flocos
1/4 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de amêndoas fatiadas
1/2 colher de chá de canela em pó
6 colheres de sopa de manteiga em temperatura ambiente
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 400ºF/205ºC. Em uma tigela misture as farinhas de trigo, a aveia, o açúcar mascavo, as amêndoas, a canela e o sal. Com os dedos ou um cortador de massa junte a manteiga até obter uma mistura farofenta. Despeje o recheio de fruta em um refratário e em seguida coloque a cobertura uniformemente por cima. Leve ao forno e asse por 22 minutos. Remova do forno, deixe esfriar e sirva, puro ou com uma bola de sorvete de creme.

crumble-cereja2.JPG crumble-cereja3.JPG

bolo de ruibarbo

rhubarb-cake

Os ruibarbos também estão dando as caras por aqui, embora eu ache que eles não são produtos extremamente locais, devem vir de áreas mais pro norte. Mesmo assim, quando vejo os talos pra vender não consigo resistir. Lá na lojinha da estrada vicinal comprei um monte deles e depois fiquei rodando a dábliu dábliu web tentando achar uma receita que me satisfizesse. Eu queria uma massa básica e os ruibarbos assados inteiros sobre ela. Achei essa receita no que me pareceu ser um “portal do ruibarbo”. Achei ela perfeita, exatamente como eu queria. Mas na hora de fazer fiquei muitíssimo desconfiada de que o bolo não iria dar certo, pois a massa era muito densa. Tive que usar uma espátula para espalhá-la na forma retangular. Dedos cruzados, a forma foi pro forno e quando finalmente servi, no lanche da tarde do domingo, tchandã—uau, que bolo gostoso! Às vezes vale muito a pena arriscar numa receita obscura, de um website estranho e antiquado, porque você pode ter encontrado uma jóia de família, uma daquelas receitas que passam de geração em geração, sempre dando bons resultados.

para o bolo
1 e 1/2 xícara de açúcar mascavo
1/2 xícara de manteiga
1 ovo caipira
1/2 colher de chá de sal
1 xícara de buttermilk ou sour cream [*usei sour cream]
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de extrato de baunilha
2 e 1/4 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 xícara de ruibarbo cortado de comprido
para a cobertura
1/4 de xícara de açúcar mascavo
1 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de noz moscada ralada

Bata bem o açúcar, a manteiga, o ovo e o sal até formar um creme. Adicione o sour cream [que foi o que usei], o fermento e o bicarbonato de sódio, a baunilha e a farinha de trigo. Espalhe a massa numa forma retangular bem untada com manteiga. Coloque os talos de ruibarbo sobre a massa e afunde um pouco, empurrando levemente com o dedo. Polvilhe com cobertura e leve para assar em forno pré-aquecido a 375ºF/200ºC por 35 minutos ou até que a massa esteja cozida e levemente dourada. Deixe esfriar completamente e sirva.

rhubarb rhubarb

torta pudim de ruibarbo

rhubarb-torte.jpg
Quando fiz esse bolo, na verdade queria mesmo era fazer essa torta, que tinha guardado a receita, mas não lembrava onde. Sorvetada na testa pra mim. Mas no dia que caiu a ficha de que eu tinha feito a receita errada, fui comprar mais ruibarbo para fazer a receita inicialmente intencionada. A história dessa torta de ruibarbo é incrivelmente fofa e o resultado é realmente delicioso. Nós adoramos, uma mistura de torta com pudim simplesmente genial.
para o pudim:
2 ovos caipiras
1 e 1/2 xícaras de açúcar
1 xícara de farinha de trigo
3/4 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de sal
3 xícaras de ruibarbo fresco cortado em pedacinhos
para a massa:
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
7 colheres de sopa de açúcar
12 colheres de sopa de manteiga gelada, cortada em cubos
Em uma tigela grande bata bem os ovos e o açúcar. Misture a farinha, o fermento e o sal. Adicione o ruibarbo e mexa até que comece a liberar seus sucos. Deixe descansar por 30 minutos.
Aqueça o forno a 350°F/ 176°C. No processador pulse a farinha e o açúcar. Junte a manteiga. Eu precisei adicionar uma colher de sopa de água fria. Pulse até formar uma massa. Pressione a massa com os dedos em uma forma grande retangular. Despeje o creme com os ruibarbos sobre a massa, leve ao forno pré-aquecido e asse por 30-45 minutos, até que a torta esteja levemente dourada. Remova do forno, deixe esfriar, corte em quadrados e sirva.

rhubarb-torte2.jpg rhubarb-torte2.jpg

bolo de ruibarbo & centeio

rhubarb cake

rhubarb cake

Não consigo não comprar os ruibarbos quando eles aparecem nos mercados, ultra garbosos com seus talos avermelhados. Tenho a impressão que ruibarbo é planta de lugar mais frio, então a produção aqui na Califórnia não é aquela maravilha. Mas eu aproveito mesmo assim, porque acho a textura dessa planta muito interessante. Tinha guardado uma receita muito extravagante para quando tivesse uns talos de ruibarbo e achei que fosse essa aqui. Fiz e depois percebi que não era! Fiz a receita errada, mas não teve problema, porque esse bolo ficou muito bom. Primeiro é preciso fazer uma compota com o ruibarbo. Gostei imensamente que leva vinho branco! E também gostei que pude usar farinha de centeio. São esses detalhes que fazem toda a diferença.

para a compota de ruibarbo:
1 quilo de ruibarbo [4 ou 5 caules grandes) picados em pedaços pequenos
1 xícara de açúcar turbinado [cristal]
1 xícara de vinho branco
Raspas da casca de uma laranja
1 xícara de passas brancas
para o bolo:
1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de farinha de centeio
1 colher de chá de fermento em pó
3/4 colher de chá de bicarbonato de sódio
3/4 colher de chá de sal
12 colheres de sopa de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/2 xícara de açúcar turbinado [cristal]
1/3 xícara de açúcar mascavo
2 ovos caipiras grandes
1/2 colher de chá de extrato de amêndoa

Suco de uma laranja, mais leite suficiente para completar 1 xícara total de líquido
Faça a compota. Combine todos os ingredientes da compota em uma panela robusta e deixe a mistura ferver em fogo médio. Cozinhe com a panela destampada por 15 minutos, mexendo sempre. Se a sua mistura começa a ficar seca, adicionar uma pequena quantidade de água. Na minha não precisou. Quando a compota estiver bem grossa, desligue o fogo e reserve.

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C e unte uma forma redonda de bolo de 20 cm com manteiga. Em uma tigela grande, misture os ingredientes secos: da farinha de trigo até o sal. Na batedeira equipada com a pá, bata a manteiga e os açúcares juntos até formar um creme. Adicione os ovos, um de cada vez, misturando bem após cada adição. Adicione o extrato de amêndoa e misture bem. Em velocidade baixa adicione 1/3 da mistura de farinha, bata bem, adicione metade do suco de laranja. Adicionar mais 1/3 da farinha, o restante do suco, em seguida a último parte da farinha. Misture apenas para incorporar. Usar uma espátula para transferir a massa para a forma untada. Com uma colher, colocar a compota de ruibarbo por cima da massa, fazendo uns movimentos de onda. Asse por 45-55 minutos ou até que o bolo fique dourado na parte superior e as bordas comecem a descolar dos lados da forma. Deixe o bolo esfriar na forma sobre uma grade. Desenforme num prato, deixe esfriar completamente antes de servir.

bolo invertido de ruibarbo

upsidedown-rhubarb-cake

Chega a primavera, chegam também os ruibarbos. Embora aqui eles cheguem discretamente, mesmo assim eu os encontro bem rapidinho. E daí fica difícil ignorar o fato de que eles estão nas redondezas, com seu sabor acido tão fabuloso. Justo num final de semana em que colhi dois baldes de morango, passei sem querer ao lado dos ruibarbos e—whooooooooosh—quando vi já tinha um monte deles na minha cesta. Deixei os morangos esperando e resgatei essa receita que eu tinha guardada nos meus e-alfarrábios. A farinha de trigo sarraceno que eu usei é da mais escura e não usei as sementes de papoula. O resto fiz tal e qual a receita e o bolo ficou muito bom. Sei que ruibarbo não é algo facilmente encontrável em algumas partes do planeta, então se não houver ruibarbo perto de você use a criatividade para substituir. Que tal abacaxi?

4 ou 5 talos de ruibarbo fresco
4 colheres de sopa de mel
2/3 xícara de água
1 e 1/2 cm de gengibre fresco ralado
1 vagem de baunilha, as sementes raspadas
2 xícaras de farinha de amêndoa
1/2 xícara de farinha de trigo sarraceno
1 colher de chá de fermento em pó
2 ou 3 colheres de sopa de sementes de papoula [*omiti]
1/2 colher de chá de sal marinho
100 g de manteiga
1/2 xícara de mel ou maple syrup
Raspas da casca de 2 limões orgânicos
3 ovos caipiras, claras e gemas separadas
1 xícara de iogurte integral

Aqueça o forno a 350° F / 180° C. Apare os ruibarbos e corte em pedaços de 5 centímetros. Numa panela coloque os pedaços de ruibarbo, o mel, água, o gengibre e as sementes raspadas de uma vagem de baunilha e cozinhe em fogo médio baixo por 7-8 minutos, mexendo ocasionalmente até que o ruibarbo fique macio mas ainda intacto. Remova os ruibarbos delicadamente com uma pinça de cozinha, coloque num prato. Deixe o liquido que sobrar na panela engrossar em fogo baixo até formar um xarope. Desligue o fogo e reserve.

Numa tigela misture a farinha de amêndoa, farinha de trigo sarraceno, o fermento em pó, as sementes de papoula [se for usar] e o sal. Reserve. Na tigela da batedeira coloque a manteiga, o mel e as raspas de limão e bata até ficar cremoso. Acrescente as gemas e continue a bater por mais um minuto. Adicione a mistura de farinha. Numa outra tigela bata as claras até formar picos moles. Lentamente, adicione as claras de ovos batidas e o iogurte na mistura de amêndoas.

Forre o fundo de uma forma de fundo removível de 22 centímetros com papel vegetal. Arrange os ruibarbos cozidos no fundo da forma. Cubra cuidadosamente o ruibarbo com massa de bolo. Leve ao forno por cerca de 50-60 minutos. Remova do forno e deixe esfriar por pelo menos 30 minutos antes de desenformar numa travessa. Remova o papel. Regue com o xarope de ruibarbo reservado e sirva.

bolo ruibarbo bolo ruibarbo
bolo ruibarbo bolo ruibarbo

bolo de ruibarbo

bolo de ruibarbo
Ainda estou no frenesi do ruibarbo, por isso sai procurando por receitas e a desse bolo caiu na minha rede. Ficou gostoso, comemos tudo, mas vou avisar que ninguém terá uma epifania por causa dele. E se não tiver ruibarbo, certamente pode-se usar outra fruta que tenha uma consistência firme.
1 xícara de iogurte integral
1 xícara de açúcar
1 pitada de sal marinho
1/2 colher de chá de extrato de amêndoa
1/2 xícara de óleo vegetal
2 ovos caipiras grandes
1 e1/2 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 colheres de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 xícara de ruibarbo, cortado em pedaços pequenos
Pré-aqueça o forno a 350ºF/ 176ºC . Unte uma forma redonda com óleo e forre o fundo com papel vegetal ou manteiga. Numa tigela grande misture bem com uma batedor de arame o iogurte, o açúcar, o sal e o extrato de amêndoa. Junte o óleo na massa lentamente, mexendo sempre. Adicione os ovos e continue batendo até a massa ficar homogênea. Numa outra tigela peneire a farinha, o fermento e o bicarbonato de sódio e misture na outra massa com uma espátula. Despeje tudo na forma untada e espalhe o ruibarbo picado por cima. Asse o bolo por cerca de 45 minutos, ou até que o centro esteja totalmente cozido. Deixe o bolo esfriar por 10 minutos e desenforme.

torta de iogurte [& ruibarbo]

torta de ruibarbo
Para o almoço do feriado de Memorial Day eu encasquetei de fazer uma receita leve, fresca, sem precisar usar o forno e onde eu pudesse usar alguns talos de ruibarbo. Achei essa aqui deveras interessante e adaptei, troquei os morangos frescos pelo ruibarbo cozido levemente numa calda de mel. Olha, talvez eu deva refazer usando os morangos. Eu gostei do resultado, mas nem todo mundo dividiu o meu entusiasmo. O crítico foi um deles, que experimentou só uma lasquinha e deu o veredito—não gostei! E não comeu mais. Não estou aqui para desanimar ninguém, mas talvez essa torta não seja mesmo pro gosto de todo mundo, ou seria melhor fazer mesmo com os morangos.
para a crosta:
2 xícaras de nozes tostadas
1 e 1/2 xícaras de tâmaras sem o caroço
1/4 colher de chá de sal marinho
1/2 colher de chá de canela em pó
para o recheio:
2 colheres de chá de gelatina em pó [1 envelope]
1/2 xícara mais 2 colheres de sopa de leite integral
1 e 1/2 xícaras de iogurte grego integral
1/4 xícara de açúcar mascavo [*usei o meu açúcar de limão]
1/4 colher de chá de extrato de baunilha
1 pitada de sal marinho
No processador de alimentos coloque todos os ingredientes da crosta e pulse até obter uma massa grossa e com aderência e que possa ser moldada na forma. Pressione a mistura em uma camada uniforme no fundo e nos lados de uma forma de 22 cm com fundo removível. Reserve.
Nma tigela pequena polvilhe a gelatina sobre 2 colheres de sopa de leite frio e deixe repousar por 5 minutos. Em uma panela pequena em fogo médio esquente o leite. Quando começar a formar pequenas bolhas nas bordas, retire do fogo e adicione à mistura de gelatina. Mexa bem até dissolver completamente. Em uma tigela média, misture o iogurte, o açúcar mascavo, a baunilha e uma pitada de sal. Misture com o iogurte com agelatina dissolvida. Despeje essa mistura sobre a massa da torta. Leve à geladeira até endurecer, por mais ou menos 2 horas. Remover a torta da forma e servir com o ruibabo que foi cozido numa calda de mel e limão.
A calda de mel eu fiz à olho: meia xícara de mel, uma colher de sopa de água e uma colher de sopa de suco de limão. Cozinha em fogo baixo até engrossar e joga os ruibarbos cortados em palitos. Cozinha só por um minutinho e desliga o fogo. Não deixe o ruibarbo desmanchar. Se decidir usar morangos, apenas decore os fatias da fruta fresca.
torta de ruibarbo