peras assadas com caramelo

peras no caramelo

Fiz essa receita para o lanche da noite de um domingo. Usei umas peras que estavam bem maduras e precisavam ser consumidas com urgência. Que receita maravilhosa, super fácil e rápida de fazer, usando poucos ingredientes que se transformam numa iguaria ultra delicada. Faria muito bonito também se fosse servida como sobremesa.

3 peras grandes peras bem maduras
3 colheres de sopa de manteiga sem sal
3 colheres de sopa de açúcar
1/2 xícara de creme de leite fresco
1 pitada de sal

1 a 2 colheres de sopa nozes ou amêndoas picadas e levemente tostadas. Aqueça o forno a 375°F/200°C. Remova o miolo com caroço das peras. Se quiser descasque, mas eu não fiz. Colocar as peras numa frigideira. Corte a manteiga em pedacinhos e distribua sobre as metades das frutas. Polvilhe com o açúcar e leve a frigideira ao forno. Asse por 20 a 30 minutos, regando ocasionalmente com os sucos. Retire as peras da frigideira, deixando o caldo. Leve a frigideira ao fogo alto e cozinhe, mexendo sempre, até a mistura fica com uma cor de caramelo. Despeje o creme de leite e deixe ferver, acrescentando uma pitada de sal. Cozinhe mexendo com uma batedor de arame. Regue as peras com esse molho, salpique nozes ou amêndoas tostadas por cima e sirva, ainda quente.

picolé de pera, limão & iogurte

pear-lime-yogurt

Mais um picolé [yeah!]. Esses eu fiz com um tanto de peras que ganhei de uma colega de trabalho. Já contei que no meu trabalho acontecem desovas durante todo o ano, né? Por lá aparecem os melhores limões meyer, abacates, tomates, ameixas, figos. Essa minha colega tem uma conexão com alguns produtores de peras. E traz umas bem pequenas e saborosas. Eu cortei algumas delas em cubinhos e cozinhei numa panelinha com um pouco de água, suco de um limão tahiti e açúcar de coco a gosto. Eu comprei um pacote desse açúcar, feito com a seiva da flor do coqueiro, e achei bem interessante. Ele é escuro e tem um sabor mais intenso. Estou usando para fazer algumas receitas. Essa foi uma delas. Depois que cozinhei as peras, coloquei no liquidificador com um pouco de iogurte natural. Bati até formar um creme, despejei nas forminhas de picolé, congelador e Wow! Gostamos muito da combinação desses sabores.

picolé de pera assada com mel

picole-pera.jpg

Ganhei várias dúzias de peras de três diferentes variedades de uma colega de trabalho. Quando elas amadureceram foi uma correria, porque eu não podia deixar nenhuma estragar. Com uma quantidade delas resolvi refazer essa receita de pera assada com mel e verjuice, só omiti o açafrão. Quando as peras ficaram prontas, resolvi que elas iriam virar picolés. Bati as peras assadas no liquidificador [removi o alecrim antes] num relacão de três partes de pera e uma parte de creme de leite fresco. Coloquei nas forminhas, depois no congelador e algumas horas depois voilá! Esse picolé ficou algo de outro mundo. Levei alguns pro meu trabalho e foi muito engraçado observar a reação de êxtase das pessoas que provaram o picolé! Sucesso de público e crítica.

peras assadas com verjuice
açafrão & alecrim

peras assadas

Em todos os livros do Yotam Ottolenghi eu via receitas que mencionavam um ingrediente chamado verjuice, mas nunca tive a curiosidade de procurar e comprar. Até outro dia quando aportei no mercadinho de produtos internacionais onde vou de vez em quando. Vou lá porque gosto de olhar as mercadorias indianas e do oriente médio, mas vou também por que eles vendem uns ingredientes brasileiros e eu às vezes peço pra proprietária indiana encomendar coisas com o fornecedor brazuca dela. Neste dia eu fui lá pedir pra ela trazer bananinha do tachão de ubatuba [podem rir, mas quem tem boca vai à Roma, né?]. Ela não é boba e está trazendo cada vez mais produtos brasileiros, como carne seca, queijo catupiry e goiabada cascão. Bom, nesse dia eu finalmente vi as garrafas de verjuice e a luz verde piscou dizendo—compra, compra, compra! e eu comprei. Essa foi a primeira receita que fiz com esse suco de uvas verdes que é muito usado para substituir sucos cítricos ou vinagre em inúmeras receitas salgadas e doces. As peras usadas aqui precisam estar bem firmes, porque elas vão assar por um período longo e precisam ficar inteiras, não podem desmanchar. O verjuice e o mel formam uma calda muito deliciosa. Essa receita faz uma sobremesa bem delicada, intrigante e sofisticada, muito boa para uma ocasião festiva.

250ml de mel
400ml de verjuice
2 pitadas de açafrão
2 ramos de alecrim fresco
8 peras Bosc, firmes
Pré-aqueça o forno a 356ºF/180ºC. Numa panela média coloque todos os ingredientes, menos as peras, e deixe ferver. Remova do fogo e reserve.

Descasque as peras, corte ao meio longitudinalmente e retire o núcleo mas deixe a haste intacta. Coloque as peras em um prato refratário ou de cerâmica e despeje o líquido por cima. Cubra o prato com papel alumínio. Asse por 40 minutos, vire as peras algumas vezes na calda quente e deixe cozinhar por mais 30 minutos ou até ficar cozido, removendo o papel alumínio nos últimos 10 minutos. Retire do forno deixe esfriar um pouco e sirva com sorvete ou um creme inglês, se quiser. Eu não quis.

semifreddo de pera & framboesa

semifreddo-pera_1S.jpg

A outra sobremesa refrescante da ceia de Natal foi esse semifreddo tirado da edição de dezembro da revista Everyday Food. É ridiculamente fácil de fazer. A receita original era sabor limão e levava lemon curd, que eu não tinha, não quis comprar e nem fazer. Resolvi ser prática e substituí o lemon curd por uma geléia de pera muito especial que eu tinha na geladeira e voilá, deu certo e ficou delicioso. A geléia tinha pedacinhos de pera então o semifreddo ficou todo salpicadinho. As bolachas deveriam ter ficado numa só camada, fazendo uma linha no centro, mas eu sou a pessoa com a mão mais tenebrosa para trabalhos delicados e minhas bolachas ficaram tortas. Mas isso só afetou o visual, não modificou nem um pouco o sabor dessa sobremesa perfeita.

3/4 de xícara de framboesas descongeladas
2 colheres de açúcar
2 xícaras de creme de leite
1 xícara de geléia de pera [ou curd de limão]
10 bolachas champagne [ladyfingers]

Forre uma forma de assar pão com duas folhas de filme plástico, deixando uma parte do plástico sobrando dos lados. No liquidificador bata as framboesas e o açúcar. Passe por uma peneira e descarte as sementes.

Em uma tigela grande bata o creme de leite em ponto de formar picos moles. Com uma espátula adicione a geléia de pera [ou o curd de limão]. Coloque 2 xícaras da mistura de creme na assadeira e alise bem com a espátula. Molhe as bolachas no puré de framboesa e coloque por cima do creme na forma, ajeitando de duas em duas em fileiras paralelas. Despeje restante purê de framboesa sobre as bolachas. Cubra com o restante da mistura de creme e alise com a espátula.

Cubra a forma com o plástico que ficou sobrando nas bordas e leve ao congelador por no mínimo 8 horas. Na hora de servir, abra o plástico de cima, e remova da forma invertendo num prato. Corte fatias com uma faca molhada e sirva.

semifreddo-pera_2S.jpg

salada de alface romana
[com pera asiática & amêndoa]

salada-alfaceromana.jpg

A alface romana tem um je ne sais quoi que eu adoro. Deve ser pela sua imperturbável e sempre presente crocância. Nessa salada ela desempenhou muito bem o papel de protagonista, sustentada pela delicadeza das fatias finíssimas de pera asiática e das lascas de amendoâs torradas. Temperei apenas com sal maldon, pimenta do reino moída na hora, azeite de oliva extra-virgem e suco de limão taiti. Ficou ultra refrescante.