sopa fria de pepino & quinoa

sopa-pepino-quinoa_2S.jpg
Naqueles dias absurdamente quentes usar fogão é algo proíbido. Essa receita da Deborah Madison é uma sopa fria substanciosa e pode ser preparada com bastante antecedência. Fica refrescante e nutritiva, justamente o que o corpo precisa depois de um dia de bafão exaustivo.
para a sopa:
2 pepinos grandes descascados e picados
3 xícaras de iogurte integral natural
Bastante ervas frescas—usei manjericão, hortelã e orégano
3 colheres de sopa de azeite
Sal a gosto
Raspas da casca e suco de 1 limão
para a quinoa:
1 xícara de quinoa lavada
2 xícaras de água
1 pitada de sal
No liquidificador bata o pepino com o iogurte e as ervas até formar um purê bem liso. Junte o azeite, suco e raspas de limão e tempere com sal a gosto. Coloque num jarra e leve à geladeira. Pode ficar de um dia para o outro.
Coloque a quinoa com água e sal numa panela. Leve ao fogo e deixe ferver. Abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar até evaporar toda a água. Tempere com azeite e raspas da casca de um limão. Reserve.
Na hora de servir divida a sopa em pratos e coloque uma porção de quinoa no centro de cada um. Se quiser decore com um fio de azeite.

gazpacho [verde/amarelo]

gaspacho-verde_1S.jpg

Gazpacho pra mim é a cara do verão. E não precisa nem seguir receita, porque eu sei que o tradicional leva pimentão e pepino, mas eu não sou obrigada a fazer tal e qual. Tomates orgânicos e super maduros é o que mais importa. E nem precisa ser tomate vermelho. Nessa variação exclusiva eu usei os que tinha na minha cozinha. Como não guardo tomate na geladeira, quando o calor se intensifica às vezes preciso correr pra não deixar nenhum deles estragar. Tomate pra mim é um ingrediente super precioso. Pra fazer esse gazpacho usei um tanto dos sungold cherry, que são uns tomatinhos cor de laranja e outro tanto dos tomates zebras, que como o nome já sugere são listrados.

No liquidificador coloque pedaços de pão amanhecido, um monte de tomates cortados ao meio ou em quatro, junte um pouco de água, sal e pimenta do reino moída a gosto, um tanto de azeite, um splash de vinagre jerez [sherry] e bata bem até obter um creme liso. Eu juntei também umas folhas de manjericão fresco, porque eu sou fancy, mas não precisa. Leve o gazpacho à geladeira para gelar bem e depois sirva decorado com fatias de tomate, se quiser. Eu quis.

salada de pepino & abacate

salada-avocado_1.jpg

salada-avocado_2.jpg

salada-avocado_3.jpg

Voltamos do mercadinho, que descobrimos na saída pra County Road 16 e já viramos fregueses, carregando vários abacates maduros e um pacote de rabanetes, além do saco de laranjas super doces e uma dúzia de ovos da FelizBerta. Tudo local. Era um sábado, já estava um pouco tarde para inventar coisa muito complicada na cozinha e a fome apertava. Para o nosso almoço preparei rapidamente uma das inúmeras variações daquela sopa de tomate com pimentão, tostei fatias de pão integral com um fio de azeite e preparei essa salada. Para fazê-la usei:

1 pepino picadinho
1 talo de salsão picadinho
1 abacate pequeno picadinho
3 rabanetes picadinhos
Suco e raspas de um limão
Bastante azeite
Um pingo de vinagre balsâmico de pêssego
Folhas de coentro fresco picadas
Queijo feta esmigalhado com as mãos
Sal Maldon e pimenta do reino moída na hora

Misture tudo, tempere e sirva. [Hmmmmhh!]

sopa fria de ervilha & pepino

sopafria-pep-erv_1S.jpg

sopafria-pep-erv_2S.jpg

Na minha casa não existe verão sem sopas frias. Adoro a praticidade delas, que ficam prontas num minuto. E além de serem refrescantes, nutritivas e deliciosas, também são resistentes, pois aguentam ser guardadas na geladeira. Por isso as sopas frias são onipresentes na minha cesta de picnic diário [a.k.a. almoço]. Achei essa receita numa revista Cooking Light e ela já foi repetida várias vezes. Uma delas para um almoço com alguns convidados que eu não tinha certeza se iriam gostar de tomar uma sopa fria [na verdade ela é gelada!]. Avisei de antemão do que se tratava e que eles não se obrigassem a comer se não curtissem. Mas eles não só provaram, como repetiram e elogiaram. A receita original pedia ervilhas frescas, mas eu usei as congeladas orgânicas.

2 xícaras de ervilhas congeladas
2 xícaras de água gelada
1 pepino grande descascado
1 xícara de cubos de pão amanhecido
2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1 1/2 colheres de sopa de vinagre sherry [jerez]
2 dentes de alho
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
Raminhos de broto de ervilha [pea shoots*]
*pode substituir por agrião ou omitir
Folhinhas de hortelã fresco
Mais azeite para servir

Cozinha as ervilhas rapidamente num pouco de água. Coe e deixe esfriar bem. Coloque todos os ingredientes [menos os brotos de ervilha e as folhas de hortelã] no copo do liquidificador e bata bem até obter um liquido bem cremoso. Coloque numa sopeira ou jarra e leve à geladeira. Na hora de servir, coloque a sopa nos pratos e decore com as folhas de hortelã, os brotos de ervilha e pingue gotinhas de azeite.

gherkin cucumbers

gherkin-cucumber_1S.jpg
Outra banquinha do Farmers Market que eu prestigio é pilotada por uma mocinha ultra singela. Tudo o que ela vende é delicado, como os tomates cerejas de várias cores, os tomates jelly beans que parecem balinhas, e os tomates peras ótimos para saladas de picnics diários [a.k.a meu almoço]. Ela oferece também um leque de pepinos—os armênios, os limão, os del rio e esses gherkins, que segundo a mocinha não são apenas bons para fazer pickles, como ficam ótimos descascados e servidos crus em salada. Ainda não usei esses intrigantes legumes, porque a palavra pickles me dá um pouco de preguiça e porque vou precisar de óculos e mãos firmes para descascar esses pepininhos um por um.

[mais um ] gazpacho

gaspacho-chunky_1S.jpg
Posso até dizer que este está sendo o verão da sopa fria, não pela variedade de receitas testadas, mas pela quantidade de receitas repetidas. Tenho preparado incessantemente esta sopa usando pepinos [de todas as variedades e tonalidades] mais manjericão ou hortelã, ou usando abobrinhas [de todas as variedades e tonalidades] mais manjericão ou hortelã. E também tenho feito muitas sopas frias de tomate, que eu chamo de gazpacho, porque as minhas quase sempre levam tomate fresco e pão não tão fresco. Mas posso colocar pepino e/ou pimentão verde e vermelho, e manjericão. A base é quase sempre a mesma—tomates orgânicos super maduros [e uso tomates de todas as cores], pão amanhecido, azeite de oliva extra-virgem, sal, pimenta do reino e vinagre jerez. Bato tudo no liquidificador e não passo pela peneira, porque não precisa. Posso acrescentar também pimentões verdes ou vermelhos e pepinos e bater tudo junto. Ou picar os pimentões e pepinos em cubinhos e acrescentar depois na sopa, como está na foto acima. Quando preparo a sopa para comer em casa, adiciono um dente pequeno de alho. Mas quando faço para levar de lanche no trabalho, omito o alho, porque acho deveras deselegante ostentar um bafão de alho depois do almoço.

salada de pepino, salsão & atum

salada-pepinoatum_1S.jpg

Fiz essa salada e comi ela inteirinha, não tenho nem um pingo de vergonha de admitir. Eu janto sozinha três noites por semana, então se calhar de aparecer uma salada gostosa como essa, sinto muito mas eu devoro tudo mesmo, sem nem pestanejar ou sentir culpa. E ela ficou gostosa, refrescante, substanciosa além de me dar a oportunidade de gastar alguns pepinos, que no momento abundam na minha geladeira.

da revistinha Everyday Food
serve 4 porções [ooopss!]
2 colheres de sopa de sementes de papoula [*não tinha e omiti]
3 colheres de sopa de vinagre de arroz
1 colher de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem
2 pepinos cortados de comprido e depois enviezado
3 talos de salsão [aipo] cortados em partes grandes
[*reserve as folhas do salsão para decorar]
1 lata de atum drenada [*usei a conservada no azeite]
Sal marinho e pimenta do reino moída na hora

Numa saladeira misture as sementes de papoula [eu não usei], o vinagre, o açúcar e o azeite. Adicione o pepino, o salsão e o atum. Misture bem. Tempere com sal e pimenta do reino moída na hora e decore com as folhas separadas do salsão. Sirva imediatamente ou guarde na geladeira em recipiente coberto por um dia.