salada de milho grelhado, com abacate, tomate & molho de limão

salada de milho

Essa salada foi a minha última refeição antes de começar um jejum pré-operatório que durou quase 24 horas [fiz uma operação de varizes, nada sério!]. Ficou absolutamente deliciosa e eu comi muito [hahahaha!]. Mudei apenas o fato de que grelhei as espigas de milho e a pimenta poblano na churrasqueira. Estava muito calor pra ligar o forno naquele dia.

5 espigas de milho
1 pimenta poblano cortada em pedaços pequenos
1/2 cebola roxa cortada em fatias finas
1 abacate cortado em cubos pequenos
1/2 xícara tomates cereja cortados ao meio ou em quatro
2 colheres de sopa de suco de limão verde, Tahiti
1/2 colher de chá de mel
Pimenta Cayenne ou Aleppo a gosto
1/4 xícara de azeite extra virgem
Sal kosher e pimenta do reino moída na hora a gosto
Um punhado de folhas de manjericão e hortelã frescas

Pré-aqueça o broiler e coloque a grade do o forno no segundo nível. Descasque o milho e corte os grãos com uma faca. Adicione a pimenta poblano picada e a cebola roxa cortada. Misture com uma colher de chá de azeite e tempere com sal e pimenta. Transfira para uma assadeira forrada com papel vegetal ou uma frigideira grande. Grelhe o milho, poblano e cebola vermelha por 3 a 5 minutos, sacudindo a panela algumas vezes ou até que fiquem carbonizados em alguns pontos, mas não deixe cozinhar demais. Retire a mistura do forno, adicione o abacate e grelhe por um minuto ou dois mais. Pode pular essa parte e colocar o abacate apenas no final, sem aquecer. Para fazer vinagrete de limão misture o suco de limão, o mel e pimenta vermelha [usei a Aleppo], adicione lentamente no azeite extra virgem, mexendo até ficar bem emulsionado. Tempere com sal a gosto. Transferir a mistura de milho para uma travessa, adicione os tomates cereja, as folhas de hortelã e manjericão, regue com o vinagrete de limão e sirva imediatamente.

bolo de limão [& gengibre]

bolo_limao_gengibre

Fui buscar os ovos caipiras na fazenda e separei seis, porque queria fazer de novo esse bolo de fécula de batata italiano e colocar um pouco de limão na massa. Fui quebrando os ovos e separando as claras das gemas. Conselho que sempre segui—quebrar os ovos em cumbucas separadas, normalmente pra evitar que um ovo podre estrague toda a receita, mas aqui felizmente eu nunca achei um ovo podre, ainda mais esses caipiras que são coletados dois dias antes de eu trazê-los pra casa. Mas nesse dia não sei por que não usei a cumbuca e fui separando direto nos vasilhames. Os ovos frescos estavam tão molinhos, uma das gemas quebrou e escapuliu, caiu um tantão na vasilha das claras. NÃOOOOOOOOOO!!! Fui até na dabliudabliuweb procurar uma solução. Não tinha. As claras estavam arruinadas. O jeito foi arrumar outra receita com a mesma quantidade de ovos. Eu já tinha essa uma da MS engatilhada e foi a que fiz. Ficou um bolo bem gostoso, mas muito grande para duas pessoas. Acabou virando o acompanhamento do meu café da manhã por muitos dias, deu até pra enjoar.

Agora vou dizer uma coisa bem sincera e prática sobre o website da Martha Stewart: que lixo! Ela era uma referência pra mim dez anos atrás. Hoje fujo dela, da revista dela e principalmente do website dela. As receitas são boas, mas a revista [que eu assinava no iPad] perdeu a interatividade e o website está cada vez mais confuso, poluído, cheio de ruídos, você clica na receita e abre um banner gigante que cobre tudo, nota zero em UX/UI, ela deveria despedir todo o grupo que faz aquilo, peloamordedeus. Se tem um troço que me irrita é interface de website mal feita, atrapalhada e poluída, que não me deixa chegar eficientemente no que estou procurando. Que coisa irritante! GRRR!!!

1 xícara [2 tabletes de 113g] de manteiga sem sal em temperatura ambiente
3 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de sopa de raspas de casca de limão
1/3 xícara de suco de limão fresco (a partir de 2 limões)
1/3 xícara de gengibre cristalizado picado
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal
2 e 1/2 xícaras de açúcar granulado
6 ovos caipiras grandes
1 xícara de sour cream

Pré-aqueça o forno a 350ºF/176ºC. Unte uma forma bundt, com um buraco no meio, com manteiga e polvilhe com farinha. Em uma tigela média, misture a farinha de trigo, as raspas de limão, o gengibre picado, o bicarbonato e o sal. Reserve.
Numa batedeira, bata a manteiga e o açúcar em velocidade média-alta até formar um creme, uns 4 a 5 minutos. Adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem após cada adição; misture o suco de limão. Com a batedeira em velocidade baixa, adicione a mistura de farinha alternadamente com o sour cream, em 3 partes, começando e terminando com a mistura de farinha. Misture apenas até os ingredientes se incorporarem, não bata demais. Despeje a massa na forma preparada e bata firmemente numa superfície firme, para nivelar a massa e remover qualquer bolha de ar.
Leve ao forno e asse por 55 a 60 minutos. Remova do forno e deixe o bolo esfriar na forma por 30 minutos, depois desenforme sobre uma grade e deixe esfriar completamente. Se quiser, polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva.

bolo_limao_gengibre2.JPG bolo_limao_gengibre2.JPG

bolo de limão & chocolate

chocolate-lemon-cake

Nesse dia tive vontade de comer um bolo de chocolate. E como ainda tenho limões doados na geladeira, achei que essa receita iria ser perfeita para me deixar feliz. Chocolate, limão e azeite—uma combinação muito auspiciosa.

125 gr de chocolate amargo picado
2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal marinho fino
1 xícara de açúcar
3 ovos caipiras grandes
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
3/4 xícara de iogurte integral estilo grego
Raspas da casca de 1 limão
2 colheres de sopa do suco do limão
3/4 xícara de azeite extra-virgem

Pré-aqueça o forno a 350°F /180°C. Despeje o chocolate numa vasilha de vidro e coloque sobre uma panela com água fervendo [faça um double-boiler]. Mexer com uma espátula até o chocolate derreter. Retire a vasilha de vidro com o chocolate derretido do fogo e deixe esfriar um pouco.

Em uma tigela misture a farinha de trigo, o fermento e o sal. Reserve. Na vasilha da batedeira em velocidade alta, bater o açúcar e os ovos até obter um creme bem claro. Junte a baunilha. Adicione metade da mistura de farinha batendo até incorporar. Adicione o suco de limão e iogurte e em seguida o restante da mistura de farinha. Com o motor em funcionamento, adicione o azeite até a massa ficar homogênea. Adicionar cerca de um terço da massa no chocolate derretido. Adicionar as raspas da casca de limão no resto da massa.

Unte uma forma de assar pão levemente com óleo. Encha a forma com a massa, alternando um pouco da massa de limão e a de chocolate. Leve ao forno e asse por 45 a 50 minutos. Transfira para uma grade e deixe esfriar por 20 minutos. Inverta o bolo numa travessa. Deixe esfriar completamente e sirva.

chocolate-lemon-cake chocolate-lemon-cake

creme de limão [& tofu]

creme de limão & tofu
Não tô brincando que fiz um doce com tofu e que vou colocar aqui porque ficou bom. Na minha saga buscando receitas diferentes pra fazer com limão [contei que tenho uma geladeira cheia deles?] achei essa na Joy, the baker. Não entendi muito bem por que colocar o cornmeal, acho que dá muito bem pra fazer sem. É uma sobremesa natureba e fica incrivelmente gostosa. O crumble especialmente, que dá pra fazer em maior quantidade e comer com iogurte.
para o pudim:
1 pacote de tofu extra-firme [do tipo sedoso]
2 colheres de sopa de cornmeal
1 pitada de sal marinho
1/3 a 1/2 xícara de mel
raspas das casca de 1 limão
3 colheres de sopa de suco de limão espremido na hora
para o crumble:
2 colheres de sopa de óleo de coco derretido
1/4 colher de chá de extrato de baunilha
1/4 xícara de açúcar
1/4 colher de chá de sal marinho
1/2 xícara de aveia em flocos
1/4 xícara de flocos de coco
1 colher de sopa de folhas de tomilho fresco
Enrole o tofu entre algumas camadas de papel toalha e deixe escorrer por cerca de 10 minutos. Em um processador de alimentos misture o tofu, o cornmeal, o sal, as raspas e suco de limão. Bata bem até ficar um creme bem fino. Divida a mistura entre quatro taças ou xícaras e leve à geladeira por pelo menos duas horas.
Coloque a grade no terço superior do forno e pré-aqueça a 350ºF/176ºC. Forre uma assadeira com papel vegetal e reserve. Em uma tigela média misture a aveia, o açúcar, o sal, o coco ralado em flocos e folhas de tomilho. Adicione o óleo de coco derretido e extrato de baunilha. Misture bem, espalhe na assadeira preparada e leve ao forno até secar e ficar meio torrado e perfumado, por cerca de 20 minutos. Remova do forno e deixe esfriar.
Na hora de servir, retire os potes de creme da geladeira e cubra generosamente com o crumble. Decore com algumas folhas de tomilho fresco e sirva.

alcachofras com molho de
salsinha & limão

outro outubro

outro outubro

Essas foram as primeiras alcachofras que comprei e que apareceram bem antes da primavera se instalar. São as alcachofras “beijadas pela geada”, que não são tão bonitas, mas são deliciosas como qualquer outra. Como estou há meses com um surplus de limões, graças à bondade de colegas, amigos e vizinhos, tenho feito um molho de ervas e limão, que tenho usado com tudo. Fiz um usando as ramas da cenoura, que ficou excepcional. Depois fiz outras vezes usando salsinha. Nesse que usei nas alcachofras, adicionei também um pouco de pimenta vermelha que tinha no congelador desde o verão passado. Limpar as alcachofras dá um trabalhão e deixa os dedos manchados, mas o resultado é sempre compensador. Eu removo as folhas mais grossas com uma tesoura, corto o topo com uma faca, abro ao meio, removo o miolo espinhudo e coloco numa panela com água e limões cortados em quatro. Tem que ser rápido pra não deixar as alcachofras escurecerem. Cozinhar as alcachofras na água e limão até elas ficarem bem macias. Escorrer, deixar esfriar e temperar com o molho de salsinha e limão. Deixar macerar por algumas horas e servir. Para fazer o molho, coloque no processador um limão inteiro [remova as sementes se tiver], cortado em quatro, um monte de salsinha, sal, pimentinhas vermelha, bastante azeite. Pulse até obter um molho bem homogêneo. Eu usei o limão Meyer, que é bem aromático, mais suave e tem uma casca bem fina.

muffins de limão
[super limãozudos]

lemony_muffins1.jpg
Neste final de inverno teve uma rebordosa de limões e laranjas sendo doados nas premissas do meu trabalho e eu exagerei na quantidade de cítricos que peguei pra mim—sacolinhas e mais sacolinhas de limão siciliano, do maravilhoso limão Meyer, mais inúmeras variedades de laranjas e tangerinas. Daí faço dessas de levar gostosuras para dividir com os colegas e não só aliviar a minha consciência, mas também pra não ficar parecendo que sou uma total esganada. Pesquisei para encontrar um bolo de limão que me agradasse e escolhi essa receita de bolinhos, porque queria algo rápido pra fazer no domingo à noite. Numa das minhas clássicas atrapalhações na cozinha, esqueci de colocar um dos ingredientes: o óleo. Fiquei louca da vida, achando que ia dar tudo errado. Felizmente não deu. Os bolinhos cresceram e até que ficaram bem gostosos, só um pouco mais densos. No dia seguinte refiz a receita, prestando MUITA atenção pra não esquecer nada. Resolvi dividir a massa em uma forma de 24 mini muffins, ao invés da de 12, porque queria que rendesse mais e não queria dobrar a receita. Ela faz 12 muffins grandes ou 24 pequenos, que ficam bons de qualquer tamanho. Pra levar pr o trabalho achei os pequenos melhor. Abaixei um pouquinho a temperatura do forno para assar os menores, de 375°F para 365°F/185°C. Na primeira vez usei limões Meyer, na segunda o Siciliano. As sementes de gergelim são imprescindíveis, pois são um toque de gênio.
para os bolinhos
2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de sementes de gergelim torradas
1 colher de sopa de fermento em pó
1/2 colher de chá de sal
Raspas da casca de 3 limões grandes
1 e 1/4 xícara de leite
1/2 xícara de óleo vegetal
1 ovo caipira grande
1 colher de chá de extrato de baunilha
para o xarope de limão
1/2 xícara de suco de limão
1/2 xícara de açúcar
Pré-aqueça o forno a 375°F/200°C. Prepare uma forma de 12 muffins, untando com óleo ou forrando com forminhas de papel. Numa vasilha misture bem com um batedor de arame a farinha de trigo, o açúcar, as sementes de gergelim, o fermento em pó, o sal e as raspas de limão. Em uma tigela pequena bata o leite, o óleo, o ovo e a baunilha. Despeje os ingredientes molhados na vasilha com os ingredientes secos e incorpore bem usando uma colher de pau ou espátula. Dividir a massa entre as forminhas e leve para assar por 20 minutos.
Enquanto os bolinhos assam prepare a calda de limão. Misture bem o suco de limão e o açúcar em uma panela pequena e leve ao fogo até ferver. Deixe cozinhar por cerca de cinco minutos. Retire do fogo. Assim que tirar os muffins do forno, fazer buracos com um palito em cada muffin e usando uma colher despeje a calda quente com cuidado sobre eles. Deixe esfriar por pelo menos 10 minutos dentro da forma, para deixar o xarope ser absorvido. Desenforme e sirva. Esses muffins se mantém bem em temperatura ambiente por até 5 dias. Eles podem também ser congelados.

lemony_muffins2.jpg lemony_muffins2.jpg

sopa de lentilha vermelha
[com limão & coentro]

redlentils-lime.jpg
Meu filho deixou na minha cozinha um pacotão de arroz integral, outro de arroz comum e outro de lentilhas vermelha. Com as lentilhas fiz essa sopa duas vezes, porque ficou absolutamente deliciosa. Omiti a cenoura, substituí a pimenta caiena pela pasta de harissa e usei o limão verde, Tahiti.
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola grande picada
2 dentes de alho picados
1 colher de sopa de extrato de tomate
1 colher de chá de cominho em pó
1/4 de colher de chá de sal kosher
1 colher de chá de pasta de harissa [ou caiena em pó]
6 xícaras caldo de legumes [ou de frango ou água]
1 xícara de lentilhas vermelhas
1 cenoura grande picada [*omiti]
3 colheres de sopa de coentro fresco picado
Suco de 1 limão
Em uma panela grande aqueça as 3 colheres de sopa de óleo em fogo alto. Adicione a cebola e o alho e refogue até dourar, cerca de 4 minutos. Adicionar a pasta de tomate, o cominho, o sal, a harissa [ou pimenta de caiena] e refogue por 2 minutos. Adicione o caldo e a lentilha [e a cenoura, se for usar]. Deixe ferver e em seguida tampe parcialmente panela e abaixe o fogo para médio-baixo. Cozinhe até que as lentilhas fiquem macias, por cerca de 30 minutos. Prove e adicione sal se necessário. Usando um mixer de imersão ou o liquidificador triture a sopa, mas deixe que ela fique um pouco pedaçuda. Junte o suco de limão e o coentro fresco. Sirva em seguida, se quiser pode regar com azeite.