salada de grãos com limão e azeitonas

Desde que comprei meu instant pot, a panela de pressão elétrica que está enlouquecendo os americanos, não parei de fazer receitas com grãos. Essa salada fica deliciosa e guarda muito bem de um dia para o outro, mesmo com as ervas. A receita recomenda as azeitonas italianas castelvetrano, mas eu fiz com as verdes gregas comuns e achei que ficaram mais saborosas. Eu acho que as castelvetrano tem um sabor muito delicado, as gregas são mais agressivas, combinaram muito bem com todos os outros ingredientes.

2 xícaras de farro ou espelta
Sal e pimenta do reino moída na hora
2 xícaras de azeitonas verdes
1 limão inteiro, sementes removidas e picado
2 chalotas médios picadinhas
1/2 xícara de azeite
2 xícaras de folhas de hortelã picadas
2 xícaras de salsinha picada

Coloque os grãos de farro ou de espelta em uma panela grande e leve ao fogo, mexendo bem, até ficarem dourados e levemente torrados [vai cheirar como pipoca], cerca de 4 minutos. Remova a panela do fogo e despeje água fria até cobrir grãos; Salgue e deixe ferver. Assim que ferver reduza o fogo, tampe e cozinhe até os grãos ficarem macios, cerca de 25-35 minutos. Eu cozinhei na panela de pressão elétrica. Tranfira os grãos cozidos para uma tigela. Reserve.

Usando o lado da faca esmagar grosseiramente as azeitonas para quebrá-las, Descarte os caroços. Coloque as azeitonas numa tigela grande e acrescente o limão picado e as chalotas. Misture. Tempere com sal e pimenta. Deixe a mistura marinar por 5 minutos.

Aqueça o óleo em uma panela. Adicione a mistura de azeitona e cozinhe, mexendo ocasionalmente, até que os ingredientes fiquem aquecidos, cerca de 4 minutos. Colocar essa vinagrete quente na tigela com o farro ou espelta e misturar bem. Tempere com sal, pimenta do reino e um pouco de suco de limão, se quiser.

Minutos antes de servir adicione as ervas. Sirva.

bolinho de peixe com limão [e mostarda feita em casa]

fish-cake

No Thanksgiving eu trouxe pra casa um pirex cheio de sobras de halibut assados, que foi um dos pratos deliciosos que meu amigo Heg fez pra ocasião. Comemos uma parte requentada e o resto eu decidi reciclar fazendo outro prato. Com sobras de peixe é bom fazer bolinhos! O halibut é um peixe carnudo e delicioso, fica muito bom pra fazer bolinhos, mas só for sobras mesmo, pois esse peixe é muito caro e especial pra ser comprado só para esse fim. Qualquer outro peixe carnudo serve como substituto. Improvisei meio a olho uma receita, com batatas doces que eu já tinha cozidas e com o limão conservado no sal, com o qual estou obcecada não paro de usar. As medidas são mais ou menos como eu me lembro, mas não tem como errar fazendo esse tipo de bolinho. Eu fritei, mas quem quiser pode assar. Servi com mostarda feita em casa.

3 xícaras de peixe cozido
2 xícaras de batata doce cozinha
1/2 xícara de panko [*usei integral]
1 colher de sopa de mostarda [*usei a feita em casa]
A casca picadinha de 1 limão conservado no sal
[jogue a polpa fora ou use em molho de salada]
Bastante ervas frescas [*salsinha, coentro, cebolinha]
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Misture todos os ingredientes bem com as mãos até ficar bem incorporado. Se precisar pode acrescentar um pouco mais de panko, mas não muito pra não ficar massudo. Modele os bolinhos e leve à geladeira até a hora de assar ou fritar. Eu fritei no óleo bem quente, coloque apenas uma camada rasa de óleo na frigideira e frite bem dos dois lados. Sirva bem quente.

mostarda feita em casa
1/4 xícara de vinagre de maçã
3 colheres de sopa de vinagre de vinho branco
2 colheres de sopa de sementes de mostarda [amarelas]
1/4 xícara de mostarda em pó
1/2 colher de chá de pimenta vermelha em flocos
1 e 1/2 colher de sopa de mel
1 colher de chá de raiz forte—horseradish [*opcional, pode diminuir ou eliminar]

Bata bem todos os ingredientes no liquidificador, coloque num vidro esterilizado e leve à geladeira. Deixe maturar por pelo menos 2 semanas antes de usar. No inicio a mostarda vai parecer bem líquida, mas com o tempo ela dá uma espessada.

Minha amiga inglesa me deu essa receita de mostarda feita em casa que é um sucesso com a família dela e amigos. Eu fiz a primeira vez com 1 colher de sopa de raiz forte, que era como estava na receita original e HOLY COW, não foi possível comer, de tão picante. Decidi refazer só com uma colher de chá e mesmo assim achei o picante da raiz forte muito pra mim. Mas como quadrupliquei a receita, dei um vidro de presente e estamos comendo o outro. Da próxima vez que fizer vou eliminar a raiz forte por completo. Fica a seu critério, colocar ou não.

tagine de abóbora com grão de bico, conserva de limão & harissa

tagine

Sirocco —fabulous flavours from the Middle East da autora Sabrina Ghayour é outro dos muitos livros que tenho comprado na versão pra kindle por uma bagatela. Essa receita ficou super gostosa, adicionei também uma batata doce. Fica picante e cítrico, muito diferente. Servi com couscous.

1 cebola picada
2 dentes de alho picados
1 colher de chá de cominho em pó
1/2 colher de chá de canela em pó
1 colher de chá de curcuma
1 butternut squash [abóbora de pescoço, ou outra abóbora] cortada em cubos
1 batata doce pequena cortada em cubos
1 colher de sopa de harissa
1 e 1/2 colher de sopa de mel
1 lata de tomate em lata [*usei uns 5 tomates frescos picados]
1 lata de grão de bico cozido
150 gr de damascos secos
2 limões conservados no sal [*usei o meu feito em casa, essa receita, mas feita com limões sicilianos]
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
Salsinha fresca pra decorar

Numa panela grande coloque azeite suficiente para cobrir toda a superfície. Adicione a cebola e o alho e refogue por uns minutos. Adicione o cominho, a canela e a curcuma e misture bem, cozinhando as especiarias por alguns minutos. Adicione a abóbora e a batata doce se for usar, misture bem. Cozinhe por uns minutos mexendo sempre. Adicione a harissa e o mel, misturando sempre. Adicione os tomates. Se for usar os tomates em lata, adicione a água também. Se for usar o tomate fresco, adicione um pouquinho de água. Tempere com sal e pimenta do reino moída na hora. adicione os grãos de bico com a água, mexa bem e deixe cozinhar por 30 minutos, mexendo de vez em quando. Adicione então os damascos secos e os limões em conserva, misture e deixe cozinhar por mais 20 minutos. Decore com salsinha fresca picada e sirva com couscous.

peixe com crosta de pistachio & molho de creme e limão em conserva

peixe-pistacho

O Yotam Ottolenghi recomendou e eu comprei esse livro de culinária turca e cipriota da chefe Selin Kiazim, do restaurante londrino Oklava. Olha, que livro absolutamente maravilhoso! Comprei a versão para kindle, já que desencanei total dos livros de papel [acho que é devido ao fato de que não tenho mais espaço pra eles] e estou adorando a rapidez e a praticidade de ter livros de receitas em todos os meus devices eletrônicos. Fiz essa receita com um peixe que recebi da minha CSF. É super rápida de preparar e fica o fino da bossa. Uma amiga estava hospedada em casa naquela semana e esse peixe fez um sucesso absoluto. Enquanto devorava às garfadas grandes, ela dizia—isso é comida de restaurante fino! E vou concordar que é mesmo.

4 postas de peixe [usei bacalhau fresco]
para a crosta
100 gr de pistachios, descascados e torrados
15 gr de farinha de pão [usei panko integral]
70 gr de manteiga sem sal amolecida
para o molho
1 limão preservado em sal [fiz o meu, com limão siciliano, usando essa receita, mas pode usar o comprado pronto]
150 ml de creme de leite fresco
75 gr de manteiga sem sal gelada cortada em cubinhos
cebolinha picada

Faça a crosta colocando todos os ingredientes num processador de alimentos e pulse até obter uma farofa. Tempere o peixe com sal. Coloque uma camada da massa de pistachio por cima de cada posta. Coloque na geladeira. Pré-aqueça o forno em 450ºF/232ºC. Faça o molho, remova a polpa do limão com uma colher e coloque numa panela junto com o creme de leite. Deixe ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar em fogo baixo até o molho reduzir em 1/3. Pique bem a casca do limão. Remova o creme do fogo e adicione a manteiga, batendo bem com um batedor de arame. Passe o creme por uma peneira, adicione a casca picada do limão, cubra com um plástico e reserve. Coloque o peixe numa assadeira e leve ao forno por 10 minutos, até o peixe cozinhar e a crosta ficar dourada. Coloque a cebolinha picada no molho, coloque uma porção em pratos individuais, coloque o peixe no centro e sirva imediatamente.

peixe com creme & salsinha
[e um purê diferente]

peixe-creme-salsinha

Descongelei dois pacotes de filés de peixe que tinha recebido na minha CSF. Achei que teríamos a companhia do Gabriel e da Joy pro almoço, mas não foi possível. Fiquei com um monte de peixe na geladeira e quis fazer uma receita rápida e fácil. Abri o livrinho so Nigel Slater — Eat: The Little Book of Fast Food e achei algo que gostei. Fiz o peixe no creme e um purê de batata, que não está na foto. Esse purê de batata com azeite e limão é simplesmente o fino da bossa. Experimente fazer!

Tempere os filés de peixe com sal e pimenta do reino moída na hora. Frite os filés em manteiga, virando para dourar dos dois lados. Coloque um pouco de vinho branco sobre o peixe e cozinhar por um minuto. Junte um monte de salsinha picada e regue com creme de leite fresco até formar um molho cremoso. Remova do fogo e sirva com um purê de batatas temperado com azeite e suco de limão. Cozinhe as batatas em água e sal, na hora de servir amasse bem [pode usar um mixer de mão] e junte azeite e suco de limão. Fica incrível.

bolo de azeite & sherry

bolo-azeite

Fiz essa receita rapidinho no domingo à noite e como fez dois bolos, levei um para os meus colegas no trabalho. Não contei que tinha sherry na massa, porque se eu dissesse meu chefe não comeria. É a segunda vez que omito a informação da presença do álcool em algo que fiz e ele, que afirma ser capaz de perceber quando tem bebida alcóolica na comida, nem tchum. Comeu, gostou, elogiou e levou várias fatias, dentro de um tupperware, pra casa dele.

((Shiu! Hihihi!))

3 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal
2 xícaras de açúcar
1 xícara de azeite extra-virgem
5 ovos caipiras [gelados]
2 colheres de chá de casca ralada de laranja [*usei limão]
1 xícara de amontillado ou xerez seco

Esse bolo pode ser assado numa forma Bundt grande ou duas formas de pão. Fiz nas de pão. Unte as formas com azeite e forre com papel vegetal [se usar a forma Bundt, polvilhe com farinha de trigo]. Posicione a grade no meio do forno e pré-aqueça a 350°F/176°C. Peneire tudo junto, a farinha, o fermento em pó e o sal. Reserve. Coloque o açúcar e o azeite na batedeira. Junte as raspas da laranja [*ou limão]. Bata até ficar bem cremoso. Adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem após cada adição. Continue batendo até que a mistura fique bem espessa e pálida, de 3 a 5 minutos. Desligue a batedeira e adicione um terço da mistura de farinha. Bata em baixa velocidade apenas para misturar. Desligue a batedeira novamente e adicione metade do xerez. Bata apenas para misturar. Repita com o outro terço da farinha, seguido pela outra metade do xerez e, em seguida, o último terço da farinha. Despeje a massa nas formas, leve ao forno e asse por 60 minutos. Remova os bolos do forno, deixe esfriar por uns minutos. Desenforme, deixe esfriar completamente e sirva.

bolo-azeite bolo-azeite