o inverno dos cítricos

Nosso inverno é iluminado pelas frutas cítricas. A natureza é muito sábia e nos oferece o que precisamos para enfrentar os percalços das estações. Sem os cítricos como iríamos sobreviver às gripes e resfriados? Passei uns dias doentes, bebendo infusões de limão cravo com mel. Ajudou muito! E adoramos fazer aquele clássico chá de limão com gengibre, que pode ser servido quente ou frio. Neste inverno eu praticamente ganhei quase todas as frutas cítricas que tenho consumido. Limões rosa, siciliano ou Meyer, laranjas, tangerinas, grapefruits e pomelos. Minhas vizinhas me presentearam com laranjas e mexericas, meus colegas de trabalho me inundaram com todos os outros tipo, incluindo um pomelo do tamanho de uma bola de futebol, que me rendeu um litro de polpa rosada e doce. Fora as laranjinhas kinkans e os limões que peguei no campus. Estou fazendo tanta receita com cítricos—gelatina com limão rosa, saladas de grapefruit, molhos pesto, cocktails, refiz esse curd com azeite usando os preciosos limões Meyer para presentear amigos no Valentine’s day. E bolos, de laranja, kinkans e limão. Fiz também os limões rosa preservados no sal. Ainda tenho ainda muitos cítricos para usar. Vou congelar o suco dos limões rosa, para poder usar quando essa estação ensolarada dos cítricos terminar.

bolo de laranja kinkan
[com azeite & iogurte]

kumquat_cake

foraged_kumquats

Entre o Natal e o Ano Novo eu fui buscar as laranjinhas kinkans nas árvores de ninguém dentro do campus da UC Davis. Todo ano eu cato essas laranjinhas e faço receitas com elas. Este ano, com tanta chuva, as árvores estão particularmente produtivas. Peguei uma cesta cheia dessas delícias e tenho usado, cortadas em fatias finas, imersas nos molhos de salada, além de comê-las in natura, como se fossem pipoca. Sem querer dei de cara com essa receita, que a principio achei que fazia um molhinho com as kinkas pra cobrir o bolo. Quando li direito as instruções percebi que as kinkan,s maceradas no açúcar, eram incluídas na massa do bolo. Adoro bolos assim, com frutas dentro! Fiz a receita e posso dizer que ficou sensacional! Também adoro bolos feitos com azeite. Levei fatias para amigos no trabalho e os aplausos foram unânimes. Pretendo refazer esse bolo, porque ainda tenho muitas kinkans.

para as kinkans maceradas:
2 xícaras de laranjinhas kinkans, lavadas e secas
1 colher de sopa de água ou de rum claro [*usei rum]
1/2 xícara de açúcar

para o bolo de iogurte:
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
3/4 colher de chá de sal kosher
As laranjinhas kinkans previamente maceradas
1/2 xícara de açúcar
3/4 xícara de iogurte integral
1/2 xícara de azeite extra virgem
2 ovos caipiras grandes
1 colher de chá de extrato de baunilha

Corte as kinkans em fatias removendo as sementes. Combine as kinkans fatiados com a água ou o rum e 1/2 xícara de açúcar em uma tigela pequena. Deixar repousar em temperatura ambiente durante por pelo menos uma hora.

Pré-aqueça o forno a 350°F/176°C. Untar uma forma padrão de assar pão com azeite. Numa tigela média misture a farinha, o fermento e o sal.Numa tigela grande misture as kinkans marinadas [com o líquido que se formar] e a 1/2 xícara de açúcar. Misture bem. Adicione o iogurte, óleo, os ovos e extrato de baunilha e bata bem para combinar. Junte os ingredientes secos e misture com uma espátula. Despeje a massa na forma de pão untada. Leve ao forno e asse por cerca de 55 minutos. Remova do forno e deixe esfriar por 15 minutos antes de desenformar. Deixar esfriar completamente antes de cortar.

salada clássica de laranja

orange-salad

No meio do verão apareceu uma caixa de laranjas na cozinha do meu trabalho. Colheita tardia de alguma árvore no quintal de alguém. Obviamente que eu enchi minha sacolinha e trouxe as laranjas pra casa. Elas estavam bem doces, comi a maioria so descascando e cortando em cubos. Com as últimas que sobraram fiz essa salada clássica, que acabei devorando sozinha [shiu, abafa!].

Remova as cascas da laranja. Eu corto as bases, depois removo as cascas laterais. Espremo o suco que fica nessas cascas, porque com essas delícias eu não desperdiço nada. Depois corte as laranjas descascadas em fatias, coloque numa travessa. Fatie um pouco de cebola roxa, bem fininho. Eu uso um mandoline. Coloque a cebola numa vasilha, encha com água fria e deixe descansar por uns minutos. Escorra bem e salpique por cima das laranjas. Adicione azeitonas pretas conservadas em óleo [o sabor é mais intenso]. Tempere com sal marinho e azeite de oliva, decore com folhinhas de tomilho fresco e sirva.

kefir com laranja
[gengibre e cúrcuma]

kefir-orange.jpg

Fiz essa bebida tantas vezes, que já perdi as contas. Fica tão gostosa e refrescante. Geralmente levo pro trabalho, para beber no meio da manhã quando bate aquela fome e ainda tá muito cedo pra pensar em almoço. É só misturar o kefir com o suco de laranja [meio a meio ou um pouquinho mais de kefir do que de suco] ralar um pouquinho de raiz de gengibre fresco, outro pouquinho de raiz de cúrcuma fresca. Adicionar, mexer. Pode colocar gelo, ou não. Pode também fazer sem a cúrcuma fresca e trocar o kefir pelo iogurte. Eu não adoço, porque acho o suco de laranja doce o suficiente pra mim. Fica a seu critério.

bolo invertido de laranja

upsidedown-orange2.jpg

Não, gente, não é uma miragem. Sim, gente, é MAIS UM BOLO DE LARANJA! Nesta época, quando laranjas abundam, não dá pra escapar delas. Gostei dessa receita da revista Bon Appetit por causa da adição do buttermilk. A receita original usava laranjas sanguíneas, mas eu usei laranjas comuns. Como assei numa forma um pouquinho menor, acabei com um pouco de massa extra e então preparei um bolinho quadrado num ramequin e levei de presente para o meu coleguinha de trabalho que fazia aniversário. O bolo grande nós inteiro! As fatias de laranja ficam tão molinhas, que dá pra comer até a casca.

1/3 de xícara de açúcar demerara [cristal]
2 laranjas fatiadas, as sementes removidas
2 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
3/4 xícara de açúcar comum
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
3/4 colher de chá de sal kosher
2 ovos caipiras grandes
1 gema de ovo grande
1 e 1/2 xícaras de buttermilk
3/4 de xícara de manteiga sem sal derretida
1 colher de chá de raspas da casca de uma laranja
2 colheres de sopa de suco de uma laranja

Preaqueça o forno a 350°F/176°C. Unte uma forma redonda grande de 25 cm com manteiga ou óleo. Espalhe o açúcar demerara uniformemente no fundo da forma. Coloque as fatias de laranja sobre o açúcar. Misture a farinha, o açúcar, o fermento, o bicarbonato e o sal em uma tigela grande. Adicione os ovos, a gema de ovo extra, a manteiga derretida, o buttermilk e as raspas e o suco de laranja. Misturem bem com uma espátula e despeje essa massa sobre as laranjas fatiadas na forma. Leve ao forno e asse por uns 35-40 minutos. Transfira para uma grade e deixe esfriar 5 minutos antes de inverter para uma travessa.

upsidedown-orange1.jpg upsidedown-orange1.jpg

batata e nabo assados
[com harissa e laranja]

batata e nabo assados
Fiz essa receita no ano passado pra poder gastar um monte de nabos que chegavam sem parar na cesta orgânica. Tem uma época que é simplesmente insuportável, eu fico me rebolando pra fazer coisas diferentes com eles, porque mesmo sendo nabos, eles são alimementos e são orgânicos, não vou jogar fora. Fiz muitas saladas e pickles. E então o mágico Ottolenghi came to the rescue com essa boa ideia. Não vou mentir que fica a coisa mais maravilhosa do mundo, mas gasta os benditos nabos e nós comemos e até que gostamos.
1 quilo de nabos descascados e cortadas em cubinhos
500 gr de batatas descascadas e cortadas em cubinhos
1 cabeça de alho, dentes separados e descascados
1/2 colher de chá páprica doce
1 colher de chá de sementes de cominho
1 e 1/2 colher de sopa de harissa
Casca raspada de 1 laranja
2 colheres de sopa de azeite
Sal a gosto
Folhas verdes para servir [agrião, alface, rúcula]
para o molho
2 colheres de sopa de suco de laranja
1 colher de sopa de suco de limão
2 colher de chá de sementes de erva-doce tostadas e levemente esmagadas
3 colheres de sopa de azeite
Aqueça o forno a 425ºF/ 220ºC. Leve uma panela grande de água salgada para ferver, adicione os nabos, as batatas e o alho, e deixe ferver por 6 minutos. Escorra, refresque com água fria e seque com um pano ou papel toalha.
Coloque os legumes pré-cozidos em uma assadeira grande e misture com a páprica, o cominho, a harissa, a casca de laranja, o azeite e um pouco de sal. Asse por 40 minutos, virando a cada 15 minutos ou mais, até que os legumes estejam cozidos e dourados. Retire e reserve por 10 minutos para esfriar um pouco.
Enquanto os legumes estiverem assando faça o molho. Coloque os sucos cítricos em uma tigela pequena com as sementes de erva-doce e um pouco de sal. Adicione o azeite e vá mexendo lentamente com um batedor de arame, até o molho ficar totalmente homogeneizado.
Na hora de servir, coloque uma cama de folhas verdes numa travessa grande—eu usei folhas de alface, que era o que eu tinha, coloque os legumes assados por cima, regue com o molho e sirva.

bolo de laranja & amêndoa

orange-almond-cake.jpg

Sei que estou fazendo muitos bolos de laranja, mas laranjas é o que há por aqui no momento. Também tenho ganhado muitas delas lá no meu trabalho e quis retribuir as laranjas maravilhosas que ganhei, levando alguma coisa gostosa feita com elas para dividir com meus colegas. Essa receita clássica da Claudia Roden foi a escolhida. Fiz dois bolos, um pra nós e outro pra levar para os meus colegas. Usei ovos de pata, porque eu estava com um surplus deles. Diminuí os ovos pra 5 ao invés de 6, porque os ovos de pata são enormes. E depois de ler os comentários na página do NYT Cooking, decidi baixar a temperatura do forno pra 375ºF [ao invés dos 400ºF] e remover o bolo do forno depois de 45 minutos [ao invés de 1 hora]. Deu certinho. Fez um sucesso incrível entre os meus colegas de trabalho, que comeram o bolo inteiro numa velocidade recorde.

2 laranjas grandes
6 ovos caipiras [*usei 5 ovos de pata]
250 gr de amêndoas moídas [ou farinha de amêndoas]
250 gr de açúcar
1 colher de chá de fermento em pó

Lave as laranjas coloque numa panela, cubra com água e leve ao fogo, deixe cozinhar tampado em fogo baixo por 2 horas. Remova as laranjas da água, deixe esfriar, corte e retire as sementes. Coloque as laranjas no processador de alimentos e pulse até obter um purê. Pré-aqueça o forno a 375ºF/ 176ºC. Bata os ovos e adicione os ingredientes restantes, incluindo o purê de laranja. Misture bem e despeje tudo em uma forma de bolo com base removível untada com manteiga e enfarinhada. Asse por 45 minutos ou até que uma faca inserida no centro saia limpa. Remova do forno, deixe esfriar completamente, desenforme e sirva. Eu acho que esses bolos mais densos e úmidos ficam ainda melhor no dia seguinte.

orange-almond-cake2.jpg orange-almond-cake2.jpg