conserva de figo em vinho do Porto

Inacreditável que esqueci completamente de publicar essa receita que a Manuela Cruz do Tertúlia de Sabores me passou no verão, quando tive a posse de uma árvore carregada de figos por três semanas. Foram dias horrivelmente quentes e fiquei com medo de que o doce descansando na panela por três dias fosse azedar, mas deu tudo certo. O bom é que os figos não ficam cozinhando por um período muito longo, então fazer esse doce não esquenta a cozinha. Fiz a receita como a Manuela ditou, com um quilo de figos e deu dois vidros e meio de compota. Uma eu dei de presente pra moça que me deu todos os figos, os outros comemos nós. Servi os figos para amigos que nos visitaram e o Uriel se encumbiu de devorar o que sobrou. A Manuela contou que comeu essa compota em Trás-os-Montes, terra da família do meu pai. Os figos dulcíssimos devem ser servidos com queijo.

1 quilo de figos inteiros com casca e cabinhos
1/2 quilo de açúcar
1/3 de xícara de vinho do Porto

Coloque os figos, o açúcar e o vinho do Porto numa panela grande. Leve ao fogo médio e quando levantar fervura conte dez minutos e desligue o fogo. Repita a mesma operação por 3 dias, de manhã e à noite. Deixe ferver, conte 10 minutos, desligue. Na noite do terceiro dia coloque os figos e a calda em vidros esterilizados com tampa. Eu mantive os meus na geladeira, mas foi embora tão rápido que não vou poder predizer quanto tempo essa conserva dura.

bolo de figo & chocolate

Meu chefe viajou com uma amiga dele, que me deixou com a “posse temporária” da figueira do quintal dela. Fui lá três vezes e colhi figos até dizer chega. Foi como estar no paraíso, ter uma árvore carregada de figos só pra mim! Fiz bastante coisas com eles, além de devorá-los puros. Uma das coisas que fiz foi esse bolo de chocolate e figos. Mudei um pouquinho a receita, pra poder usar uma farinha de trigo germinado integral que tinha comprado.Também troquei um ovo de galinha por um de pata, que eu tinha recebido da fazenda e queria gastar. Acabei fazendo sem colocar as nozes torradas, porque pisquei e esqueci delas [ops!]. Por isso achei que o bolo cresceu muito mais do que aparece nas fotos da receita original. Ficou super gostoso, nem um pouco pesado como eu imaginei que ficaria. Acho que vou fazer a receita novamente e tentar congelar pra poder comer um delicioso bolo de figo quando não houverem mais figos frescos disponíveis—o que será muito em breve, infelizmente.

1 e 1/2 xícaras de figos frescos picados
2 ovos caipiras grandes [*usei um de galinha outro de pata]
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícaras de óleo de semente de uva ou outro óleo vegetal
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo [*usei 1 xícara de farinha integral germinada e 1/2 de farinha branca]
1/3 xícara de cacau em pó
1 colher de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal
1/2 xícara de nozes torradas e picadas [*esqueci de colocar!]
3/4 copo de gotas de chocolate amargo
3 figos cortados ao meio

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C e unte uma forma de pão pão com óleo vegetal e forre com papel vegetal ou manteiga. Deixe uma aba sobrando nos dois lados, pra poder puxar na hora de desenformar.

Em uma tigela grande amasse 1/2 xícara dos figos com um garfo. Adicione os ovos, o açúcar, o óleo e a baunilha e misture até combinar.

Em outra tigela grande misture farinha, o cacau em pó, o fermento em pó e o sal. Adicione a mistura de ovos na de farinha e misture delicadamente com uma espátula. Coloque os figos restantes, 1/2 xícara de chocolate e as nozes na massa. * Eu esqueci de por as nozes.

Despeje a massa uniformemente na forma preparada e enfeite com o restante do chocolate e dos figos picados. Leve ao forno e asse por 45 a 50 minutos. Remova do forno, deixe esfriar um pouco, desenforme puxando o papel pelos lados. Coloque numa travessa, remova o papel com cuidado, puxando. Deixe esfriar totalmente, fatie e sirva.

pudim de maçã & figo

As últimas maçãs que colhemos em Apple Hill precisavam ser usadas. Queria uma receita fácil e achei esta aqui da revista Bon Appétit. Só adaptei um pouco os passos, pra deixar mais simples. Como figos frescos já não temos, usei uns congelados [Semi-Dried Green Figs do Trader Joe’s]. Comemos esse pudim no lanche de domingo a noite.

4 colheres de sopa de manteiga sem sal
2 colheres de sopa de açúcar demerara
1/2 xícara de açúcar comum
2 colheres de chá de raspas de limão
1 fava de baunilha
3 ovos caipiras grandes em temperatura ambiente
2/3 xícaras de leite integral em temperatura ambiente
2 colheres de sopa de conhaque ou rum escuro
3/4 xícara de sour cream em temperatura ambiente
1/2 xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de sal kosher
1 quilo de maçãs descascadas, descaroçadas, cortada em rodelas
200 gr de figos frescos cortados na metade [*usei congelados]

Coloque a grade do forno na terceira altura e pré-aqueça a 450°F/ 232°C. Misture o açúcar comum e raspas do limão numa tigela. Raspe as sementes da fava de baunilha e massageie o açúcar com os dedos até que a mistura fique bem perfumada.

Colocar os ovos no liquidificador e bater até espumar, cerca de 1 minuto. Com o motor em funcionamento [e com cuidado, porque espirra] adicione gradualmente o leite, depois o conhaque. Adicione a mistura de açúcar, o sour cream, a farinha de trigo e 1 colher de chá de sal. Bata apenas até ficar homogêneo. Deixe o creme descansar enquanto as maçãs assam.

Coloque as 4 colheres de sopa de manteiga em uma panela pequena em fogo médio, mexendo sempre, até a manteiga começar a espumar e em seguida ficar escura [mas não deixe queimar!], cerca de 5 minutos. Retire a manteiga queimada do fogo e adicione as maçãs, uma pitada de sal e as 2 colheres de sopa de açúcar demerara. Mexa bem.

Disponha as maçãs em uma única camada em uma assadeira. Leve ao forno pré-aquecido e deixe cozinhar, virando as maçãs no meio tempo, até que fiquem caramelizadas, cerca de 25 – 30 minutos. Remova do forno e deixe esfriar um pouco. Adicione os figos, jogue o creme preparado com antecedência sobre as frutas. Reduza a temperatura do forno para creme 375°F/ 200°C e asse até ficar dourado e o centro fica firme, uns 30 a 35 minutos. Deixe esfriar um pouco antes de servir.

apple-custard apple-custard

bolo de chocolate & azeite
[com figos frescos e calda de chocolate]

chocolate-fig cake

Com a segunda leva de figos da estação inundando a minha cozinha, com frutas compradas ou ganhadas, precisei fazer algo com eles além de devorá-los ao natural. Quis fazer algo com chocolate e procurei incessantemente pela receita que me atraísse até que encontrei essa aqui, que me seduziu por causa da mistura de chocolate e pimenta do reino. Gostei também que faz apenas seis bolinhos, porque assim não fica sobra nenhuma. E não ficou mesmo.

para o bolo
1/3 xícara de azeite extra virgem
1/2 xícara de farinha de trigo
1/4 xícara de cacau em pó
1/4 colher de chá de sal
1/3 colher de chá bicarbonato de sódio
1/2 xícara de açúcar
1 ovo caipira grande, mais 1 gema de ovo
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1/2 colher de chá de raspas raspas de limão
6 figos frescos, cortados ao meio
para a calda
115 gr de chocolate meio amargo picado
2 colheres de chá de mel
2 colheres de chá azeite de oliva extra virgem
Pitada grande de sal
1/2 colher de chá de pimenta do reino moída na hora

Pré-aqueça o forno a 350ºF/176ºC. Untar uma forma de 6 muffins com azeite e polvilhe com farinha de trigo. Misture bem o cacau em pó e 1/4 xícara de água quente em uma tigela pequena. Deixe esfriar um pouco. Combine a farinha de trigo, o sal e o bicarbonato de sódio em outra tigela.

Combine o açúcar, o ovo e a gema extra, a baunilha e as raspas de limão em uma batedeira misture em velocidade média-alta até formar um creme pálido e espesso, cerca de 1 minuto. Diminua a velocidade da batedeira e regue a massa com o azeite. Adicione a mistura de cacau e bata até ficar tudo bem incorporado. Reduza mais a velocidade da batedeira e adicione a mistura de farinha misturando até ficar tudo incorporado.

Divida a massa uniformemente entre as formas de muffin preparadas. Leve ao forno e asse por 10 minutos, então coloque uma metade de figo sobre cada bolinho e continue assando por mais 10 minutos. Remova do forno, deixe esfriar na forma por 20 minutos. Desenforme os bolinhos e deixe esfriar completamente sobre uma grade.

Coloque o chocolate, o mel, o azeite, sal e pimenta do reino em uma tigela e leve ao microondas, parando para mexer em intervalos de 30 segundos, até o chocolate derreter e formar um glacê. ais pimenta. Decore os bolinhos com esse creme e decore com o restante dos figos frescos.

chocolate-fig2   chocolate-fig2

frutas secas cozidas no vinho

frutas secas cozidas no vinho

Esse molho de frutas secas é usado como acompanhamento para a torta de ricota da Deborah Madison. É uma ótima ideia e as sobras podem ser usadas no iogurte, no sorvete, eteceterá. O vinho Pedro Ximenez pode ser substituído por Porto ou Zinfandel tinto. As medidas não precisam ser exatas e as frutas também podem variar. Mantido na geladeira num recipiente com tampa, essas frutas se conservam por dois meses.

2 xícaras de água
2 xícaras de vinho Pedro Ximenez, Porto ou Zinfandel
1 e 1/2 xícaras de açúcar
1/2 fava de baunilha cortada na metade pelo comprimento
1/2 colher de chá de grãos de pimenta preta torradas levemente em uma frigideira
1 pau de canela
1 pedaço grande de casca de laranja [sem a parte branca]
1 pedaço grande de raspas de limão [sem a parte branca]
1/2 xícara de damascos secos cortados em pedaços pequenos
1/2 xícara de peras secas cortadas em pedaços
6 figos secos cortados ao meio
1 xícara de ameixas secas sem caroço cortadas em quatro
1/3 xícara de passas douradas
1/3 xícara de passas
1/4 xícara de cerejas secas

Levar a água, o vinho e o açúcar para ferver em uma panela com as especiarias e raspas de cítricos. Quando o açúcar tiver dissolvido adicione as frutas. Reduza o fogo e cozinhe com a panela parcialmente coberta até que as frutas estejam macias e o molho mais engrossado, por cerca de 30 minutos. Transfira para um frasco limpo com tampa. Guarde na geladeira.

bolo de figos & amêndoas

bolo-figo-amend.jpg

Mais figos, minha gentê! Comprei muitos de duas variedades diferente e para usar os que não devoramos au natural, usei essa receita do NYT que me foi recomendada pela querida Sally Newton. A massa ficou bem densa e tive que espalhar pela forma com uma espátula. Mas ela cresce e envolve os figos, fica perfeita. O sabor é bem delicado, o doce mais acentuado é o dos figos assados.

4 colheres de sopa de manteiga derretida
1 xícara de amêndoas cruas [inteiras e com pele]
1/4 de xícara de açúcar mascavo
1/4 xícara de farinha de trigo
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/8 colher de chá de canela em pó
1/8 colher de chá de sal
3 ovos caipiras batidos
2 colheres de sopa de mel
1/2 colher de chá de extrato de amêndoa
12 figos maduros

Pré-aqueça o forno em 375ºF/ 190ºC. Unte uma forma de fundo removível de 22 cm com manteiga e reserve. Coloque as amêndoas e o 1/4 de xícara de açúcar em um processador de alimentos e pulse até obter uma farofa. Adicione a farinha de trigo, o fermento, a canela e o sal e pulse para combinar.

Em uma tigela, misture os ovos, a manteiga derretida, o mel e o extrato de amêndoa. Adicione a mistura de ovos à mistura de amêndoa e mexa bem por um minuto para incorporar todos os ingredientes. Despeje a massa na forma untada.

Remova o cabinho e corte cada figo ao meio. Coloque os figos sobre a massa na forma. Se quiser polvilhe um pouquinho de açúcar demerara sobre os figos e leve ao forno por 30 minutos, até a massa ficar bem dourada e firme. Remover do forno e deixar esfriar bem antes de servir.

figos-galore13.jpg figos-galore13.jpg