cenouras refogadas com coco & gengibre

Essa é outra receita do livro da Madhur JaffreyVegetarian India. É muito simples de fazer e o resultado é delicioso e delicado.

5 cenouras médias
1 colher de sopa de azeite ou óleo vegetal
1/2 colher de chá urad dal*
[*são lentilhas usadas como condimento, pode omitir]
1/2 colher de chá de sementes de mostarda marrom
2 pimentas vermelha secas partidas ao meio
[use menos, se não quiser muito apimentado]
1 colher de chá de gengibre fresco ralado
1/2 colher de chá de sal
3 colheres de sopa de coco fresco ralado finamente
[pode usar o seco ou o congelado]
2 colheres de sopa de coentro fresco picado

Coloque o óleo em uma frigideira grande ou wok em fogo médio. Quando estiver bem quente, adicione o urad dal. Assim que começar a mudar de cor, acrescente as sementes de mostarda e a pimenta vermelha. Quando as sementes de mostarda estourarem e os pimentões escurecerem – em questão de segundos – adicione a cenoura, o gengibre e 1/2 colher de chá de sal. Misture bem e adicione 4 colheres de sopa de água. Cubra e cozinhe em fogo baixo até que as cenouras estejam macias, por 3 a 6 minutos. Adicione o coco e o coentro; misture bem. Sirva imediatamente.

dumplings de cenoura [apimentados]

Outra receita do livro Bowl: Vegetarian Recipes for Ramen, Pho, Bibimbap, Dumplings, and Other One-Dish Meals do Lukas Volger. Dá pra comer esses dumplings cozidos dentro de um caldo, ou fritos na frigideira, ou apenas cozidos no vapor e servidos com um molhinho feito com shoyo, gengibre fresco ralado, óleo de gergelim, vinagre de arroz e mirin.

4 cenouras médias cortadas em cubos
1 pimenta jalapeño [ou outra, da sua preferência]
2 ramos de cebolinha, parte verde e branca picadas
1 colher de chá de alho picado
1 colher de sopa de azeite
1 colher de chá de suco de limão
1/2 colher de chá de sal
1 pitada de açúcar
Pimenta do reino moída na hora
3 colheres de sopa de coentro fresco picado
3 colheres de sopa de amendoim torrado
25 ou 30 massinhas prontas pra dumplings [pode ser as pra pastel]

Cozinhe as cenouras no vapor. Passe a pimenta jalapeño pela chama do fogão e deixe queimar dos dois lados. Deixe esfriar e remova a pele. Num processador coloque as cenouras cozidas, o jalapeño, o alho, azeite, suco de limão, sal, açúcar e um pouco de pimenta do reino. Pulse algumas vezes, daí junte o amendoim e o coentro. pulse mais algumas vezes.

Monte os dumplings colocando uma colher de chá do recheio no centro da massinha, molhe as bordas com água e feche bem com os dedos, fazendo dobras ou apertando com um garfo. Vá colocando numa assadeira. Se quiser pode colocar os dumplings no congelador, assim espaçados na assadeira e congelar. Depois dividir em saquinhos para usar numa outra ocasião. Eu cozinhei os meus apenas no vapor e servi com o molhinho que mencionei acima. Ficaram muito bons, bem picantes!

salada marroquina de cenoura

Achei essa receita no livro The Greens Cookbook da Deborah Madison. Achei deliciosa e delicada. Decorei com azeitonas secas no sal, que eu mesma giz no inverno e ainda tenho e estou usando.

500 gr de cenouras descascadas e cortadas em tiras com o descascador de legumes ou com um mandoline
2 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar
1 colher de chá de azeite
1 colher de chá de água de flor de laranjeira
Sal a gosto

Misture os ingredientes do molho e tempere as fatias de cenoura. Refrigere por pelo menos 1 hora e sirva. Decore com azeitonas pretas, se quiser.

Ensopado de ervilha com hortelã

Essa foi outra receita que fiz do livro australiano Food as Medicine. Usei a panela de pressão elétrica [Instant pot], mas pode ser feita numa panela de pressão comum ou numa panela sem pressão, é só deixar cozinhar mais tempo. Fica uma comida muito simples, mas ultra saborosa. E muito reconfortante para o jantar de uma noite fria. Servi com pães indianos [que eu tinha congelado], mas pode servir com outro tipo de pão ou com arroz, ou mesmo sozinho.

3 colheres de sopa de azeite extra virgem
1 cebolas médias picadas
1 colheres de sopa de curcuma
100 g de extrato de tomate
500 gr de ervilhas congeladas
1 cenoura média picada
1 colher de chá de sal
3 dentes de alho amassados
1 maço pequeno de hortelã fresca

Aqueça o óleo na panela de pressão e refogue a cebola até ficar macia, depois misture a curcuma e o extrato de tomate. Adicione as ervilhas, a cenoura, o sal, o alho, as folhas de hortelã e 1 e 1/2 xícaras de água ou caldo de legumes e mexa bem. Cubra firmemente com a tampa da panela de pressão e aqueça até que a panela atinja a pressão. Diminua o fogo e cozinhe por 2 minutos em alta pressão. Retire do fogão e permita a liberação natural da pressão antes de abrir a tampa. Sirva quente ou frio. Na Instant pot refogue tudo na opção “refogar”, depois tampe a panela, cancele o refogar e escolha a opção “pressure cook” e coloque o timer para 2 minutos. Quando o pininho da pressão abaixar, abra a panela e sirva.

sopa de cenoura & limão assados

Alguém desovou um saco de cenouras orgânicas na cozinha do meu trabalho. Eu trouxe algumas pra casa e fiz essa sopa. Os limões eu também ganhei! Tenho ganhado muitos cítricos neste inverno e tem sido maravilhoso. O limão assado dá um sabor ultra especial para esta sopa.

Pré-aqueça o forno a 425ºF/220ºC. Forre uma forma com papel vegetal ou alumínio. Coloque 1/2 xícara de castanhas de caju cruas de molho em água quente. Pique três cenouras, um limão e uma cebola roxa [usei a parte de baixo de três scallions]. Tempere com sal, pimenta do reino moída na hora, azeite e folhinhas de tomilho fresco. Misture bem, espalhe na forma e asse até os legumes começarem a dourar. Remova do forno, deixe esfriar um pouco. Coloque tudo no liquidificador. Coe as castanhas [descarte a água], coloque no liquidificador com água filtrada, o quando baste para obter um creme não muito denso, nem muito ralo. Coloque esse creme numa panela e esquente. Acerte o sal se precisar. Sirva com um fio de azeite, decore com uma ervinha e algo crocante. Eu usei salsinha, sementes de abóbora torradas e ervilhas japonesas [eu compro a sem wasabi].

sopa marroquina de cenoura e abacate [com relish de uva passa]

Comprei três livros do chef Matthew Kenney e fiquei encantada. Na verdade comprei um, depois adquiri os outros dois. Nesses livros ele faz comida vegana e crua. Essa sopa está no livro Everyday Raw Express. Ficou extremamente delicada e deliciosa. O relish de passas já usei pra acompanhar outros pratos e já modifiquei adicionando uma maçã.

para a sopa:
1 e 1/2 xícara de cenouras
1 xícara de leite vegetal [usei de castanhas]
1 abacate pequeno
1/4 xícara de suco de limão
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de gengibre fresco picado
1/8 colher de chá de pimenta da jamaica [allspice]
2 colheres de sopa de azeitonas verdes picadinhas
1/4 xícara do relish de uva passa

Bata todos os ingredientes no liquidificador, menos as azeitonas e o relish, que serão usados só na hora de servir.

para o relish:
3/4 de xícara de uva passa branca [quanto maior, melhor]
1 colher de sopa de gengibre fresco picado
1 colher de chá de xarope de agave
1/4 de colher de chá de sementes de mostarda
1/4 de colher de chá de pimenta caiena
1/4 de colher de chá de sal
1/4 de xícara de vinagre de maçã [orgânico e não filtrado é preferido]

Coloque todos os ingredientes num processador de alimentos e pulse algumas vezes até obter um molho pedaçudo. Coloque num vidro e guarde na geladeira até a hora de servir.

cenouras assadas com limão [e molho de harissa & maple]

Fiz essas cenouras assadas num domingo qualquer e depois repeti para a ceia de natal. As cenouras ficam caramelizadas no maple e os limões dão um toque delicioso.

2 dentes de alho picados
1/4 xícara de azeite
1/4 xícara de xarope de bordo [maple] puro
1 colher de sopa de pasta de harissa
2 colheres de chá de sementes de cominho
Sal e pimenta do reino moída na hora
1 quilo de cenouras orgânicas descascadas e cortadas em pedaços
[da segunda vez eu assei elas inteiras]
1 limão [usei o Meyer] sem sementes cortado em fatias finíssimas

Pré-aqueça o forno a 450°F/233°C. Misture o alho, o azeite, o xarope de bordo, a harissa, e sementes de cominho em uma tigela pequena; Tempere com sal e pimenta.

Misture as cenouras e o limão em fatias com a mistura de alho e maple. Espalhe numa assadeira e asse por 35-40 minutos, virando as cenouras no meio tempo, até que elas estejam cozidas e caramelizadas. Remova do forno, coloque numa travessa e sirva.

carrots-harissa

salada persa de cenoura [com sementes de gergelim torradas]

persian-carrot-salad

Essa foi outra receita que tirei do livro da Louisa ShafiaThe New Persian Kitchen. Fiz pra levar num picnic que fizemos na praia. Essa salada sobrevive bem, aliás, quanto mais tempo marinar nos temperos, melhor. Simples, saborosa, exótica e bonita. Nós gostamos muito!

1/2 xícara de sementes de gergelim
1 dente de alho picado
2 colheres de sopa de vinagre branco
2 colheres de sopa de vinagre de arroz
1 colher de sopa de mel
1 colher de sopa de óleo de gergelim torrado
1 colher de chá de flocos de pimenta vermelha
700 gr de cenouras, cortadas longitudinalmente em fatias finas
1 xícara de coentro fresco
Sal marinho a gosto

Leve uma frigideira pequena ao fogo médio-alto. Quando estiver bem quente adicione as sementes de gergelim toste, sacudindo a frigideira constantemente. Quando as sementes começam a estalar, transfira para um prato e deixe esfriar à temperatura ambiente. Em uma tigela pequena, misture o alho, os vinagres, o mel, o óleo de gergelim, os flocos de pimenta vermelha, as sementes de gergelim e 1 colher de chá de sal. Despeje esse molho sobre as fatias de cenoura, misture bem. Deixe macerar. Adicione o coentro e sirva.

salada [simples] de lentilha verde com cenoura

green lentil salad

Ando sem muita vontade de cozinhar, mas me recuso a comprar comida pronta ou comer fora. Quero comer minhas comidinhas caseiras, mas ando bem desanimada. O que fazer? Sem alternativa, tenho preparado muitas coisas simples. Essa salada de lentilha é um exemplo. Tenho feito muita lentilha, em salada principalmente. Gosto do fato de que ela cozinha super rápido e qualquer prato com ela fica substancioso. Pra essa salada cozinhei a lentilha verde, que não desmancha depois de cozida, fica ótima em saladas. Dai cortei uma cenoura em cubinhos— pode ralar ou branquear rapidamente, pra ficar mais macia. Juntei cebola roxa cortada em fatias finíssimas [use um mandoline, se tiver] e bastante salsinha fresca. Temperei com um molho feito com limão Tahiti, mel, sal, pimenta vermelha em flocos e bastante azeite. Misture e sirva. Essa salada guarda bem na geladeira e faz uma excelente {{{ M A R M I T A!! }}}.

hambúrguer de feijão branco

white bean burger

Quando começo a fazer receitas numa mesma linha é porque estou tendo um dos meus ataques de obsessão. Desta vez são os hambúrgueres vegetais. É divertido ver o que vai sair e como vai ficar o sabor e a textura. Para fazer essa receita me amedrontei com a textura da massa e decidi assar ao invés de fritar. Agora descobri que se deixar no congelador por uns minutos, fica muito mais fácil de manusear. Mesmo assim, achei que assado ficou bom. Faz uns 6 hambúrgueres, então pra nós teve sobra.

2 latas de 400gr cada de feijão branco, drenado e enxaguado
2 colheres de sopa de azeite extra-virgem
1 cebola pequena picada
Sal a gosto
2 dentes de alho grandes picados
2/3 xícara de cenoura ralada
3 colheres de sopa de suco de limão
1/4 xícara de salsinha picada
2 colheres de chá de sálvia fresca ou tomilho [*usei tomilho]
1/2 xícara farinha de pão [*usei panko]
1 ovo caipira batido [*ou 1 colher de sopa de mostarda, pra ser vegano]
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto

Aqueça 1 colher de sopa de azeite em uma frigideira de tamanho médio e adicione a cebola. Cozinhe, mexendo, por cerca de 5 minutos. Adicione uma pitada de sal, o alho e a cenoura ralada, e continue cozinhando por mais um minuto ou dois, até a cenoura amolecer ligeiramente. Retire do fogo.

Em um processador de alimentos coloque o feijão com o suco de limão e pulse até virar um purê. Transfira o purê de feijão para uma tigela e adicione a mistura de cebola e cenoura, a salsinha, sálvia ou tomilho, a farinha de pão ou panko e o ovo. Tempere a gosto com sal e pimenta. Forre uma assadeira com papel alumínio ou vegetal e unte com azeite. Modele os hambúrgueres usando as mãos ou um aro de cortar massa, como eu fiz [coloque op aro sobre a forma, encha com a massa, pressione bem e remova, formando as rodelas], cubra com filme plástico e leve a geladeira por 1 a 2 horas.

Se for fritar, aqueça o óleo remanescente em uma frigideira grande e frite os hambúrgueres por 4 minutos em cada lado, tendo muito cuidadoso para virá-los. Eu resolvi assar, então reguei os hambúrgueres sobre a assadeira com azeite e levei ao forno a 400ºF/200ºC até ficarem dourados, virei na metade do tempo, precisa ficar de olho. Sirva com pão e os condimentos de sua escolha. Eu servi com salada.