arroz com camarão & ervilha

arroz-com-camarao_1S.jpg

Eu cansei da revista Everyday Food. Deixei minha assinatura expirar, mas esqueci que tinha optado pela renovação automática no website, então a coisa continua chegando. Na próxima renovação isso não acontecerá. Tenho uma caixa enorme com anos e anos de exemplares, que ainda não sei se vou doar ou reciclar. Por essa e por outras que não comprei nenhuma versão dessa revista para o iPad. Comprei todas as Martha Stewart Living, apesar de ser assinante, porque essa vale a pena ter em formato eletrônico [se você tem um iPad não pisque e compre todas as Martha Stewart Living, que estão superbacanas]. Mas da Everyday Food peguei somente o único exemplar grátis, que achei bem mais ou menos. Exatamente a mesma opinião que tenho hoje da revista impressa. Mas admito que eles fizeram na EF uma coisa bem legal e prática, que ainda não foi implantada na MSL—você pode enviar as receitas direto da revista no iPad pro seu e-mail. Gostei desse arrozinho com camarão, cliquei no iconezinho e enviei pra mim mesma. Assim fica mais fácil organizar o que quero fazer, pois tenho uma conta de e-mail só para enviar receitas. Fiz o arroz na mesma semana. O camarão sugerido pela EF é o grande, mas eu tinha esse bem pequeninho e foi ele mesmo que usei. Meu camarãozinho é selvagem e pescado de maneira sustentável no Canadá, portanto altamente consumível sem culpas ou comprometimentos ambientais.

spiced shrimp with ginger rice and peas
4 colheres de chá de óleo vegetal
2 cebolinhas picadas, parte branca e verde
1 colher de sopa de gengibre fresco picadinho
1 xícara de arroz
[usei o basmati que é o meu arroz do dia-a-dia]
Sal marinho e pimenta do reino moída
1 xícara de ervilhas congeladas
1/2 quilo de camarão limpo
1/2 colher de chá de cominho em pó
1/2 colher de chá de coentro em pó
Fatias de limão para servir

Numa panela média coloque 2 colheres do óleo e leve ao fogo. Adicione a parte branca da cebolinha e o gengibre e cozinhe por uns 3 minutos, mexendo sempre. Adicione o arroz lavado e 1 e 1/2 xícara de água. Tempere com sal, deixe ferver e abaixe o fogo. Deixe cozinhar até o arroz absorver toda a água e ficar macio. Remova a panela do fogo e coloque as ervilhas congeladas por cima do arroz. Tampe e reserve.

Tempere o camarão com o cominho, coentro em pó, sal e pimenta do reino. Numa outra panela aqueça as 2 colheres restantes do óleo e adicione o camarão temperado. Cozinhe rapidamente. Com um garfo, mexa bem o arroz e misture com as ervilhas, que vão estar cozidas. Junte a parte verde da cebolinha e misture bem. Sirva com os camarões e uma fatia de limão.

*como eu usei camarões pequenos, misturei tudo com o arroz.

dumplings de camarão
[no caldo de legumes]

shrimp-dumpling_2S.jpg

shrimp-dumpling_1S.jpg

Sempre achei que fazer dumplings dava um trabalhão. Mudei de idéia depois de me aventurar na receita que saiu na revista da Heleninha, a MSL de abril/11. Não tem nada mais simples. E neste caso, com um recheio que eu realmente curti. Ficou muito bom. Tão bom que fiz uma receita extra e congelei. Tenho agora dumplings congelados para apenas jogar num caldo e preparar um ranguinho reconfortante numa piscada. Usei os camarões wild-caught no Canadá, que é recomendado como good alternative pelo Seafood Watch do Aquário de Monterey. Para quem está no Brasil, fique sempre de olho no guia para escolher peixe organizado pela Maria Rê.

120 gr de camarão pequeno [sem casca]
2 colheres de chá de gengibre descascado
2 colheres de chá de cibouletes picadinha
16 massinhas prontas para won-ton

Num mini-processador misture o gengibre e o camarão. Transfira para uma vasilha e acrescente as cibouletes picadas. Eu temperei com um pouquinho de sal e pimenta também. Coloque 1 colher de chá desse recheio no centro de cada passinha de won-ton. Molhe as beiradas da massa com água e feche bem, formando um pastelzinho. Cubra com um papel úmido e leve à geladeira até a hora de usar ou por até 3 horas.

Faça um caldo de legumes ou use um de boa procedência. Eu tenho sempre na minha despensa um orgânico, que tem uma cor e sabor bem fortes. Coloque o caldo numa panela e junte 1 pimenta vermelha seca cortada ao meio e sem as sementes, um anis estrelado. Eu coloquei também cubinhos de cenoura. Deixe ferver. Adicione os dumplings já preparados e cozinhe por uns 5 minutos. Adicione um punhado de cogumelos, um rabanete cortado em fatias finas e um tantinho de ciboulettes picadas ao caldo. Tempere com molho de soja e sirva imediatamente.

camarão com manjericão
[e couscous com limão]

camaraocouscous_1S.jpg

Essa comidinha é muito fácil de fazer e fica pronta num instante. O único porém aqui é o camarão, que eu compro pouquíssimo e presto muita atenção na procedência—não consumo o criado em fazenda nem o importado do outro lado do mundo. Desta vez achei no Co-op uma opcão de camarão sustentável e vou dizer que só poderia ser melhor se eu tivesse comprado de um pescador na areia da praia. A receita de chili, lemon, and basil shrimp with israeli couscous eu encontrei num dos mes blogs favoritos, o The Kitchn.

serve 2 porções
para o couscous
1 xícara de Israeli [pearl] couscous
1 limão, suco espremido e casca ralada
1 1/2 de caldo de galinha [*usei água]
Azeite
Sal a gosto
para o camarão
4 dentes de alho picados
1 pitada de pimenta vermelha em flocos
500 gr de camarões limpos
1 xícara de folhas frescas de manjericão
Sal a gosto

Numa panela aqueça um fio de azeite em fogo médio. Adicione o couscous e refogue por 3 minutos, até os grãozinhos ficarem um pouquinho tostados. Adicione o suco do limão e mexa bem até o liquido evaporar. Junte o caldo ou água, sal a gosto, deixe ferver, abaixe o fogo e tampe a panela. Cozinhe por uns 15 minutos ou até todo o liquido evaporar e o couscous ficar cozido. Tire do fogo e reserve até a hora de servir.

Numa frigideira, aqueça outro fio de azeite em fogo médio. Adicione o alho picado e a pimenta vermelha e refogue por 5 minutos, até o alho ficar meio dourado. Seque o camarão com uma toalha de papel e junte ao refogado de alho. Cozinhe rapidamente, só até o camarão ficar rosado—não cozinhe demais! Desligue o fogo e junte as raspas da casca de limão e o as folhas de manjericão. Salgue a gosto.
Sirva o camarão sobre o couscous.

sopa de camarão & erva doce

sopa-camaraofennel_2S.jpg

Estou com um bocado de revistas acumuladas numa pilha ao lado da cama. Pra piorar, ainda comprei mais algumas na minha viagem. Tenho me esforçado para colocar a leitura em dia, mas meu tempo para essa atividade é escasso, então vou indo devagar. Mas apesar de ler em doses homeopáticas, absolutamente nada me escapa e já tenho mais umas 6875 receitas marcadas. Uma delas me chamou a atenção na revista Good Food. Claro que a foto, mostrando um creme espesso cor de laranja foi uma isca, mas o que me pegou mesmo foram os ingredientes—camarão e erva doce, que achei uma mistura deveras interessante. Comprei os camarões gigantes e fui em frente. A parte mais chata da receita é bater tudo no liquidificador e passar pela peneira. Pensei em usar o food mill, que poderia ser mais prático, mas acabei seguindo as instruções da revista mesmo. Eliminei o creme de leite e mesmo assim ficou uma sopa super cremosa e um pouco pedaçuda, pois usei o mixer de mão na segunda etapa. Ficou deliciosa, com um sabor intenso de camarão.

serve 8 porções
450 gr de camarões gigantes crus e na casca
4 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola grande picada
1 bulbo grande de erva doce picado, reserve os raminhos
2 cenouras picadas
150 ml de vinho branco seco
1 colher de sopa de brandy
1 lata de 400 gr de tomate picado
[ou 400gr de tomates maduros frescos]
1 litro de caldo de peixe [*usei somente água]
2 pitadas generosas de páprica
para servir—opcional
150 ml de creme de leite fresco [*omiti]
8 camarões gigantes
raminhos de erva doce fresca

Remova os camarões da casca e reserve. Numa panela frite as cascas do camarão no azeite por uns 5 minutos. Adicione a cebola, erva doce e cenoura picadas e refogue por mais uns 10 minutos, até os legumes começarem a amolecer. Junte o vinho e o brandy. Adicione os tomates, o caldo ou água e a páprica. Tampe a panela e deixe cozinhar por 30 minutos.

Enquanto isso pique os camarões descascados. Bata a sopa em partes no liquidificador [*COM CUIDADO!] e passe pela peneira fina. Vá passando o caldo pela peneira e apertando com uma espátula, tentando remover o máximo do liquido.

Volte a sopa para a panela, adicione os camarões picados e cozinhe por mais 10 minutos, Bata tudo no liquidificador novamente ou use o mixer de mão, como eu fiz.

Frite os camarões restante num pouquinho de manteiga, salpique com sal e sirva decorando a sopa, junto com raminhos da erva doce picadinhos. Se quiser misture creme de leite, mas eu não quis. Como usei água ao invés de caldo de peixe, adicionei sal à sopa. Teste para ver qual o seu gosto de sal, não precisa por muito. Essa sopa pode ser feita com antecedência e re-aquecida. Também pode ser congelada por até um mês.

sopa de camarão e coco

sopa_camarao_coco_1S.jpg

Achada na edição de fevereiro de 2006 da revista Cottage Living, essa receita se parece muito com a sopa tailandesa de coco, só que leva menos ingredientes e é mais fácil de fazer. Eu incrementei um pouco, adicionando mini espigas de milho cozidas [dessas que se compra em latas em lojas de produtos asiáticos] e o cogumelo enoki, que ficou parecendo um macarrãozinho.

1 colher de sopa de óleo de gergelim [fiz meio-a meio com azeite]
400 gr de camarão limpo [usei o cozido e congelado]
1 colher de sopa de gengibre fresco ralado
2 dentes de alho ralados
1 pimentão vermelho cortado em pedacinhos
2 colheres de sopa de curry verde tailandês* [vende em lojas asiáticas]
6 xícaras de caldo de legumes ou frango
1 lata de leite de coco
3 colheres de sopa de molho de peixe [usei de soja]
3 colheres de sopa de suco de limão
1 colher de sopa de açúcar mascavo
1 lata de mini espigas de milho
1 macinho de cogumelo enoki
Para enfeitar, cebolinha picadinha [esqueci de por]

Aqueça o óleo numa panela e frite os camarões rapidamente. Remova e reserve. Na mesma panela refogue o pimentão, alho e o gengibre por uns 2 minutos. Acrescente a pasta de curry, o caldo, o leite de coco, o molho de peixe, o suco de limão e o açúcar e deixe ferver, Reduza o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos, Junte os camarões, o milho e o cogumelo, adicione a cebolinha picada e sirva.

* a pasta de curry verde pode ser substituida por alguma pasta apimentada, dessas que vendem em lojas asiáticas.

moqueca de camarão & banana

camarao_moqueca_s.jpg

camarao_moqueca_banana_1s.jpg

camarao_moqueca_banana_s.jpg

Me inspirei nesta receita de moqueca de banana da Neide Rigo pra fazer a minha moqueca, onde adicionei alguns camarões. Fiz no estilo capixaba, com o urucum e sem leite de coco ou azeite de dendê. Não tenho a maravilhosa panela de barro do Espírito Santo, então adaptei usando uma frigideira de terracota. Usei tomate em lata, porque os frescos agora vêm de algum canto do mundo e têm gosto de nada. Os de lata que eu uso são tomates californianos enlatados no pico da estação, quando eles estão no auge da gostosura. Adaptações são necessárias, mas isso não significa perder em qualidade e sabor.

Refoguei um punhado de sementes de urucum numa boa quantidade de azeite. Deixei esfriar e removi as sementinhas. Adicionei cebolinha picadinha no azeite que ficou avermelhado pelo urucum. Usei a parte verde e a branca—minhas cebolinhas são gigantes, apenas uma bastou. Quando as cebolinhas estavam molinhas, acrescentei uma lata de tomate, deixei engrossar. Temperei com sal e pimenta vermelha seca. Quando o molho ficou grosso, afundei ali os camarões que tinham sido previamente temperados com sal, pimenta e suco de limão. Espremi por cima mais suco de limão. Cobri com rodelas de banana nanica e polvilhei com bastante coentro fresco. Tampei e deixei cozinhar por uns minutinhos apenas, com cuidado pros camarões não virarem chicletes borrachudos. Servi com arroz branco e uma salada simples de folhas de alface. Minha opinião sincera: os camarões poderiam ter ficado de fora. Só a banana já fez dessa moqueca o fino da bossa.

Risoto de chá verde com camarão e banana

risottocamaraoebanana.jpg

Receita fabulosa da Lara, que eu fiz um pouquinho modificada, mantendo os ingredientes principais e a base do risoto. Ficou excelente, apesar do meu marido não-gourmet ter reclamado da presença da banana. Mas pra mim a banana é que deu aquele toque especial.

A receita original:
Risoto de chá verde com camarão e banana
Para o arroz:
500 ml de chá verde
1 litro de caldo de legumes
300 g de arroz arbóreo
100 g de manteiga * usei azeite por engano – distração
30 g de alho
60 g de cebola
150 ml de vinho branco
sal
Para o risoto:
900 g de camarão grande
2 limões sicilianos *usei o verde e acrescentei a casca ralada
25 g de gengibre
15 g de curry *não usei
7 g de açafrão *não usei
10 g de pimenta dedo-de-moça *usei chipotle em pó
2 bananas nanicas em rodelas
salsinha
sal e pimenta

Preparo:
Coloque o camarão para marinar no suco de limão. Junte as raspas do limão, o gengibre, o curry, a pimenta cortada em cubinhos e o açafrão. Numa panela, doure o alho no azeite, junte a cebola e acrescente o arroz. Junte o vinho branco e deixe evaporar, mexendo sempre. Coloque todo o chá verde e deixe reduzir até a metade. Comece a regar o arroz com o caldo até atingir a consistência desejada. Corrija o sal e reserve. Em outra panela, junte as rodelas de banana com o restante do caldo de legumes, agregue os camarões (incluindo a marinada) e o arroz. Mexa até dar o ponto. Salpique a salsinha e sirva.

* fiz um pouco diferente, pois grelhei os camarões na churrasqueira antes de acrescentar ao risoto com a banana e a salsinha. Fiquei meio assim de acrescentar os camarões crus e o marinado no risoto.