Pizza Party

pizzabeto1.JPG pizzabeto2.JPG
pizzabeto3.JPG pizzabeto4.JPG

Participamos de uma pizza party na casa do meu cunhado Beto, irmão do Uriel. O Gabriel fez a massa da pizza e trabalhou a noite inteira como pizzaiolo. Foram feitas umas doze pizzas e todas ficaram ótimas. Teve até uma pizza sobremesa de banana, mas essa eu não comi – tudo tem limites! O Gabriel seguiu a receita da massa já definida no esquema organizacional da pizza do Beto. Minha cunhada fez o molho da maneira mais simples e surpreendentemente gostosa. Claro que o segredo de tudo é o forno à lenha. Já estamos bolando um jeito de fazer um forno semelhante lá em Davis!

Massa da pizza
6 colheres de sopa de óleo
1 tablete [15gr] de fermento biológico Fleischman
2 colheres de sopa de sal – acho que pode usar menos, achei a massa um pouco salgada
1 colher de sopa de açúcar
2 copos de requeijão de água

Misturar a água com o fermento, acrescentar o óleo, sal, açucar e ir colocando farinha até dar o ponto. Sovar bem, deixar descansar e abrir a massa em discos. Essa receita dá para mais ou menos 6 discos de pizza.

Molho da pizza
Bater no liquidificador tomates sem sementes, folhas de manjericão, alho, cebola, sal e azeite. Usar. Fiquei chocada com essa receita de molho. Primeiro porque vai cebola e não vai orégano. Segundo porque não cozinha. Mas fica ótimo, eu aprovei!

Pão de Queijo da Pat

deminasparaomundo.JPG

Minha cunhada Patrícia é uma exímia cozinheira. Tudo o que ela faz é um primor e fica uma delícia. Ela nos convidou para um lanchinho e eu já sabia que iria ser uma festança. Um dos ítens foi esse pão de queijo especial. Preciso dizer que a Pat é mineira de Belo Horizonte, então o pão de queijo é mesmo imbátivel!

Pão de Queijo da Pat
1 quilo de polvilho azedo
1 quilo de batata cozida e espremida
1 copo americano de leite em temperatura ambiente
1 copo americano de óleo
1 colher de sopa de sal
1/2 queijo de Minas curado ralado
6 ovos caipiras grandes

Colocar o polvilho numa vasilha, espremer a batata cozida ainda quente em cima do polvilho. Coloque o sal. Misture bem com as mãos. Coloque o leite e misture com as mãos. Coloque o óleo e misture, sempre com as mãos. Coloque o queijo ralado e por último os ovos. Mexer bem com as mãos. Para dar um toque especial, pode acrescentar uma colher de sobremesa de sementes de erva-doce.

A massa deve ficar macia como uma massa de modelar. Se estiver quebradiça, precisa acrescentar mais um ovo. Modelar os paezinhos e assar no forno pré-aquecido na temperatura mais alta por 20 a 30 minutos. Essa massa pode ser congelada.

que bom conhecer vocês!

foodbloggersCPNS8.jpg

foodbloggersCPNS1.jpg foodbloggersCPNS2.jpg
foodbloggersCPNS3.jpg foodbloggersCPNS4.jpg
foodbloggersCPNS5.jpg foodbloggersCPNS7.jpg
foodbloggersCPNS6.jpg foodbloggersCPNS9.jpg

Sentimos falta dos que não puderam ir ao encontro e falamos sobre muitos blogueiros queridos que gostaríamos de conhecer. Foi uma pena esse encontro não ter sido realizado num final de semana, mas esse era o único jeito pra mim. Gostaria de ter conhecido mais pessoas, porque esse encontro cara-a-cara faz uma diferença incrível. Colocar um rostinho e uma voz na personalidade que já conhecemos por escrito é a cereja no topo do bolo. Eu adorei conhecer pessoalmente essas meninas lindas e prendadas que já fazem parte do meu dia-a-dia: Dadivosa, Dani, Karen, Cris, Cinara, Sonia, Camila e Luciana. Obrigada pelo encontro descontraído, gostoso e divertido! Me senti super à vontade com vocês e fiquei pensando que chato que eu moro tão longe….

* os créditos das fotos vão para a minha nora, Marianne.

na Sônia Novaes

 

sonianovaes1.JPG sonianovaes2.JPG
sonianovaes4.JPG sonianovaes5.JPG
sonianovaes3.jpg

Chegamos na Sônia Novaes depois de ziguizaguearmos por Barão Geraldo por um tempão. Eu e minha irmã pedimos tanta ajuda para as pessoas nas ruas que a minha nora, boiando no banco de trás do carro, acabou perguntando – what’s Centro Médico? – que era a nossa referência. Chegamos lá super atrasadas, mas a Sônia já estava nos esperando na frente da casa, uma simpatia, um charme! Fomos recebidas com toda a delicadeza. Quando eu entrei na sala e vi aquela maravilhosa mesa posta com um bolo de MARACUJÁ e biscoitinhos mineiros, fiquei emocionada! Estávamos com pressa, vindas do almoço de aniversário da minha mãe e com outro compromisso de jantar de família, então não pudemos ficar muito tempo lá na Sônia. Mas fomos tão bem recebidas, adoramos as coisas lindas que ela vende e já fizemos nosso Christmas shopping. Um lindo bolo sanduíche de cenoura com atum enfeitou a mesa, e comemos tudo com gosto e bebemos um chá de frutas, que eu não pude acreditar o quanto que ele era delicioso. Minha nora que é super sincera – quando não gosta fala que não gostou, devorou tudo e ainda elogiou o bolo de maracujá, comeu um monte de biscoitinhos e rapou o prato no bolo de atum. Ganhamos regalos e ouvimos muitas histórias legais. Minha irmã bebeu o café moído e passado na hora e servido na canequinha de ágata e disse que vai virar freguesa da Sônia – e como eu bem conheço a minha mãe, acho que ela também vai! Hm, que inveja, pois eu só vou poder visitá-la novamente na minha próxima viagem ao Brasil, que vai acontecer sei-lá-quando.

* Sônia, você está intimada: queremos TODAS as receitas!!

um trivial variado

docescaseirosdatere.JPG

Fomos recepcionados pelos primos do Uriel com um autêntico almoço caipira – arroz, feijão, batata frita, verdura refogada, frango da roça com açafrão, salada de folhas verdes da horta, e um leque de sobremesas imbatíveis, com queijo fresco e de cura e os doces de cidra, mamão e nectarina. Foi a reentrada perfeita, já que desde então temos comido somente o trivial, que tem sido uma delícia! Nada de sofisticado, mas tudo muito bem feitinho, preparado com primor e carinho, ingredientes especiais e fresquinhos. Na casa dos meus pais o menu também é simples – minha mãe é a natureba-chefe! Ontem tivemos para o jantar uma sopa de lentilhas, receita da minha avó. Lambemos os beiços. Só estou muito incomodada com o calor, mas com a chuva de ontem parece que deu uma boa refrescada. Ufa!

* já fiz uma reserva no Terraço Rosário para as 12:30pm e estarei lá a partir desse horário com a minha mãe e minha nora. Me reconhecer vai ser fácil – é só vocês mirarem uma descabelada, suada, e atrapalhada. nos veremos lá, estou muito feliz com a realização desse encontro!!