bolo de banana [com painço]

Imagino que todos saibam que os americanos chamam esses bolos feitos na forma de pão de “pão”. Não sei o motivo, nunca fui pesquisar. Mas eu chamo de bolo. Fomos fazer uma trilha no domingo e levamos bananas na mochila. Camelamos por quase 2 horas no sol e quando chegamos em casa as bananas estavam explodindo de maduras. Foi a oportunidade perfeita pra testar essa receita. O painço pode ser opcional, mas eu recomendo que ele seja usado. Deixa o bolo com uma textura muito diferente. Como a receita faz dois bolos, comemos um e o outro levei pro meu trabalho pra dividir com meus colegas e foi um tremendo sucesso.

faz 2 bolos
170 gr manteiga sem sal
1/2 copo de açúcar branco
3/4 copo açúcar mascavo
2 ovos caipiras
1 colher de chá de extrato da baunilha
1/2 colher de chá de sal
115 gr de cream cheese amolecido
115 gr de iogurte grego
4 bananas médias amassadas com um garfo
3 xícaras de farinha de trigo
1 e 1/2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de canela em pó
1/2 xícara de painço não cozido

Pré-aqueça o forno a 350ºF /176ºC. Unte duas formas de pão. Derreta a manteiga em uma tigela grande. Adicione os açúcares e bata bem para combinar. Adicione os ovos um de cada um de cada vez e em seguida, a baunilha e o sal. Adicione o cream cheese amolecido e o iogurte grego. Bata até obter uma massa lisa. Adicione as bananas amassadas e misture bem. Adicione a farinha, o bicarbonato de sódio e canela em pó. Misture bem. Adicione o painço cru. Divida a massa uniformemente entre as duas formas e asse por cerca de 1 hora, ou até que o centro dos bolos estejam cozidos. Retire do forno e deixe esfriar antes de desenformar.

bolo de chocolate [com batata doce e farinha de espelta]

No domingo à tarde resolvi que iria fazer um bolo, abri o livro A Modern Way to Cook da Anna Jones e a primeira receita que vi foi essa. A isca foi a farinha de espelta e o barley malt. Mais uma oportunidade de usar essa farinha de espeta germinada que comprei outro dia. O xarope de barley malt é um adoçante bem aromático, mas pode ser substituído pelo melado. Esse bolo ficou bem rústico, e não é nada doce, uma opção bem natureba para o clássico e delicioso bolo de chocolate com recheio em camadas e cobertura.

para o bolo:
200 gr de batata doce
2 e 1/4 xícara de farinha de espelta [*usei a germinada, mas pode ser uma farinha integral]
1/2 colher de chá de canela em pó
4 colheres de sopa de cacau em pó de boa qualidade
2 colheres de chá de fermento em pó
1 pitada de sal
1/3 de xícara de iogurte grego [ou outro iogurte integral]
150 gr de manteiga em temperatura ambiente
150 gr de açúcar mascavo claro
1 colher de chá de extrato de baunilha
3 ovos caipiras grandes

para o recheio/cobertura:
1/3 xícara de amido de milho [tipo maisena]
2 e 1/2 xícaras de leite de amêndoas [sem açúcar—ou outro leite]
1 xícara de açúcar mascavo claro
2 colheres de sopa de extrato de cevada [barley malt—ou melado]
1 xícara de cacau em pó de boa qualidade peneirado
1 colher de chá de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno em 400ºF/200ºC. Unte duas formas redondas de bolo com óleo e forre o fundo com papel vegetal ou manteiga.

Pique a batata doce e coloque numa panelinha, cubra com água e leve ao fogo alto até elas ficarem macias. Coloque a batata num processador de alimentos e pulse, adicionando um pouco da água do cozimento, até formar um creme sedoso. Se quiser pode assar ou cozinhar a batata no vapor. Reserve.

Numa vasilha peneire junto a farinha de espelta, a canela, o cacau, o sal e o fermento. Reserve. Numa outra vasilha misture o creme de batata com o iogurte e misture bem até obter um creme.

Na batedeira coloque a manteiga e o açúcar e bata até obter um creme. Adicione a baunilha e os ovos, um de cada vez, batendo sempre em velocidade média. Adicione os ingredientes secos, batendo para misturar. Adicione a mistura de batata e iogurte. Misture bem e despeje a massa nas duas formas preparadas, dividindo uniformemente. Espalhe com uma espátula. Leve ao forno e asse por 35 minutos, ou até os bolos estarem completamente cozidos no centro. Remova do forno, deixe esfriar um pouco, desenforme e deixe esfriar completamente.

Enquanto isso faça o creme. Misture o amido de milho com 1/3 do leite e mexa para dissolver bem. Coloque o restante do leite numa panela com o açúcar, o cacau e o extrato de cevada [ou melado] mexendo com um batedor de arame. Quando começar a ferver, adicione a mistura com o amido de milho e mexa constantemente até o leite engrossar, formando um creme. Remova do fogo, adicione o extrato de baunilha. Mexa bem, deixe esfriar.

Para montar, corte os bolos ao meio [eu faço um corte em volta com uma faca, depois passo um fio de linha pelo meio.]. Tome cuidado pois esse bolo fica mais denso do que fofo. Distribua o recheio pelas camadas e o restante coloque sobre o bolo, como cobertura.

bolo de figo & chocolate

Meu chefe viajou com uma amiga dele, que me deixou com a “posse temporária” da figueira do quintal dela. Fui lá três vezes e colhi figos até dizer chega. Foi como estar no paraíso, ter uma árvore carregada de figos só pra mim! Fiz bastante coisas com eles, além de devorá-los puros. Uma das coisas que fiz foi esse bolo de chocolate e figos. Mudei um pouquinho a receita, pra poder usar uma farinha de trigo germinado integral que tinha comprado.Também troquei um ovo de galinha por um de pata, que eu tinha recebido da fazenda e queria gastar. Acabei fazendo sem colocar as nozes torradas, porque pisquei e esqueci delas [ops!]. Por isso achei que o bolo cresceu muito mais do que aparece nas fotos da receita original. Ficou super gostoso, nem um pouco pesado como eu imaginei que ficaria. Acho que vou fazer a receita novamente e tentar congelar pra poder comer um delicioso bolo de figo quando não houverem mais figos frescos disponíveis—o que será muito em breve, infelizmente.

1 e 1/2 xícaras de figos frescos picados
2 ovos caipiras grandes [*usei um de galinha outro de pata]
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícaras de óleo de semente de uva ou outro óleo vegetal
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo [*usei 1 xícara de farinha integral germinada e 1/2 de farinha branca]
1/3 xícara de cacau em pó
1 colher de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal
1/2 xícara de nozes torradas e picadas [*esqueci de colocar!]
3/4 copo de gotas de chocolate amargo
3 figos cortados ao meio

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C e unte uma forma de pão pão com óleo vegetal e forre com papel vegetal ou manteiga. Deixe uma aba sobrando nos dois lados, pra poder puxar na hora de desenformar.

Em uma tigela grande amasse 1/2 xícara dos figos com um garfo. Adicione os ovos, o açúcar, o óleo e a baunilha e misture até combinar.

Em outra tigela grande misture farinha, o cacau em pó, o fermento em pó e o sal. Adicione a mistura de ovos na de farinha e misture delicadamente com uma espátula. Coloque os figos restantes, 1/2 xícara de chocolate e as nozes na massa. * Eu esqueci de por as nozes.

Despeje a massa uniformemente na forma preparada e enfeite com o restante do chocolate e dos figos picados. Leve ao forno e asse por 45 a 50 minutos. Remova do forno, deixe esfriar um pouco, desenforme puxando o papel pelos lados. Coloque numa travessa, remova o papel com cuidado, puxando. Deixe esfriar totalmente, fatie e sirva.

bolo persa de laranja

persian-cake

Minha vizinha contratou um serviço de um arborista para avaliar e podar algumas árvores na casa dela, uma laranjeira gigante cheia de frutas no quintal e um carvalho ancestral simplesmente maravilhoso na frente da casa. O carvalho tinha uns galhos muito altos e muito fracos, que poderiam cair na cabeça de algum passante e a laranjeira precisava ser podada e aproveitar os frutos. Vale a pena pagar pelo serviço de profissionais como esse. Eles podaram tudo com um imenso cuidado, o carvalho ficou praticamente intacto e agora mais seguro. E as laranjas foram colhidas. Por isso eu ganhei três sacolas cheias delas. Fiz a festa! E fiz também esse bolo, dobrando a receita pra fazer uma pra presentear a minha vizinha. Ela merecia um agrado! É um tradicional bolo de laranja do oriente médio, com a adição de uns condimentos na massa e da calda para regar. Ficou parecendo mais uma sobremesa do que um bolo. Fez sucesso com minha vizinha e a família dela, que também aproveitou o presente, degustado no quintal num sábado à noite.

para o bolo:
2 laranjas grandes
4 ovos caipiras
1 e 1/2 xícaras de açúcar
3 xícaras de farinha de amêndoa
1 colher de chá de fermento em pó
1 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de cardamomo em pó
Mascarpone, para servir

para a calda de laranja:
1 laranja grande
1/2 xícara de açúcar
1/4 xícara de água
1 colher de chá de água de flor de laranjeira

Coloque laranjas em uma panela grande; Cubra com água fria. Leve ao fogo alto e deixe ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 1:30 ou até que as laranjas estejam completamente cozidas, bem moles.

Pré-aqueça o forno a 350°F/176°FC. Unte um forma de bolo com óleo e forre a base com papel vegetal.

Coloque as laranjas em um processador de alimentos e processo até as laranjas ficarem bem picadinhas. UNa batedeira coloque os ovos e o açúcar e bata até formar com creme grosso e de cor pálida. Adicione as laranjas picadinhas, a farinha de amêndoas, o fermento em pó, a canela e o cardamomo. Misture com uma espátula. Despeje n forma untada e forrada e leve ao forno por mais ou menos 1 hora ou até que o bolo esteja completamente cozido no centro. Remova do forno e deixe esfriar completamente.

Para fazer a calda, raspe a casca da laranja e esprema o suco. Coloque o suco, o açúcar e a água em uma panela e leve ao fogo. Cozinhe mexendo por 5 minutos ou até que o açúcar se dissolva e a calda engrosse ligeiramente. Retire do fogo, adicione as raspas da laranja e a água de flor de laranjeira. Deixe a calda esfriar e despeje sobre o bolo.

Se quiser, sirva as fatias de bolo acompanhadas de mascarpone ou iogurte grego. Eu não quis.

persian-cake persian-cake

bolo de cenoura & nibs de cacau [com cobertura de chocolate]

bolo de cenoura

Outro dia fiquei com vontade de comer o bolo de cenoura brasileiro, o amarelinho com cobertura de chocolate. Por aqui essa versão não existe, só há aquela com nozes, passas e cobertura de cream cheese. Prefiro esse nosso, bolo de cenoura da minha infância. Fui procurar receitas e é basicamente a mesma coisa, com pequenas variações. Quis fazer um bolo um pouco mais rústico, usar um pouco de farinha de trigo integral e gastar um açúcar de coco que eu tinha guardado. Fiz essa daptação. Não fica um bolo super amarelinho, mas ficou muito bom. A cobertura de chocolate é uma que eu já fiz várias vezes, em outras receitas aqui no blog.

200 gr de cenouras cortadas em rodelas finas
1 xícara de óleo vegetal [*usei o de semente de uva]
4 ovos caipiras
1 xícara de açúcar mascavo [*usei o de coco]
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo comum
1/2 xícaras de farinha de trigo integral
1 colher de sopa de fermento em pó
Um punhado de cacau nibs

Pré-aqueça o forno a 400ºF /200ºC. Unte uma forma de bolo com óleo e polvilhe com farinha de trigo ou com açúcar. No copo do liquidificador coloque as fatias de cenoura, o óleo e os ovos e bata em velocidade alta por 3 minutos. Numa vasilha peneire juntos todos os ingredientes secos e misture com um batedor de arame. Acrescente o creme de cenouras, mexendo com uma espátula, até a massa ficar completamente homogênea. Junte as nibs de cacau. Despeje na forma preparada e leve ao forno por 20 minutos. Abaixe a temperatura do forno para 356ºF/ 180ºC e asse por mais 20 minutos. Quando o bolo estiver completamente cozido por dentro, remova do forno e deixe esfriar um pouco. Desenforme num prato e deixe esfriar completamente. Enquanto o bolo esfria, faça a cobertura de chocolate.

cobertura de chocolate
Raspas da casca de 1 laranja
1/4 de xícara de suco de laranja
100 gr de chocolate amargo [70 a 72%] picado
2 colheres de chá de azeite de oliva extra- virgem frutado
1/4 colher de chá de extrato de baunilha
1/8 colher de chá de sal fino

Combine as raspas, suco da laranja e chocolate em uma panela pequena. Cozinhe em fogo baixo até que o chocolate comece a derreter. Retire do fogo e mexa até que o chocolate esteja completamente derretido. Misture o azeite, a baunilha e o sal. Despeje numa tigela de vidro e deixe esfriar à temperatura ambiente durante 20 a 25 minutos. Misture algumas vezes com um batedor de arame antes de usar. Despeje sobre o bolo e alise com uma espátula.

bolo de azeite & sherry

bolo-azeite

Fiz essa receita rapidinho no domingo à noite e como fez dois bolos, levei um para os meus colegas no trabalho. Não contei que tinha sherry na massa, porque se eu dissesse meu chefe não comeria. É a segunda vez que omito a informação da presença do álcool em algo que fiz e ele, que afirma ser capaz de perceber quando tem bebida alcóolica na comida, nem tchum. Comeu, gostou, elogiou e levou várias fatias, dentro de um tupperware, pra casa dele.

((Shiu! Hihihi!))

3 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
1/4 colher de chá de sal
2 xícaras de açúcar
1 xícara de azeite extra-virgem
5 ovos caipiras [gelados]
2 colheres de chá de casca ralada de laranja [*usei limão]
1 xícara de amontillado ou xerez seco

Esse bolo pode ser assado numa forma Bundt grande ou duas formas de pão. Fiz nas de pão. Unte as formas com azeite e forre com papel vegetal [se usar a forma Bundt, polvilhe com farinha de trigo]. Posicione a grade no meio do forno e pré-aqueça a 350°F/176°C. Peneire tudo junto, a farinha, o fermento em pó e o sal. Reserve. Coloque o açúcar e o azeite na batedeira. Junte as raspas da laranja [*ou limão]. Bata até ficar bem cremoso. Adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem após cada adição. Continue batendo até que a mistura fique bem espessa e pálida, de 3 a 5 minutos. Desligue a batedeira e adicione um terço da mistura de farinha. Bata em baixa velocidade apenas para misturar. Desligue a batedeira novamente e adicione metade do xerez. Bata apenas para misturar. Repita com o outro terço da farinha, seguido pela outra metade do xerez e, em seguida, o último terço da farinha. Despeje a massa nas formas, leve ao forno e asse por 60 minutos. Remova os bolos do forno, deixe esfriar por uns minutos. Desenforme, deixe esfriar completamente e sirva.

bolo-azeite bolo-azeite

bolo de limão [com massa de feijão branco]

bolo-feijao

Comprei o livro da Anna Jones—A Modern Way to Cook na mesma semana que minha amiga que tem sérias restrições alimentares passou dois dias comigo em casa. Ela enlouqueceu folheando o livro e marcando todas as páginas pra gente [eu] fazer. Escolheu esse bolo, que é a epítome da sobremesa que qualquer um pode comer. Sem lactose, sem glúten, sem açúcar refinado. Pareceu-me a princípio uma ideia sensacional. E até é. Só que eu fiz a receita e minha amiga, que tanto quis comer esse bolo, quando provou, não gostou. E eu, talvez influenciada pela opinião dela e frustrada pela sinceridade de ouvir ela dizer na minha cara que não curtiu, também não achei grandes coisas. Mas o meu marido adorou e levou metade pra ele. O restante eu levei no trabalho e desovei na cozinha, com aquela advertência—é feito de feijão branco, o creme é feito de tofu, sei lá, mil coisas, comam se quiser, ao próprio risco. E o bolo desapareceu em tempo record e recebi logo em seguida e-mails de elogio, dizendo “que delicia, adorei, que fantástico, como você fez tal iguaria?”. Tô contando essa história só pra gente ter certeza que gosto não se discute mesmo. E pra quem quiser provar esse bolo diferentão, fica aqui a receita.

para o bolo:
2 latas de feijão branco cannellini [400 gr cada lata]
2/3 xícara de mel
Sementes de 1 fava de baunilha
4 ovos caipiras
100 gr de amêndoas moídas
2 colheres de chá de fermento em pó
100 gr de óleo de coco derretido
Uma boa pitada de sal marinho

para a cobertura de limão:
200 gr de tofu macio [silky]
2 colheres de sopa de óleo de coco derretido
Suco e raspas da casca de 1 limão
2 colheres de sopa de mel
1 colher de chá de água de flor de laranja

Pré-aqueça o forno a 375°F/200ºC e unte uma forma de bolo de forre com papel vegetal. Escorra e enxágue os feijões. Em um processador de alimentos, coloque os feijões e pulse até formar um purê, adicione o mel e as sementes de baunilha, pulse novamente. Em seguida adicione os ovos, um por um, pulsando sempre. A massa aumentará de volume. Coloque a mistura de feijões numa tigela grande, adicione as amêndoas, o fermento em pó, o óleo de coco e o sal, misturando com uma espátula para combinar. Despeje a mistura na forma e asse por 30 a 40 minutos.

Enquanto o bolo assa, faça a cobertura. Coloque todos os ingredientes no processador e pulse até ficar bem liso e cremoso, de 3 a 4 minutos. Raspe as bordas com uma espátula se achar necessário. Transfira a cobertura para uma tigela e deixe descansar na geladeira. Remova o bolo do forno, deixe esfriar por 5 minutos na forma, em seguida desenforme e deixe esfriar completamente sobre uma grade. Cubra com o creme de limão e sirva.

bolo-feijao bolo-feijao

bolo de limão inteiro [com cobertura de azeite & iogurte]

meyerlemon-cake

Procurei muito por uma receita onde eu pudesse usar uns limões Meyers que estavam na portinha de estragarem. não posso, de jeito nenhum, perder nenhum desses limões, que eu geralmente ganho de amigos ou colegas. Coincidiu que achei essa receita e fiz o bolo na véspera do Valentine’s day, então levei para dividir com meus colegas de trabalho. Ele foi devorado com entusiasmo. Fui pegar uma fatia para guardar para um dos meus amigos que estava numa conferência e quando cheguei não tinha nem farelo. Não é muito fácil achar os limões Meyer fora da Califórnia, então use o limão siciliano, que vai ficar bom também.

para o bolo:
1/2 xícara [113 gr] de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 xícara de farinha de trigo
2 limões Meyer [ou outro limão como o Siciliano]
1/2 xícara de farinha de semolina
1/4 de colher de chá de sal marinho
1/4 de colher de chá de fermento em pó
1/8 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 xícara de açúcar
2 ovos caipiras em temperatura ambiente
para o glacê:
1 xícara de açúcar de confeiteiro peneirado
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de iogurte grego
1 colher de chá de raspas da casca de limão
1 colher de chá de suco limão

Pré-aqueça o forno a 325ºF/ 162ºC. Unte uma forma com manteiga e polvilhe com açúcar. Reserve. Corte os limões em fatias e remova as sementes. Coloque os limões em um processador de alimentos e pulse até obter um purê. Deve dar cerca de 1 xícara de purê. Numa tigela pequena misture 1 xícara de farinha de trigo com a 1/2 xícara de semolina, o sal, o fermento em pó e o bicarbonato de sódio.

Bata a manteiga com o açúcar em velocidade média até formar um creme. Juntar os ovos, um de cada vez. Adicione o puré de limão e bata até combinar. Adicione a mistura de farinhas e bata até ficar uma massa homogênea. Despeje a massa na forma untada. Leve ao forno e asse por 40 – 45 minutos. Remover o bolo do forno, deixar esfriar e desenformar.

Para fazer o glacê, misture todos os ingredientes até ficar homogêneo. Despeje o glacê sobre o bolo frio e deixe descansar um pouco para absorver. Sirva.

meyer lemons meyer lemons

bolo de laranja kinkan
[com azeite & iogurte]

kumquat_cake

foraged_kumquats

Entre o Natal e o Ano Novo eu fui buscar as laranjinhas kinkans nas árvores de ninguém dentro do campus da UC Davis. Todo ano eu cato essas laranjinhas e faço receitas com elas. Este ano, com tanta chuva, as árvores estão particularmente produtivas. Peguei uma cesta cheia dessas delícias e tenho usado, cortadas em fatias finas, imersas nos molhos de salada, além de comê-las in natura, como se fossem pipoca. Sem querer dei de cara com essa receita, que a principio achei que fazia um molhinho com as kinkas pra cobrir o bolo. Quando li direito as instruções percebi que as kinkan,s maceradas no açúcar, eram incluídas na massa do bolo. Adoro bolos assim, com frutas dentro! Fiz a receita e posso dizer que ficou sensacional! Também adoro bolos feitos com azeite. Levei fatias para amigos no trabalho e os aplausos foram unânimes. Pretendo refazer esse bolo, porque ainda tenho muitas kinkans.

para as kinkans maceradas:
2 xícaras de laranjinhas kinkans, lavadas e secas
1 colher de sopa de água ou de rum claro [*usei rum]
1/2 xícara de açúcar

para o bolo de iogurte:
1 e 1/2 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de fermento em pó
3/4 colher de chá de sal kosher
As laranjinhas kinkans previamente maceradas
1/2 xícara de açúcar
3/4 xícara de iogurte integral
1/2 xícara de azeite extra virgem
2 ovos caipiras grandes
1 colher de chá de extrato de baunilha

Corte as kinkans em fatias removendo as sementes. Combine as kinkans fatiados com a água ou o rum e 1/2 xícara de açúcar em uma tigela pequena. Deixar repousar em temperatura ambiente durante por pelo menos uma hora.

Pré-aqueça o forno a 350°F/176°C. Untar uma forma padrão de assar pão com azeite. Numa tigela média misture a farinha, o fermento e o sal.Numa tigela grande misture as kinkans marinadas [com o líquido que se formar] e a 1/2 xícara de açúcar. Misture bem. Adicione o iogurte, óleo, os ovos e extrato de baunilha e bata bem para combinar. Junte os ingredientes secos e misture com uma espátula. Despeje a massa na forma de pão untada. Leve ao forno e asse por cerca de 55 minutos. Remova do forno e deixe esfriar por 15 minutos antes de desenformar. Deixar esfriar completamente antes de cortar.

torta tenerina—torta italiana de chocolate

Eu precisava de uma sobremesa fácil e ótima pra levar num jantar na casa das minhas vizinhas e vi essa receita. Achei perfeita e fiz na sexta à noite, pra servir no sábado. É uma torta/bolo tradicional da cidade de Ferrara, perto de Bolonha, na Itália. Conhecida como la torta tenerina ela fica densa e meio cremosa por dentro, com uma crosta bem fina por cima. Eu decidi servir com um creme de leite batido em chantilly, adoçado só com um pouquinho de nada de mel e o creme ajudou a quebrar o doce da torta. Ela é levíssima e meio que derrete na boca. Minhas vizinhas adoraram e no dia seguinte me mandaram uma mensagem dizendo que aquela tinha sido a melhor sobremesa que elas tiveram na vida. Isso é que é elogio!

7 colheres de sopa de manteiga sem sal amolecida
1/2 xícara de açúcar de confeiteiro peneirado
113 grs de chocolate meio-amargo de boa qualidade [uns 70% cacau]
2 ovos caipiras grandes, clara e gemas separados
2 colheres de sopa de fécula de batata
3 e 1/2 colheres de sopa de açúcar super fino

Aqueça o forno a 350ºF/176ºC. Unte uma forma redonda com manteiga e forre o fundo com papel vegetal.Reserve. Na tigela da batedeira bata as 7 colheres de sopa de manteiga com o açúcar de confeiteiro até ficar um creme. Derreta o chocolate e despeje sobre a mistura de manteiga e o açúcar e bata até ficar homogêneo. Misture as gemas dos ovos, uma de cada vez. Misture a fécula de batata. Em outra tigela bata as claras em neve até formar picos moles. Gradualmente acrescente o açúcar e continue batendo até obter picos firmes. Junte as claras na mistura de chocolate. Coloque a massa na forma untada. Leve ao forno por 18 minutos. Retire do forno e deixe esfriar completamente, por cerca de 2 horas. Bolo vai afundar um pouco. Desenforme o bolo, remova o papel do fundo e inverta para um prato ou travessa, com crosta fina para cima. Peneire açúcar de confeiteiro por cima, corte em fatias e sirva.