bolo Victoria

No meu trabalho temos um jeito legal de celebrarmos aniversários. Fazemos um sorteio no inicio do ano, enchemos uma caixa com papéizinhos com o nome de todos que querem participar e o dia do aniversário de cada um. Cada um pega um nome e fica responsável por organizar a festa, trazer o bolo requisitado ou recomendado para o nome que pegar. Eu peguei meu chefe duas vezes e fiz uma bela moral trazendo meus bolinhos feitos em casa! Peguei outras colegas também e este ano peguei uma que é inglesa. Por causa da nacionalidade dela eu mesma sugeri fazer um Victoria Cake, o bolo favorito da rainha e uma tradição no país. Claro que ela concordou! Fui pesquisar receitas e até fiz uma pra testar antes, usando uma receita tradicional. Achei que o bolo ficou muito seco, então resolvi fazer um desses bolos comuns, de baunilha, feitos numa só vasilha [one-bowl cake]. Peguei essa receita no The Kitchn. Ficou muito bom e a aniversariante amou!

faz 2 bolos redondos
3 xícaras de farinha de trigo pra bolo*
[*coloque numa medida de 1 xícara, 2 colheres de sopa de amido de milho e complete com farinha de trigo]
1 e 3/4 xícaras de açúcar
1 e 1/2 colheres de chá de fermento em pó
3/4 colher de chá de sal
4 ovos caipiras grandes
3/4 de xícara de óleo de canola ou manteiga sem sal derretida e esfriada
1 xícara de leite
1 colher de sopa de extrato de baunilha

para o recheio
1 xícara de creme de leite fresco batido em ponto de chantilly
[não adoce o chantilly]
1 xícara de geléia de framboesa, comprada ou feita em casa
[*usei a geléia da marca Bonne Maman]
framboesas frescas para decorar

Aqueça o forno a 350°F/ 176°C e coloque a grade no meio do forno. Unte o fundo de 2 formas redondas com óleo e forre com papel vegetal. Reserve.

Misture os ingredientes secos com um batedor de arame, em seguida, adicione os ingredientes restantes. Bata bem com um batedor de arame ou na batedeira elétrica até ficar uma massa homogênea, Na batedeira, cerca de 1 minuto, à mão, por cerca de 3 minutos.

Divida a massa entre as 2 formas, leve ao forno pré-aquecido e deixe assar até dourar levemente, cerca de 25 a 30 minutos.Remova os bolos do forno, deixe esfriar sobre uma grade por 15 minutos. Desenforme e deixe esfriar completamente.

Monte o bolo, colocando uma camada generosa de chantilly por cima de um bolo, cubra com a geléia, coloque o outro bolo por cima, polvilhe com açúcar de confeiteiro, decore com as framboesas, corte e sirva as fatias, de preferência acompanhadas por chá.

torta de chocolate & amêndoa

No Dia Das Mães meu filho veio em casa cozinhar pra mim. Ele cozinha muito bem e se incumbiu de gastar uma tonelada de ingredientes de primavera que estavam atunchados na geladeira. Mas nem esperei que ele fizesse uma sobremesa, então fiz eu mesma! Já tinha morangos orgânicos frescos que eu tinha colhido uns dias antes na fazenda orgânica, completei com essa torta maravilhosa, super fácil de fazer. Dividimos a cozinha, ele preparando o almoço e eu fazendo a sobremesa rapidamente. Essa torta fica super delicada e a casquinha que forma por cima despedaça, tive que fazer um malabarismo pra transferir da forma pro prato de servir. Não ficou linda, mas ficou deliciosa!

170 gramas de chocolate meio amargo grosseiramente picado
8 colheres de sopa de manteiga sem sal, levemente amolecida e cortada em pedaços
3/4 de xícara de açúcar
2 colheres de sopa de conhaque ou rum
1/8 colher de chá de extrato de amêndoa pura
1/8 colher de chá de sal
4 ovos caipiras grandes
3/4 xícara de farinha de amêndoa
2 colheres de sopa de farinha de trigo
Chantilly e morangos para servir

Posicione a grade no terço inferior do forno. Pré-aqueça o forno a 375°F/200°C. Unte uma forma com um fundo removível com manteiga e forre com papel vegetal [vai ser mais fácil pra remover]. Coloque o chocolate em uma tigela grande de aço inoxidável e coloque-a em uma panela ainda maior com água fervendo. Mexa ocasionalmente até que o chocolate esteja quase derretido. Retire a tigela do banho-maria e mexa até que o chocolate esteja completamente derretido e cremoso. Deixe esfriar um pouco. Adicione os pedaços de manteiga, o açúcar, o conhaque ou rum, o extrato de amêndoa e o sal e bata com uma batedeira manual em velocidade média até que os pedaços de manteiga estejam completamente derretidos e a mistura engrosse e a cor clareie ligeiramente. Adicione os ovos, um por um, depois bata em alta velocidade por um minuto ou dois ou até que a massa fique fofa e leve. Adicione a farinha de amêndoa e a farinha de trigo e misture até incorporar. Coloque a massa na forma preparada e espalhe com uma espátula. Asse por 30-35 minutos. Remova do forno, deixe esfriar numa grade. Passe uma faca em torno dos lados do bolo para separá-lo da forma. Quando a torta estiver fria remova com cuidado da forma e transfira para uma travessa. Eu tive que colocar quatro servidores de bolo por baixo e pedir ajuda para transferir a torta usando quatro mãos. Ela fica bem delicada e a casquinha que forma por cima quebra. Sirva com chantilly adoçado levemente com mel e morangos orgânicos frescos.

muffins de chocolate & centeio

rye-chocolate

Gosto muito de receitas que usam ingredientes fora do comum ou que misturem coisas inusitadas. Essa receita aguçou minha curiosidade, pois nunca tinha visto um muffin feito com centeio e espelta—um muffin integral! Substituí a espelta pela farinha de trigo integral e troquei o leite de coco pelo leite vegetal que eu tinha na geladeira [estou bebendo o de castanha]. Esses muffins são bem rústicos, mas bem chocolatudos e não muito doces. Eles são mais gostosos no dia que foram feitos, se for comer depois de uns dois dias eles já ficam muito secos. Como a receita faz 12 muffins tivemos que correr a maratona para comê-los ainda fresquinhos e mesmo assim dois escaparam, acabaram ficando pra trás e não foram comidos.

faz 12 muffins grandes
ingredientes secos
1 xícara de farinha de centeio
1 xícara de farinha de espelta [*usei a de trigo integral]
6 colheres de sopa de cacau em pó
2 colheres de chá de fermento em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal marinho
ingredientes molhados
3 ovos caipiras
1 xícara de leite de coco {*usei leite de castanha]
2/3 xícara de xarope de bordo [Maple]
2/3 xícara de azeite de oliva
100 gr de chocolate amargo picado

Pré-aqueça o forno a 400°F / 200°C. Unte com óleo ou forre com forminhas de papel uma forma de 12 muffins. Peneire todos os ingredientes secos em uma tigela grande, separe metade do sal do mar para a salpicar sobre os muffins no final. Quebre os ovos em uma tigela e bata por cerca de um minuto. Em seguida, adicione o leite, o xarope de bordo e o azeite, mexendo constantemente. Adicione a mistura seca à mistura molhada. Adicione o chocolate na massa. Use uma espátula para combinar tudo cuidadosamente . Divida a massa nas forminhas de muffin e leve ao forno. Asse por cerca de 18 minutos. Remova do forno, polvilhe com sal marinho e sirva.

bolo de limão [com azeite]

olive oil lemon cake

Estava pagando minhas compras no supermercado quando vi uma receita maravilhosa no jornalzinho que eles distribuem semanalmente. A receita era para um bolo de limão feito com azeite [o azeite que estava em oferta!] com recheio duplo e cobertura, um negocio maravilhoso, mas meio trabalhoso. E ainda tinha que cortar o bolo no meio, coisa que eu temo! Resolvi simplificar e fazer um bolo sem camada. O recheio meio que virou cobertura, quer dizer, usei umas coisas, não usei outras, o resultado ficou muito festivo. Fiquei pensando no quão maravilhoso o bolo original iria ficar, mas a minha versão Maria Preguiça também não deixou nada a desejar.

3/4 xícara de azeite extra-virgem
5 ovos caipiras grandes em temperatura ambiente
3/4 xícara de açúcar branco
1 limão grande espremido e a casca raspada
1 xícara de farinha de trigo para bolo* peneirada
1/2 colher de chá de sal
1/2 xícara de creme de leite fresco
1/2 xícara de curd de limão
Morangos frescos para decorar [ou outra fruta]

*farinha de bolo—coloque 2 colheres de sopa de amido de milho numa xícara medidora e complete com farinha de trigo.

Pré-aqueça o forno a 350°F/176°C. Unte uma forma redonda grande com o azeite e forre com papel vegetal. Unte o papel também. Separe 4 claras das gemas. Na batedeira bata as 4 claras com 1/2 colher de chá de sal até ficar espumoso, em seguida vá adicionando 1/4 de xícara de açúcar aos poucos, batendo sem parar até ficar firme. Reserve. Numa outra vasilha bata 5 gemas de ovos e ½ xícara de açúcar até formar um creme pálido e grosso, por cerca de 5 minutos na velocidade alta. Reduza a velocidade para média e adicione o azeite e o suco e raspas da casca do limão, batendo até combinar. Em velocidade baixa adicione a farinha de bolo* e misture delicadamente apenas para incorporar. Coloque as claras em neve delicadamente na massa, aos poucos, mexendo delicadamente com uma espátula. Coloque a massa na forma untada, bata sobre um pano de prato para liberar bolhas de ar e leve ao forno.

Asse até dourar, por 30-40 minutos. Remova do forno, deixe esfriar por aproximadamente 10 minutos e inverta o bolo num prato grande ou travessa. Deixe esfriar completamente.

Bata 1/2 xícara de creme de leite fresco até formar um chantilly bem grosso. Não coloque açúcar. Espalhe o chantilly por cima do bolo com uma espátula. Por cima do chantilly coloque colheradas de curd de limão e incorpore com uma espátula no chantilly. Decore com morangos ou outra fruta que quiser e sirva!

olive oil lemon cake olive oil lemon cake

bolo integral de limão

bolo-limao-integral

Fomos fazer uma caminhada pela vizinhança e nos deparamos com cinco caixas cheias de limões no gramado de uma das casas, com saquinhos plásticos para a conveniência de carregá-los e um cartaz amigável dizendo—Free Lemons! Tive que me controlar pra não dar uma baixaria e levar uma caixa inteira. Na verdade meu marido, sempre comedido, me controlou. E não podíamos mesmo carregar muitos saquinhos no restante da nossa caminhada. Mesmo assim peguei bastante limões. Quis fazer algo naquele mesmo dia e procurei por um bolo de limão. Como acontece com todo mundo, notei que não tinha farinha de trigo comum. Mas lembrei que tinha um saco de farinha integral! Então procurei por uma receita de bolo de limão integral e achei esta, que usava farinha integral “branca”, mas resolvi arriscar e fazer com a farinha integral comum. Deu muito certo, ficou um bolo tão gostoso, comemos no chá da tarde e levei as sobras pro trabalho. Quero refazer usando outros tipos de sementes, como gergelim ou papoula, para substituir a chia.

1/2 xícara de iogurte grego integral [*usei Kefir]
2 colheres de sopa de sementes de chia
5 colheres de sopa de suco de limão
2 colheres de sopa de raspas de casca de limão
1 e 1/2 xícara de farinha de trigo integral
1/4 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de sal
1/2 xícara de azeite
1 xícara de açúcar
1/2 colher de chá de extrato de baunilha
3 ovos caipiras grandes
1 xícara açúcar dos confeiteiro

Pré-aqueça o forno a 350°F/176°C. Unte uma forma de bolo com óleo ou azeite.

Misture o iogurte, as sementes de chia, 2 colheres de sopa de suco de limão e 1 colher de sopa de raspas de casca de limão em uma tigela pequena e reserve. Em uma tigela média misture a farinha de trigo integral, o bicarbonato de sódio e o sal. Reserve.

Na batedeira misture o azeite e o açúcar e bata por cerca de 4 minutos. Junte o extrato de baunilha e em seguida adicione os ovos, em um de cada vez, batendo bem entre cada adição. Reduza a velocidade e incorpore os ingredientes secos em 3 partes, alternando com 2 a mistura de iogurte e chia.

Despeje a massa uniformemente na forma preparada e alise a parte superior com uma espátula. Leve o bolo ao forno, na grade do centro, e asse por 40 a 45 minutos. Remova o bolo do forno e deixe esfriar na forma por 10 minutos. Desenforme num prato e deixe esfriar completamente.

Misture o açúcar de confeiteiro, 2 colheres de sopa de suco de limão, e 1/2 colher de chá de raspas de casca de limão. Misture bem até obter uma consistência de creme. Regue o bolo com esse creme de açúcar. Salpique a outra 1/2 colher de chá de raspas de limão sobre o bolo.

brownie de chocolate & tahine

tahini-brownie

Eu tinha uma hora para fazer algo gostoso antes de começar The Oscars, quando eu sento pra ver a cerimônia e não estou pra ninguém. Abri a revista Bon Appetit e dei de cara com essa receita. Aproveitei pra usar esse tahine maravilhoso que comprei por recomendação de um israelense. Segundo o vendedor na Amazon, essa é a marca usada pelo Ottolenghi. Nunca tinha visto um tahine como esse, super ultra cremoso. Mas qualquer tahine serve pra essa receita, você pode até fazer o seu em casa.

3 colheres de sopa de amido de milho
2 colheres de sopa de cacau em pó
170 gr de chocolate meio amargo grosseiramente picado
3 colheres de sopa de óleo de coco [ou óleo vegetal]
4 colheres de sopa de tahine [pasta de gergelim]
2 ovos caipiras grandes
1/3 xícara de açúcar comum
1/4 xícara de açúcar mascavo claro
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 colher de sopa de xarope de agave [*eu não usei]

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C. Forre uma forma de bolo quadrada com duas folgas de papel vegetal sobrepostas deixando pelo menos um uns 5 cm de papel nos lados. Assim na hora de desenformar é só puxar. Se quiser apenas unte a forma, mas vai ser mais difícil de desenformar o brownie sem quebra-lo.

Com um batedor de arame misture o amido de milho e pó de cacau em uma tigela média até que fique um pozinho fino, sem calombos. Aqueça o chocolate, o óleo, e 1 colher de sopa do tahine em uma panela pequena em fogo baixo, mexendo até formar um creme liso.

Na batedeira junte os ovos, o açúcar comum e o mascavo e bata por uns 4 minutos, até formar um creme grosso. Adicione o sal e a baunilha, em seguida adicione na mistura de chocolate, batendo devagar até ficar tudo bem incorporado. Junte a mistura do amido de milho e bata até ficar uma massa com todos os ingredientes completamente incorporados.

Misture o xarope de agave e as restantes 3 colheres de sopa de tahine em uma tigela pequena. * Eu eliminei o agave e usei somente o tahine, porque não quis que o brownie ficasse muito doce. Coloque a massa na forma preparada, alise com uma espátula e respingue o tahine por cima, usando um espeto ou palito para fazer desenhos por cima.

Leve a forma ao forno pré-aquecido e asse por uns 25 minutos. Remova do forno, deixe esfriar um pouco antes de retirar da forma, coloque numa travessa e corte em quadrados.

bolo de pistache & amendoa

Fiz esse bolinho num domingo à tarde e comemos acompanhado de chá de hortelã fresca. Ficou bem gostoso. O dia estava bem frio, deixei o bolo esfriando no quintal. Essa é a parte boa do inverno!

[faz um bolo de 22cm]
1/2 xícara de pistache descascado
1/2 xícara de farinha de amêndoa
3/4 xícara de farinha de trigo
1 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de cardamomo moído
3 ovos caipiras
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de azeite de boa qualidade
113 gramas de manteiga ligeiramente salgada, derretida e resfriada ligeiramente.

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C. Unte uma forma de bolo de 22 cm com óleo e depois com papel vegetal, unte com óleo por cima do papel e polvilhe com açúcar. Em um processador de alimentos pulse os pistaches até formar uma farofa fina. Adicione a farinha de amêndoa, a farinha trigo, o fermento em pó e o cardamomo e pulso até que todos os ingredientes fiquem bem combinados. Na batedeira bata os ovos com o açúcar até formar um creme leve e macio, por cerca de 5 minutos. junte o azeite lentamente no creme de ovos, batendo em velocidade baixa. Acrescente a manteiga derretida. Bata o suficiente para misturar os ingredientes, mas não exagere, para manter o máximo possível de ar na massa. Junte os ingredientes secos no creme delicadamente, tomando cuidado para não desinflar a massa. Use uma espátula se achar melhor. Despeje a massa na forma de bolo preparada. Leve ao forno e asse por cerca de 45-55 minutos ou até que os lados do bolo fiquem dourados e um testador de bolo inserido no centro saia limpo ou com apenas algumas migalhas úmidas. Remova do forno e deixe o bolo esfriar completamente na forma antes de virar numa travessa ou prato.

bolo de chocolate & laranja

bolo_chocolate_laranja

Quando perguntei—será que faço um bolo? o rosto da namorada do meu filho se iluminou num sorriso largo. —SIM! SIM! ela respondeu e sugeriu um bolo de chocolate. Então fiz essa receita, com laranjas que colhi numa fazenda da universidade. Devoramos acompanhado de infusão de gengibre e limão [os limões também colhi na fazenda]. Tirei essa foto quando já estávamos comendo. A foto não ficou lá essas coisas, mas o bolo ficou no mínimo, o máximo!

para o bolo
1 xícara de farinha de trigo
2/3 xícara de cacau em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de café espresso em pó [tipo Nescafé]
1/4 colher de chá de sal
1 tablete [113gr] de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1 xícara de açúcar mascavo
2 ovos caipiras grandes em temperatura ambiente
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 colher de chá de raspas da casca de laranja
1/4 xícara de suco de laranja
3/4 xícara de leite integral

para a cobertura:
1/2 xícara de sour cream em temperatura ambiente
100 gr de chocolate amargo
Raspas da casca de uma laranja pequena

Pré-aqueça o forno a 350°F/176°C com a grade no centro. Unte uma forma de bolo com manteiga e forre o fundo com papel vegetal. Peneire a farinha, o cacau em pó, o bicarbonato de sódio, o fermento em pó, o expresso em pó e o sal em uma tigela. Na batedeira elétrica, bata a manteiga e o açúcar mascavo até ficar um creme leve e fofo, de 3 a 5 minutos. Adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem após cada adição. Adicione a baunilha, o suco e as raspas da casca da laranja. Reduza a velocidade e junte a mistura de farinha, alternando com o leite. A massa vai ficar com uma aparência de coalhada, mas siga em frente. Coloque a massa na forma preparada e leve ao forno. Asse por 35 a 40 minutos. Remova do forno, deixe esfriar e desenforme num prato. Enquanto o bolo esfria faça a cobertura. Derreta o chocolate no microondas, adicione o sour cream e as raspas de laranja, bata bem com um batedor de arame até formar um creme bem liso. Despeje sobre o bolo e espalhe com uma espátula.

bolo de chocolate [com farinha de espelta]

chocolate-spelt

Outro dia eu me estressei no trabalho por causa de uma pessoa sem educação e sem consideração. A maioria dos meus colegas não são assim, mas tem um que vale por trinta. Nesse dia reposicionei o meu zen e re-alinhei meu chakra fazendo um bolo de chocolate. Procurei uma receita que não fosse complicada nem festiva, porque era um dia de semana, eu estava cansada e precisava trabalhar no dia seguinte. Queria algo que eu pudesse comer no café da manhã e usar uma farinha de espelta germinada que eu tinha. Achei uma receita na dáblio dáblio web que parecia muito simples pra ser verdade. Achei, sinceramente, que iria dar tudo errado. Mas não deu! Ficou um bolo bem rústico, super gostoso e posso até dizer, saudável! Adaptei algumas coisinhas e voalá. Depois de fazer esse bolo me senti muito, muito melhor! OMMM!

1 xícara de farinha de espelta [ou farinha integral]
1/4 xícara de cacau em pó [sem açúcar]
1/2 xícara de açúcar [*usei o demerara orgânico]
1 pitada de sal marinho
1 pitada de canela
1 pitada de pimenta caiena
1/2 colher de chá de fermento em pó
3/4 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colheres de sopa de azeite extra virgem
1 e 1/4 de xícara de buttermilk [ou iogurte]
1 colher de chá de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 350ºF/176ºC. Peneire todos os ingredientes secos numa tigela grande. Em uma tigela separada, misture o buttermilk e o resto dos ingredientes molhados. Junte os ingredientes seco ao molhado e misture bem. Despeje a massa numa forma redonda de bolo untada com azeite e polvilhada com farinha ou cacau. Leve ao forno e asse por 20 minutos. Remova do forno, espere esfriar um pouco e desenforme.

chocolate-spelt chocolate-spelt chocolate-spelt

bolo de caqui

A temporada dos caquis está bem prolífica por aqui. Colhi muitos caquis na fazenda do azeite, ganhei caquis do meu chefe e ganhei caquis de uma amiga. Os dois primeiros lotes foram da variedade fuyu, bem durinhos, come-se como se fosse uma maçã ou pera. Sequei os menores, comi outros. Ainda tenho muitos. Os do último lote, da variedade hachiya, precisam estar muito maduros para serem consumidos. Se não estiverem praticamente se desfazendo são muito marrentos, simplesmente não dá pra comer. Mas se passarem um pouquinho do ponto, ficam muito moles e é difícil come-los de uma maneira civilizada. O limite entre a fruta estar comestível e totalmente despedaçada é quase imperceptível, pisca-se e o caqui desmilingue. E foi mais ou menos o que aconteceu comigo. Quando vi tinha muitas frutas tão ridiculamente maduras que eu não conseguiria consumir de uma só vez. Eu sei que a polpa do caqui congela bem, mas resolvi fazer um bolo. Ou como eles chamam aqui, bread. Essa receita foi a primeira que aportou no resultado da minha rápida busca. Fiquei um pouco decepcionada com o resultado, o bolo não me emocionou tanto. Mas meu marido adorou e adoraram também os colegas de trabalho com quem dividi o que restou. O bolo úmido e denso foi devorado como sobremesa.

1 tablete [113gr] de manteiga sem sal
3/4 xícara de farinha de trigo
3/4 xícara de farinha de trigo integral [*usei spelt germinada]
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de canela em pó
4 caquis bem maduros [*usei os hachiya]
1/3 xícara de buttermilk
2 colheres de sopa de raspas de laranja
1 xícara de açúcar
2 ovos caipiras grandes
1/2 xícaras de uva passas [*usei das brancas]

Pré-aqueça o forno a 350°F/ 176°C. Unte uma forma de assar pão com manteiga e polvilhe com farinha de trigo. Coloque as passas numa vasilha com 2 colheres de sopa de água e leve ao microondas por 15 segundos. Reserve.

Em uma tigela média, coloque a farinha de trigo comum, a farinha de trigo integral, o bicarbonato de sódio, o sal e a canela. Misture com um batedor de arame e reserve.

Remova a polpa dos caquis e se precisar bata no liquidificador até formar um purê. O meu não precisou. Meça 1 xícara de purê de caqui e coloque numa tigela média. Misture o buttermilk e as raspas da casca de laranja. Reserve.

Na batedeira elétrica bata a manteiga até ficar cremosa, por cerca de 2 minutos. Adicione o açúcar e bata até formar um creme, 3 ou 4 minutos. Adicione os ovos, um de cada vez, batendo bem sempre. Adicione gradualmente a mistura do caqui, batendo continuamente. Adicione a mistura dos ingredientes secos em 3 lotes, batendo apenas até incorporar. Coe as passas e junte à massa.

Despeje a massa na forma de pão preparada. Leve ao forno e asse por cerca de 1 hora. Deixe o bolo esfriar na forma por 20 minutos. Desenforme e deixar esfriar completamente numa grade de arame.

Hachiya Hachiya
os caquis hachiya