Dinner with Georgia O’Keeffe

Tenho comprado muitos livros em versão eletrônica, muito mais do que versões em papel. Mas este tinha que ser adquirido em publicação tradicional, porque pra mim ele equivale a um livro de arte. Depois de publicar o maravilhoso Dinner with Jackson Pollock, a fotógrafa Robyn Lea escolheu Georgia O’Keeffe, outro ícone norte-americano com uma ligação com receitas, ingredientes e cozinha. Eu não conhecia muitos detalhes da vida e obra da Georgia O’Keeffe, mas depois desse livro fui atrás de conhecer tudo. Vi até um filme sobre a relação dela com o marido, o fotógrafo Alfred Stieglitz—com a atriz Joan Allen fazendo a pintora e o Jeremy Irons fazendo o fotógrafo. Que vida maravilhosa, longa e fascinante. As receitas, pescadas do acervo pessoal da artista, são todas simples, coloridas e empolgantes. Já estou animadíssima pra fazer um monte delas. O’Keeffe tinha uma relação espiritual com na natureza e os alimentos. Ela acreditava em alimentação saudável e era adepta de muitas ideias naturalistas. Ela mantinha uma horta, no sítio em que vivia no Novo México, que abastecia a cozinha com ingredientes para as suas receitas. Esse livro é tão lindo e delicado que fui folheando delicadamente, virando as páginas com as pontas dos dedos, tomando cuidado pra não fazer nenhum movimento brusco e perturbar a harmonia das fotos, cores, receitas e histórias.

the food — Wayne Thiebaud

Wayne Thiebaud é um pintor americano conhecido por suas obras coloridas representando objetos comuns e comida. Como ele é alumnus da Universidade Estadual da Califórnia em Sacramento, onde estudou na década de 50, muitos dos seus trabalhos fazem parte da coleção permanente de museus californianos. Já vi algumas das suas pinturas ao vivo, são trabalhos divertidos e inspiradores.

CIA at Copia

Visitamos o antigo Copia— The American Center for Wine, Food & The Arts algumas vezes de 2002 à 2008, quando o local foi fechado por causa da crise econômica. Fiquei super triste e algumas vezes visitando o Ox Bowl Market em Napa, paramos no prédio do Copia para olhar como tudo estava. Por anos o prédio ficou fechado, com tudo intacto lá dentro. Até o mês passado, quando foi reaberto, agora incorporado pela CIA, o Culinary Institute of America.

O CIA at Copia vai ser um pouco diferente, pois vai oferecer aulas de culinária em cozinhas auditórios, mais ou menos no esquema da escola de culinária e usando os seus próprios recursos. No final de semana da abertura pudemos assistir a uma das classes e vimos que mais duas cozinhas estão sendo construídas. As aulas começam no final do verão. Fiquei extremamente feliz em ver esse espaço reaberto. O jardim que eles tinham, com uma horta e um pomar que abasteciam o restaurante Julia’s Kitchen, já não é tão prolífico. O restaurante mudou, o jardim também, mas o Copia está de volta e é isso o que mais importa.

cooking matters

cooking-matters
We will always make time for things that MATTER. Cooking matters.

A artista Maira Kalman ilustrou a edição especial do livro Food Rules: An Eater’s Manual do Michael Pollan. Essa ilustração, que peguei no website dela, sumariza quase tudo o que penso sobre a importância de cozinhar. Administro assim o tempo que preciso para alimentar minha família [onde estou incluída]. Depois disso estar feito, eu vejo séries, leio revistas, navego pela internet.