pudim de abóbora de pescoço
[torta di zucca gialla]

pudim de abóbora

pudim de abóbora

Esta é uma receita adaptada do livro do italiano Pellegrino Artusi—La scienza in cucina e l’arte di mangiare bene. É feita com a butternut squash, a abóbora de pescoço. A receita diz que é uma torta, mas pra mim ela é mais um pudim, porque não tem massa, só recheio. Gostei do processo super fácil e do resultado super delicado e aromático. E ainda usei o leite que sobrou do cozimento da abóbora para fazer uma bebida deliciosa.

1 quilo de abóbora de pescoço
500 ml de leite
3 ovos caipiras batidos
100 gr de açúcar mascavo claro
2 colheres de sopa de manteiga derretida
100 gr farinha de amêndoas
2 colheres de chá de canela em pó
1 pitada de sal
Um punhado de amêndoas fatiadas para decorar

Retire as sementes e a casca da abóbora e corte em cubos. Coloque em uma panela com o leite. Cozinhe em fogo baixo por cerca de 25 a 30 minutos ou até a abóbora ficar macia. Escorra a abóbora em um coador ou peneira para drenar todo o líquido, o tanto quanto possível até esfriar. Guarde o leite que vai sobrar. Em seguida transfira a abóbora para uma tigela e amasse bem com um garfo. Numa outra tigela bata os ovos com o açúcar, a manteiga, a farinha de amêndoas, a canela e uma pitada de sal. Junte a abóbora amassada e misture com uma espátula. Despeje a mistura em uma forma refratária de 23 centímetros para torta untada com manteiga. Alisar a parte superior com uma espátula e decorar com as amêndoas fatiadas. Leve ao forno pré-aquecido em 350°F/180°C e asse por 45 minutos ou até o centro ficar firme e o pudim dourar por cima. Remova do forno, deixe esfriar, polvilhe com açúcar de confeiteiro se quiser e sirva.

leite de abóbora leite de abóbora

Separe o leite que sobrar do cozimento da abóbora, depois que coar e tempere com especiarias. Eu usei gengibre, cardamomo, canela e cravo, tudo em pó. Misture bem, guarde na geladeira e sirva. Pro nosso paladar não precisou nem adoçar.

bolo de abóbora
[com pecans e chocolate]

my pumpkin cake

my pumpkin cake

Uns dias antes do meu aniversário eu vi essa receita e achei o fino da bossa. Marquei pra fazer assim que desse. Foi então que caiu a minha ficha—eu faço bolo de aniversário pra todo mundo, por que não fazer um pra mim? E fiz. No dia comi fatias com o meu marido e no dia seguinte levei as sobras pra dividir com meus amigos e colegas no trabalho. Essa mistura de abóbora, especiarias e chocolate é incrivelmente auspiciosa. Tive uma comemoração ultra excepcional!

20 colheres de sopa de manteiga sem sal amolecida
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de gengibre em pó
1/2 colher de chá de noz-moscada ralada
1/4 de colher de chá de pimenta da Jamaica
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 colher de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de sal
1 e 1/2 xícaras de açúcar
3 ovos caipiras
1 e 1/2 xícaras de purê de abóbora [*assei uma butternut squash]
1 xícara de chips de chocolate meio amargo
1 xícara de nozes pecans picadas grosseiramente
2 e 1/2 xícaras de açúcar de confeiteiro
300gr de chocolate amargo derretido e esfriado em temperatura ambiente
1 colher de chá de essência de baunilha

Aqueça o forno a 350ºF/176ºC. Unte duas formas redondas de bolo com manteiga. Forre o fundo das formas com papel vegetal. Unte o papel com mais manteiga. Em uma tigela grande, misture a farinha de trigo, a canela, o gengibre, a noz-moscada, a pimenta da Jamaica, o bicarbonato, o fermento e o sal. Usando uma batedeira, bata 8 colheres de sopa de manteiga e o açúcar juntos por cerca de 3 minutos, até ficar uma pasta clara. Acrescente os ovos, um de cada vez. Adicione o puré de abóbora. A mistura vai ficar ligeiramente coalhada, mas é assim mesmo. Colocar aos poucos a mistura de farinha e especiarias, mexer até os ingredientes secos se incorporarem completamente. Junte os chips de chocolate e as nozes pecans. Divida a massa entre as duas formas e leve ao forno. Asse por cerca de 35 minutos ou até os bolos estarem completamente cozidos no centro. Remova do forno e deixe esfriar durante 10 minutos, desenforme os bolos numa grade e deixe esfriar completamente.

Numa tigela grande misture as restantes 12 colheres de manteiga e o açúcar de confeiteiro. Misture em extrato de chocolate e baunilha e bata bem, até ficar um creme homogêneo. Coloque um bolo numa bandeja ou travessa com a parte lisa voltada para cima. Cubra com o creme de chocolate. Coloque o segundo bolo com o lado liso voltado para baixo. Cubra o bolo com o restante do creme de chocolate.

sopa de abobrinha amarela
[com estragão & limão]

sopa abobrinha

Como já tivemos uns dias bem calorentos, o tempo parece estar se acelerando em direção ao verão. Tanto que já estamos recebendo abobrinhas na cesta orgânica. Na primeira semana chegaram uma das verdes, algumas das amarelas e uma daquelas que parece uma espaçonave. Fui procurar algo interessante pra fazer e me deparei com a receita dessa sopa. Fiz assim meio que só pra gastar os legumes e omg, que sopa absolutamente deliciosa! O estragão e o limão são a chave do sabor incrível dessa receita. Experimentem!

1 abobrinha amarela grande picadinha
2 cebolinhas inteiras picadas
1/2 cebola média picada
1 colher de sopa de manteiga
1/2 colher de sopa de azeite de oliva
1 colher de sopa de folhas de estragão fresco picadas
1 dente de alho picado
Sal e pimenta do reino moída a gosto
3 xícaras de caldo de frango, de preferência caseiro
Suco de 1/2 limão grande
1/2 xícara de leite integral ou creme de leite fresco
Folhas de estragão picadas e queijo parmesão ralado para servir

Em uma panela grande aqueça o azeite e a manteiga, adicione a abobrinha e cebola e refogue até que a cebola esteja macia, por cerca de 7 a 10 minutos. Adicione o alho no último minuto. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto, adicione o estragão e em seguida despeje o caldo de galinha e suco de limão. Misture bem, tampe a panela e deixe cozinhar por cerca de 10 a 15 minutos, ou até que a abóbora esteja bem macia. Retire a sopa do fogo e adicione o leite ou creme. Bata no liquidificador [ou use um mixer de mão] metade da sopa e retornar para a panela. Assim a sopa ficará cremosa, mas com pedaços de abobrinha. Sirva imediatamente decorada com estragão e queijo parmesão ralado.

abóbora assada com gergelim & pasta de pimenta fermentada

abobora-gergelim

Esse é uma delicia de acompanhamento, receita da revista Bon Appétit. Já fiz várias vezes, pra comer com carne ou num prato de cereais cozidos e verduras. Essa pimenta coreana é muito versátil, aqui encontra-se em qualquer supermercado, na seção de produtos asiáticos.

2 colheres de sopa de sementes de gergelim
2 colheres de sopa de óleo vegetal
1 colher de sopa gochujang [pasta de pimenta fermentada coreana]
2 colheres de chá de molho de soja
1 abóbora [butternut squash] de tamanho médio, descascada e cortada em fatias
Cebolinha verde picadinha
Sal marinho [tipo Maldon]

Pré-aqueça o forno a 425°F/220°C. Misture as sementes de gergelim, o óleo, a pasta gochujang e molho de soja em uma tigela grande. Adicione as fatias de abóbora e misture bem. Espalhe as fatias numa assadeira grande, numa única camada. Asse por 25a 30 minutos virando as fatias no meio tempo. Coloque numa travessa, salpique com cebolinha picada e sal. Sirva.

jantar para dois

Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving
Thanksgiving Thanksgiving

Este foi o primeiro Thanksgiving que eu e o Uriel ficamos sozinhos desde 1999, quando passamos o feriado em Las Vegas. Mas estar sozinhos não significa que não poderíamos ter um jantar apropriado, né? Fiz o menu completo, com peru, sete acompanhamentos e uma sobremesa [só uma sobremesa, sorry!]. O peru foi somente um peito, que mesmo tendo comprado o menor que achei ainda era imenso. Fiz uma adaptação dessa receita e recheei com fatias de pera, tomilho e cebola. As outras receitas foram—o molho de cranberry com porto e alecrim, que fica como um pudim, vagens com farofa de panko e amêndoas, cenouras assadas com harissa e maple, couve de bruxelas com bacon e castanhas assadas, batata doce caramelizada com limão, purê de batata simples e aquela farofa tradicional brasileira, com farinha de milho, ovos e azeitonas verdes. E a sobremesa foi essa torta de abóbora com garam masala, que achamos uma delícia! Eu usei uma massa pronta porque me economizou tempo, mas se tempo extra eu tivesse, teria feito a massa. No final tivemos um jantar de thanksgiving completo e como é tradição aqui em casa, depois da cozinhação e comilança eu sentei pra descansar e o Uriel lavou louça e arrumou a cozinha. Faço sempre um agradecimento extra por isso.

abóbora assada com molho de
iogurte picante e coentro

butternutcilantro.jpg

Outra receita simples e deliciosa do livro Plenty More do Yotam Ottolenghi. Como sempre, a combinação dos diferentes sabores é genial. Eu fiz só metade da receita, mas as medidas abaixo são inteiras.

1 abóbora [butternut squash] grande
1 colher de chá de canela em pó
6 colheres de sopa de azeite de oliva
Sal e pimenta do reino moída na hora a gosto
1 e 1/2 xícaras de coentro fresco [folhas e caules]
1 dente pequeno de alho esmagado
2 e 1/2 colheres de sopa de sementes de abóbora
1 xícara de iogurte grego
1 e 1/2 colher de chá de molho sriracha ou outro molho de pimenta

Pré-aqueça o forno a 425°F/ 220°C. Corte a abóbora ao meio longitudinalmente, remova as sementes e em seguida corte em fatias, não precisa remover a casca. Coloque a abóbora em uma tigela grande e polvilhe com a canela, 2 colheres de sopa de azeite, 3/4 colher de chá de sal e pimenta do reino. Misture bem e despeje numa assadeira forrada com papel vegetal.Leve ao forno por aproximadamente 35 a 40 minutos. Retire do forno e deixe esfriar.

Num mini processador de alimentos coloque o coentro, alho, as 4 colheres de sopa restante de azeite e uma pitada generosa de sal. Pulse até formar uma pasta e reserve.

Reduza a temperatura do forno a 350°F/ 180° C. Espalhe as sementes de abóbora em uma assadeira e asse até elas ficarem crocantes, 6 a 8 minutos. Retire do forno e deixe esfriar. *eu tostei na frigideira, pois acho mais fácil.

Misture bem o iogurte com o molho sriracha. Disponha as fatias de abóbora assada em uma travessa e regue que o molho de iogurte picante, a pasta de coentro por cima [pode misturar o molho de erva e molho de iogurte se quiser]. Salpique as sementes de abóbora por cima e sirva imediatamente.

salada de abóbora assada e mussarela fresca

delicata-rucula.jpg

Refiz essa salada no sábado passado pela terceira vez e então me toquei que nunca tinha colocado ela aqui. Talvez porque a foto não tenha ficado bonita. Mas deixa eu dizer que essa salada fica BOA PRA BURRO! Quando começam a chegar as abóboras eu dou pulos de alegria pelas butternut squash, mas a delicata squash nunca tinha me entusiasmado muito. Até eu achar essa receita no blog da Heidi. Fiz com rúcula e com alface e as duas versões ficam gostosa. O importante mesmo é a abóbora. E não omitam a pimenta vermelha. Desconsiderem a foto insípida, confiem na minha palavra, sigam nessa direção e deleitem-se—bon appétit!

2 abóboras [delicata squash] médias
3 colheres de sopa de azeite de oliva extra- virgem
2 dentes de alho médios descascados e esmagados
2 pimentas secas [*eu usei vermelha em floco]
2 ramos de tomilho fresco
Sal marinho a gosto
Uma bola de mussarela de búfala
4 xícaras de rúcula [ou outra folha verde]

Pré-aqueça o forno a 400ºF/205ºC com a grade no centro. Corte a abóbora ao meio e depois em fatias crescentes. Não é necessário descascar, mas a delicata tem uma casca fina. Numa tigela misture as fatias de abóbora com o azeite, o alho, a pimenta seca esmigalhada, o tomilho e o sal. Arrume em uma assadeira em uma única camada. Asse por 20 a 30 minutos. Mexa a abóbora uma vez para dourar dos dois lados. Remova a assadeira do forno e deixe esfriar por alguns minutos.

Na hora de servir misture a rúcula com a abóbora assada e um pouco de azeite. Rasgue a bola de mussarela e coloque sobre a salada. Tempere com mais sal se precisar. Pode acrescentar cebolinha picada por cima, se quiser.

delicada-roasted.jpg delicata-salad.jpg

bolo de abóbora com gengibre
[e glacê de melado]

bolo abobora gengibre.jpg

Achei essa receita nos meus alfarrábios quando estava procurando algo para usar uma sobra de buttermilk. Fui até comprar o gengibre cristalizado, que eu não tinha, porque não dava pra fingir que não vi a cobertura absolutamente pecaminosa que enfeita esse bolo. E apesar do açúcar e do melado, não achamos um bolo ultra doce. Como a receita faz duas unidades, aproveitei a oportunidade [pra não dizer que fiquei com preguiça de dividir a receita] e levei o segundo bolo para os meus colegas no meu trabalho. Foi sucesso de público e crítica, até o diretor do departamento comeu uma fatia.

para o bolo:
2 e 3/4 xícaras de farinha de trigo
2 colheres de chá de gengibre em pó
1 colher de chá de pumpkin pie spices [*usei canela, cravo e cardamomo em pó]
1 e 1/2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de chá de sal
1 xícara de açúcar
1/2 xícara de óleo vegetal
3 ovos grandes
450 gr de purê de abóbora, cozida ou assada
1/2 xícara mais 2 colheres de sopa de melado
1/2 xícara de buttermilk

para o glacê:
1 e 1/2 xícaras de açúcar de confeiteiro
2 colheres de sopa de água
1 colher de sopa de melado
1/3 xícara de gengibre cristalizado picado [*usar a versão macia, não o completamente seco]

Preaqueça o forno a 350°F/ 176ºC. Unte duas formas de pão com óleo vegetal. Reserve. Numa vasilha grande peneire a farinha, o gengibre em pó, as especiarias, o bicarbonato de sódio e o sal. Usando a batedeira, bata a 1 xícara de açúcar e a 1/2 xícara de óleo em até ficar bem misturado. Coloque os ovos, um de cada vez, misturando bem após cada adição. Junte o purê de abóbora, a 1/ 2 xícara de melado e o buttermilk. Incorporar a mistura de farinha e bater bem.
Divida a massa entre as duas formas preparadas. Leve ao forno e asse por cerca de 40 minutos ou até que o centro do bolo esteja completamente cozido. Remova do forno e transfira para uma grade. Desenforme e deixe os bolos esfriarem completamente.

Faça o glacê misturando o açúcar de confeiteiro com água e uma colher de sopa de melaço numa tigela média, adicionando mais água se for necessário para formar um creme espesso. Espalhe o glacê sobre os bolos e salpique com o gengibre cristalizado picado. Deixe repousar até que o glacê fique bem firme.

caldo de abóbora

caldo-abobora

Fiz esse caldo para usar na preparação das comidas do Thanksgiving. Aproveitei a casca e as sementes das abóboras que usei pra fazer outras receitas, adicionei o que tinha disponível na minha cozinha—cebola, coentro, salsão e várias especiarias. Cozinhar em fogo baixo por algumas horas, coar, guardar em vidro tampado na geladeira até a hora de usar [ou congelar]. Não é novidade fazer caldo assim, mas gostei desse snapshot que ficou ultra colorido. E o caldo ficou delicia e foi completamente usado.

bolo de abóbora com manteiga queimada & sálvia

sage-pumpkin-cakes.jpg

Não sei como achei a receita desses bolinhos, mas ela serviu para muitos propósitos—gastar o resto da sálvia fresca que tinha comprado para fazer o porco com leite, gastar uma das abóboras do halloween que decoravam a porta da casa, e fazer um bolinho ultra saboroso para o nosso chazinho de domingo a tarde. Perfeito!

3/4 xícara de manteiga sem sal
1 e 2/3 xícaras de farinha de trigo
1/4 de xícara de sálvia fresca cortada em tiras finas
2 colheres de chá de fermento em pó
1/2 colher de chá de canela em pó
1/4 colher de chá de noz-moscada ralada na hora
1/8 colher de chá de cravo em pó
1 colher de chá de sal
1 xícara de purê de abóbora [*fiz assada]
1 xícara de açúcar mascavo claro
2 ovos caipiras grandes

Pré-aqueça o forno a 350ºF/ 176ºC. Unte forminhas de muffin ou mini-pão com manteiga e polvilhe com farinha. Derreta a manteiga em uma panela em fogo médio-baixo. Adicione as tiras de sálvia e cozinhe até que a manteiga que marrom dourado por uns 5 ou 8 minutos. Transfira a mistura para uma tigela e deixe esfriar um pouco.

Enquanto isso numa tigela misture a farinha, o fermento, a canela, a noz-moscada, o cravo e o sal. Em outra tigela misture a abóbora, açúcar mascavo, ovos e a mistura de manteiga queimada e sálvia. Adicione a mistura de farinha e mexa bem até incorporar.
Divida a massa uniformemente entre as forminhas preparadas e leve ao forno por cerca de 30 minutos. Quando os bolinhos estiverem dourados remova do forno e transfira todos para uma grade para esfriar.

tea-time-pcake.jpg tea-time-pcake.jpg