molho quente para salada [com leite de coco & limão]

Vi o video dessa salada no website do Splendid Table, que tem um dos melhores podcasts sobre comida que eu conheço. Apesar de ter gostado da salada e do molho, fiz apenas o molho e usei em duas saladas diferentes. Ainda vou fazer a receita completa, provavelmente usando tofu.

1/2 xícara de óleo vegetal [*usei o de sementes de uva]
4 colheres de chá de pimenta Aleppo ou outra pimenta vermelha
[*usei caiena [mais picante] na primeira vez e a ancho [menos picante] na segunda vez ]
4 dentes de alho grandes espremidos
1/3 xícara de leite de coco bem grosso
2 colheres de sopa de molho de peixe asiático
4 colheres de açúcar
1/4 colher de chá de sal
1 limão tahiti espremido

Em uma frigideira combine o óleo, a pimenta em pó e o alho. Aqueça lentamente em fogo médio e cozinhe por aproximadamente 2 minutos. Mexa com uma colher de pau até que o alho comece a chiar, mas não deixe ficar marrom. Adicione rapidamente o leite de coco, aumente o fogo e ferva o leite de coco por uns 30 segundos. Junte 2 colheres de sopa de molho de peixe. Em seguida coloque o açúcar e o sal e ferva por mais 30 segundos, ou até o molho engrosse um pouco. Coloque numa vasilha e despeje sobre a salada de sua preferência. Fiz esse molho duas vezes, com duas saladas diferentes. Uma com tomates, pepino, vagens e ervilhas levemente cozidas no vapor. Outra com tomates, azeitonas verdes e folhas de kale levemente cozidas em água—mergulhe as folhas na água fervendo, conte até três e remova com uma pinça, então pique na tábua e coloque na saladeira.

2 comentários sobre “molho quente para salada [com leite de coco & limão]”

  1. .. bom dia estimada.

    .. não lembro como cheguei ao seu blog, mas enfim, creio que isso não é o mais importante, até pode ter sido quando estava pesquisando sobre derivados lácteos.
    .. mas a razão deste contato é a seguinte: só para você entender um pouco, larguei a aviação e a profissão de geólogo, para me dedicar a gastronomia, morei muitos anos fora do Brazil, e o que eu realmente gostava era de cozinhar, e não de voar ou sobre pesquisar sobre minerais. Estudei alta cozinha, e me tornei chef de cozinha. Sempre trabalhei só com eventos, pois nunca gostei de praticar em restaurantes. Gosto muito de bolos, diria que sou um “boleiro” desde criança. E agora vem a razão do meu contato com você.
    .. para mim um bolo tem que contar uma história, um bolo tem que ter memória, senão não será um bolo. Isto eu chamo de receitas da boa lembrança, ou seja, um bolo que uma tia, a nossa avó, ou a nossa mãe fazia quando éramos crianças, e ninguém consegue reproduzir estas receitas, ao menos com aquela perfeição. Atualmente eu tenho uma empresa de pães & bolos em Porto Alegre, pois gosto muito de criar bolos. Então, vendo o seu blog, gostei muito da forma como você aborda o tema, e estou fazendo este contato para saber se você tem uma boa história para me contar, e que eu possa publica-la em minha página, e reproduzir esta receita.

    .. aguardo o seu contato.
    .. saudações!
    .. guidøLunardini.
    .. @nitapaesebolos

    R: oi Guido, vou pensar se lembrar de algo te escrevo. obrigada e abraço!

Deixe a sua pitada: