eteceterá — Portland

Fizemos toda a viagem marcando hoteis pelo caminho usando o app da Expedia e conseguimos bons preços em lugares que ofereciam até “free breakfast”, o que significa aquele continental breakfast que quebra um galho, mas dependendo do lugar é pra lá de mixuruca. Quando chegamos em Portland achamos um bom hotel na região do centro de conferências, que por ser um lugar melhor não dava o tal café da manhã de graça. Eu achei isso ótimo, pois eu queria experimentar alguns lugares na cidade. Por isso dirigimos bastante em Portland, indo pra lá e prá cá das pontes, seguindo as indicações do guia da revista Sunset. Uma das indicações era o Ristretto Roasters na N Williams Ave, que é uma área bem agitada, com inúmeras lojinhas, escolas de ioga e culinária, bares, cafés e restaurantes. Fiquei bem impressionada com a qualidade dos ingredientes que eles usam no RR. Pedi um café brasileiro feito na french press e o Uriel pediu dois cappuccinos. Eles não tinha aquele mundaréu de opções de pães e bolinhos, mas o que pedimos arrasou Péris in Chammas—um scone de cevada e morango, croissant e pão tostado com manteiga e geléia de frutas.

etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland

Outro lugar altamente recomendado foi a sorveteria Salt & Straw na NW 23rd Ave do Alphabet District, que é uma das ruas badaladas da cidade, com uma imensidão de ojas e restaurantes espalhados por uma dezena de quarteirões. Nas duas vezes que fomos à Salt & Straw, a fila dobrava a esquina, talvez pelo calor incomum que fazia ou porque o sorvete deles é mesmo o fino da bossa. Provamos morango com balsâmico e pimenta do reino, chocolate, blueberries e crispy treats, sal e caramelo, pera com queijo gorgonzola. Eu tive que pedir um float feito com um refrigerante de ruibarbo super seco [incrível, parece uma água mineral mas não é] e só faltou o milkshake feito com o drinking vinegar do Pok Pok, mas esse eu vou fazer aqui em casa. O mais legal dessa sorveteria é o atendimento feito por um batalhão de garotos e garotas super simpáticos que te abordam ainda na fila para pegar seu pedido e perguntar quais sabores você quer provar. Se você pedir um ou pedir dez, eles trazem cada um deles num colher de metal que serão depois colocadas em caixas, lavadas e esterelizadas. Na Salt & Straw não tem aquele desperdício de colher de plástico.

etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland

Esse passeio nos deixou um pouco divididos porque te expõe a uma vista maravilhosa da cidade, mas chegando lá no topo a gente entra num hospital, o que pode ser um pouco perturbador. O Gabriel, que foi lá uns anos atrás visitar um amigo que fazia residencia no hospital da Oregon Health & Science University [OHSU], nos recomendou pegar o bonde aéreo no terminal do Portland Aerial Tram. Mas é apenas subir, visitar o jardim e descer. Não há muito o que fazer lá em cima, além de tirar fotos da vista.

etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland

Decidimos zarpar de Portland no 4 de julho pois calculamos que toda a cidade estaria paradona, como acontece por todos os cantos nesse feriado. Saímos para tomar café e com a preciosa ajuda do Yelp [outro app que não vivemos sem] achamos um lugar muito legal para fazer um brunch, mas a espera era de 45 minutos e desistimos. Na outra esquina achamos outro lugar [Yelp recomendado] e entramos para um café da manhã americano com ovos, bacon, batatas, catchup orgânico e suco de laranja espremida na hora. Gostamos muito, sem falar que no Bijou Café esperamos menos de dez minutos para nos colocarem em uma mesa. Essa foi a nossa última experiência na cidade. Saímos de Portland ainda pela manhã e rumamos em direção ao wine country do Oregon. Vinhos e paisagens bucólicas coming up next!

etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland
etecetera-port -Portland etecetera-port -Portland

2 thoughts on “eteceterá — Portland”

  1. Já li todas as descrições sobre a viagem ao Oregon e o que viram e encontraram em Portland. Muitas dicas legais, se um dia eu for para estes lados esta é uma ótima dica para conhecer comida e lugares diferentes do que aquelas que, em geral, todos procuram qndo vão aos Estados Unidos.
    Gostei muito das fotos e das descrições.
    R: obrigada, Ani! 🙂

  2. Fer,
    Essas kokeshis sao de Portland?
    Que barato! Tenho algumas que a mae de uma amiga doou!
    Muito legal, adorei o post!
    Beijao
    R: Nat, sim era um café japones atras do museu de arte moderna da cidade, tinha muitas, so fotografei essas. beijos!

Deixe a sua pitada: