[ the view from the sky ]

view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_
view-from-top_ view-from-top_

Nosso amigo veio de Santa Cruz nos visitar pilotando o seu aviãozinho e nos levou para um passeio pelo céu da nossa região. Eu estava muito tensa, porque tenho pavor de altura, detesto voar e não tenho muitas boas lembranças de voos feitos em aviões pequenos. Mas o piloto era muito experiente e o co-piloto estava ultra animado e prestativo, então tentei ficar calma. E fiquei. Fizemos um voo sobre Woodland e Davis que foi realmente revelador. Lá de cima puder ver as duas cidades e a região onde elas estão localizada, que é simplesmente um patchwork lindíssimo de fazendas e campos agrícolas. Em Woodland vimos como a cidade é antiga, super arborizada e como tem piscinas nos quintais das casas [e isso deve explicar a inexistência de piscinas públicas, que são abundantes em Davis]. Voamos sobre a nossa vizinhança e vimos a nossa casa, que de cima parecia uma casinha linda de bonecas. Quando entramos no céu de Davis já vimos a grande diferença, com a imponência da universidade e o traçado mais moderno de uma cidade que não teve uma história como as outras, pois ela era apenas uma fazenda que pertencia à UC Berkeley e foi crescendo juntamente com a implementação do campus. O que eu vi lá de cima nunca vou esquecer, especialmente a beleza dos campos já plantados, e dos campos sendo preparados, a visão da terra arada, as marcas dos tratores [que rimos porque elas pareciam ferraduras de aliens equinos], os pomares floridos e os pomares ainda secos, com os galhos formando asteriscos cinza no chão verde. Tudo em miniatura, os açúdes de água, os carneiros e vaquinhas, os celeiros, as estradinhas e de um lado do horizonte as elevações da pequena serra que nos separam do Napa e Sonoma vale e do outro lado o perfil cosmopolita da cidade de Sacramento.

4 thoughts on “[ the view from the sky ]”

  1. Fer, como você, também tenho um certo pânico de altura. Já voei duas vezes em um teco-teco danado. A primeira vez foi mais tensa, a segunda foi melhor. Mas é incrível como dá pra perceber algumas coisas que passam batidas em um voo comum, assim como você descreveu.
    Bonito post!
    Um beijo,
    Hanny

  2. Fer, voce e’ minha heroina! Sou uma covardona pra voar, e como voce, prefiro estar em terra firme!
    Nao sei se teria a intestinal fortitude para fazer o que voce fez, mas achei BARBARA sua foto!
    beijao

Deixe a sua pitada: