a feirinha da vila

feira-vila feira-vila
feira-vila feira-vila
feira-vila feira-vila
feira-vila feira-vila
feira-vila feira-vila
feira-vila feira-vila
feira-vila feira-vila

Outro dia minha amiga me contou que um dos vizinhos dela era o jardineiro com o dedo mais verde que ela conhecia e me fez um convite para conhecer as maravilhas que ele planta, colhe e agora também vende, numa feirinha improvisada num gazebo no gramado central da Village Homes em Davis. Essa comunidade, construída nos anos 70, já foi um exemplo de pioneirismo ecológico, numa área com mais de 200 casas planejadas e construídas como modelos de sustentabilidade e preservação ambiental. As casas são bem bacanas, mas é a área externa que se destaca, com jardins, hortas e pomares coletivos. Um paraíso para quem gosta de plantas e jardinagem e onde todos que quiserem podem usufruir da vantagem de ter terra disponível para plantar seus legumes e frutas. E é exatamente o que esse moço faz com prazer e dedicação. Os produtos que ele oferece são absolutamente perfeitos. E tão lindamente expostos, que comecei a tirar fotos assim que cheguei [e perguntei primeiro se podia]. Comprei um monte de coisas e fiquei lá mais tempo do que deveria para um dia de semana, conversando com quem entende do assunto. Uma pena que a Village Homes fica completamente fora de mão pra mim, senão eu viraria freguesa sem a menor dúvida.

Um comentário sobre “a feirinha da vila”

  1. Adoro estas berinjelas rajadas, não existm por aqui – o gosto é o mesmo?
    Esse é um plano para o futuro – morar num lugar mais afastadinho, e cuidar da terra.
    Forte abraço,
    W
    R: Wair, eu nao noto muita diferença de gosto entre essas berinjelas. o Village homes seria ideal pra voce, pois fica dentro da cidade. abraco!

Deixe a sua pitada: