sopa de couve-flor

sopa-couveflor_2S.jpg
Tenho uma coleção de manias na cozinha, uma delas é não gostar de misturar muitos temperos e muitos ingredientes. Tenho essa ideia fixa de que para certas comidas é fundamental poder sentir o gosto do ingrediente principal. Os temperos são acessórios importantes, mas não se deve exagerar. Por exemplo, raramente uso alho e cebola na mesma receita. E sou partidária de usar apenas uma ou duas ervas no máximo. Vivo lendo sobre a importância do caldo, o fundo, para se fazer sopas e risotos. Concordo que um bom caldo é um elemento importante na construção do sabor de um prato, mas discordo que ele seja essencial. Já fiz muita sopa e risoto só com água. Nunca me abalei com esse detalhe. Portanto olhei com muita simpatia para essa receita do Paul Bertolli—que foi chef no Chez Panisse por alguns anos e também co-autor de um dos livros do restaurante junto com a Alice Waters. Ele faz uma sopa com um ingrediente principal, mais cebola, azeite, sal e água. Solicito a sua total confiança nessa receita, pois ela pode gerar um certo preconceito ou um prudente receio, principalmente se você for daqueles cozinheiros que gostam de usar 87654 ingredientes e que acham que só assim vão conseguir um prato com sabor. Essa sopa é uma lição em minimalismo e ela fica absolutamente deliciosa. Pra quem duvidar, é só fazer e provar!
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola pequena picada
1 couve-flor grande
Sal a gosto
5 e 1/2 xícaras de água
Azeite extra-virgem e pimenta do reino moída na hora para servir
Numa panela grande e robusta aqueça o azeite e refogue a cebola, em fogo baixo, por 15 minutos. Não deixe a cebola escurecer. Adicione a couve flor, cortada em floretes, sal a gosto e 1/2 xícara de água. Aumente o fogo para médio, tampe a panela e deixe cozinhar por uns 10 minutos, até a couve-flor ficar bem macia. Junte 4 e 1/2 xícaras de água e cozinhe em fogo baixo por 20 minutos com a panela destampada. Bata a sopa no liquidificador em partes [com muito CUIDADO!] ou use o mixer de mão—que é como eu faço, até formar um creme grosso. Deixe a sopa descansar por 20 minutos. Ela vai engrossar nesse tempo. Antes de servir, junte a última 1/2 xícara de água quente e se precisar reaqueça a sopa. Regue com um fio de azeite e polvilhe com pimenta do reino moída. Sirva imediatamente. Eu usei um mix de pimenta do reino verde, rosa e preta moídas todas juntas.

8 comentários sobre “sopa de couve-flor”

  1. Fer,
    Confesso que não estava tão confiante que conseguiria uma sopa cremosa e saborosa com tão poucos e simples ingredientes.
    Fiz com muita esperança e fiquei muito feliz quando a sopa ficou tudo o que você descreveu!!
    Até o marido super adepto de muito creme de leite e queijo para se convencer de que vale a pena tomar sopa amou essa receita!!!
    Obrigada por compartilhar.
    bjs
    R: Nina, adorei saber disso! um beijo :-*

  2. Fer, eu super confio nessa receita apesar de nunca tê-la preparado. Isso pois minha sopa de abóbora é exatamente isso, mas com uma pitadinha mais de noz moscada.
    Comprei couve-flor hoje, vou tentar fazer no fds!
    Um beijo enorme,
    Marina

  3. Que coincidencia. Hoje resolvi que iria fazer sopa de couve-flor e o que vejo assim que entro no “Chucrute com Salsicha” depois de semanas sem entrar: receitas que parecem apetitosas, incluindo a sopa.
    Mais uma vez, o “Chucrute com Salsicha” traz a inspiracao.
    Abracos,
    Sueli

  4. Voce näo faz idéia do quanto curti esse seu artigo!
    Eu acho que a maioria das receias exageram no uso de alho e cebola. Quando vamos a um restaurante, saio semore com a impressao de ter ingerido vinte dentes de alho, mascarando o gosto de seja lá o que for que pedimos.
    Tenho certeza que sua sopa de couve flor é maravilhsa e com um sabor puro e intenso de…. couve-flor!
    🙂

  5. Fezoca, e será que podemos variar o ingrediente principal? Também gosto de sentir o sabor real das coisas, por isso que não aprecio comida demasiado picante ou salgada.
    R: acho que pode, Ameixa!

  6. Oi Fer,
    Vou experimentar esta sopa na próxima semana.
    Ontem fiz a outra receita de couve-flor no forno e adorei.
    Acho até que vou repetir. Obrigada e um beijinho.
    Gaby

Deixe a sua pitada: