os dias estão dourados

dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados
dias dourados dias dourados

Tivemos dias de neblina pesada, dias de chuva, dias de ventania e com isso muitas das árvores já perderam quase todas as folhas. É tão lindo de ver, mas também tão efêmero, como tudo na vida. Os dias voam e eu não consigo fazer tudo o que quero. No primeiro dia de dezembro ganhei um limoeiro, que será plantado num lugarzinho que já escolhi lá no quintal. No segundo dia de dezembro minha casa participou do display das luminárias que acontece todo ano nesta área antiga da cidade. Tenho feito tudo com muito entusiasmo, pois agora sou uma das orgulhosas donas de uma daquelas casinhas vintage que todo mundo gosta de olhar. Minha vizinhança e vizinhos são muito bacanas. Fomos beber vinho e bater papo convidados pelos proprietários da linda casa construída em 1912. Tem dias que eu acho que meus gatos estão muito mais felizes aqui. E de uma certa maneira nós também estamos. Este outono está sendo um pouco diferente e eu não tenho do que reclamar.

Um comentário sobre “os dias estão dourados”

  1. Uma vez vi essa placa Bycicle XING em Seattle e pensei com os meus botões que uma imigração grande de chineses devia ter chegado na cidade nos últimos anos, tanto que eles estavam adotando alguns termos até em placas. Uns dias depois, estava com um americano e passamos ao lado da placa. Falei em voz alta: o que significa isso, nem sei como se pronuncia… X ing, cross ing,… Daí caiu a ficha e nem consegui terminar a frase de tanto que eu ria.

Deixe a sua pitada: